quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

A evolução do sutiã


Oi  meu nome é Glauciele e estou aqui novamente e  vou falar sobre um assunto que, com certeza irá deixar todos muito curiosos (principalmente as meninas e alguns meninos também kk). Como todos já perceberam pelo título, vou falar sobre a evolução do sutiã.

Então... como tudo no mundo tem uma evolução o sutiã tem  também...

Aqui esta um dos sutiãs mais antigos ...


Esse é um modelo de 1.800, me parece bem "estiloso" para aquela época...

Porque está com uma cara de coador de café velho...

Vamos lá ... 



Este é um modelo de 1.900...

Esse me parece mais atual... tem muita velhinha que ainda usa ...

Continuando ...


Esse é um modelo de 1950...bonito, mas tendo como comparação os dois primeiros ...

Agora o que todo “homem” estava esperando... Os sutiãs mais modernos...



Esses já são modelos de 2.000 ...

Uma coisa mais feminina, colorida mas não restart...

Disso começa a vir modos diferentes de usar as alças dos sutiãs 



Sutiã vermelho...


Esse é de 2.005... Lindo por sinal...

Mas vamos continuar pra ver na onde nos leva... 


Esse já é de 2.008. Criativo não? 

Pra finalizar... 

Um modelo de 2.012. Peça exclusiva... Pena que não dura muito...

Sabe como é a gravidade...

Por hoje é só , espero que tenham gostado. Fica um abraço... 






terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

As Várias faces de Eduardo Sterblitch



Eduardo Sterblitch, comediante, ator, dançarino, estilista, cantor, apresentador, candidato a presidente, foi no Jô e lá fez história, etc... Mas como ele é tudo isso? Vamos Saber agora...

Tititica



Personagem este, que surgiu por causa da eleição de Tiririca para Deputado Federal, e já que todos sabemos que nosso querido pateta é analfabeto, então, por que não criar um personagem ironizando isso? Criou um dicionário próprio, como: Padrão - Um Padre muito alto; Estouro - Touro que virou boi; Democracia - Sistema de Governo do Inferno, etc... Um personagem muito bem feito e ironizado, genial.
Freddie Mercury Prateado

Voz estupidamente aguda, danças para lá de estranhas, beijos homossexuais, corpo pintado de prata (sério? Pensei que era magenta). Tem seus queridos jargões "Cade Papai?", "Papai fugiu?", "Isso é coisa de mulherzinha", "Ta com o Busso suado, ta?" entre outros. Este personagem aparece quando o Amaury Dumbo vai a festas entrevistar famosos e pseudo-celebridades.


Cesar Polvilho


"EEEEEEESCUUUUUUUUUUUUUUUUUTA VAGABUNDO!" "Para de me dedar" (opa, esse não era um jargão...). Foi o primeiro personagem de Eduardo Sterblitch, e hoje algumas pessoas pensam que Cesar Polvilho é o seu nome.Ficou famoso por seu Quiz estupidamente louco que fazia perguntas impossíveis para as pessoas. Adicionem ele no Orkut...

Serginho AH LOKA

AH Loka! HAHA; LADY GAGA. Essa era a imitação do Sterblitch sobre o Serginho do BBB, só isso também né?!

Malisa, a Menina Monstro

É a imitação da Maisa Silva, aquele ser que aparece pelo sbt sábado de manhã para assustar nossas crianças. Mas Malisa é um pouco diferente, digamos que um pouco mais assustadora, monstruosa, feiosa, fala grosso e troca ideia com o Silvio Santos no estilo Rap/Funk/Gueto/Rosinha/OsManodaquebrada. Vejo este como uma das grandes imitações de Edu Sterblitch, pois consegue interagir vários sentimentos e atuações com um só personagem, e sem perder a magia do mesmo.

Marisa

A ex-candidata a presidencia do Brasil, que era caracteriza pelo amor as plantas e seus jargões "Que que é issoooo?" e "Que absuuurdo". Só isso também, não tinha lá muita coisa...

Ursinho Gente Fina

Geralmente é um dos personagens ao vivo no palco do Pânico, mas que também esta presente em festas. Com seu bongô, sua voz estupidamente engraçada, seu querido "AIII EMILIO" e suas patetadas conseguiu tornar-se um personagem indispensável em festas a fantasia, imitações de patetas e na sedução de jovens cocotas.

Melhor Melhor do Mundo

Esse é realmente genial. Aparece no programa do Jô Suado no Panico na TV (sério? Pensei que fosse no Legendários), e a cada aparição diz ser o Melhor, melhor do mundo em algo bem idiota, como peidar na barriga do Jô Suado, Emprestar dinheiro super rápido, entre outras loucuras. Realmente algo bem criativo e diferente de tudo já visto.

Não há como duvidar da capacidade e talento de um ator c omo Eduardo Sterblitch (talvez da masculinidade) com os multiplos e totalmente diferentes personagens que ele interpreta em um só programa de tv e com tanta qualidade, realmente admirável.



NOTA: Agradeço a namorada do nosso querido Daniel Furquim, a Helly, que nos deu essa ideia e ele passou pra mim.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Os ganhadores do Oscar 2012

Todos sabem que a maioria dos integrantes do blog são fãs de cinema e gostam de assistir bastantes filmes e até postam artigos sobre o assunto. Já é uma tradição o blog colocar a lista dos ganhadores do Oscar na íntegra para aqueles que não puderam assistir a festa da premiação. Neste ano não será diferente, então curta a seguir a lista de todos que receberam a estatueta na edição de 2012:

Melhor Filme: "O artista"



Filme que estreou em 10 de Fevereiro de 2012 conta a história de George Valentin uma das maiores estrelas do cinema mudo, participando de dezenas de aventuras ao lado de seu cão da raça Jack Russel Terrier. Inveja de muitos homens, ele lentamente começa a se defrontar com o ostracismo após a invenção e chegada do cinema falado, que tem um desastroso efeito na vida do astro. Enquanto sua amiga Peppy Miller ganha notoriedade com essas mudanças, Valentin é cada vez mais relegado ao esquecimento.

Melhor Atriz: Meryl Streep - " A dama de ferro"



Filme que estreou em 17 de Fevereiro de 2012 que conta a história de Margaret Thatcher (Meryl Streep) que foi por mais de dez anos a Primeira-Ministra Britânica e teve uma série de importantes decisões em suas mãos. Algumas delas foram feitas durante a Guerra das Malvinas, em 1982. O filme mostra, por meio de uma série de flashbacks, as ações da Dama de Ferro, durante os 17 dias que precederam o conflito.

Melhor Ator: Jean Dujardin - " O artista"




Melhor Atriz Coadjuvante: Octavia Spencer  - "Histórias cruzadas"




Filme que estrou em 03 de Fevereiro de 2012, conta a história de Skeeter que acabou de terminar a faculdade e sonha em ser escritora. Ela põe a cidade de cabeça para baixo quando decide pesquisar e entrevistar mulheres negras que sempre cuidaram das "famílias do sul". Apesar da confusão causada, Skeeter consegue o apoio de Aibileen, governanta de um amigo, que conquista a confiança de outras mulheres que têm muito o que contar. No entanto, relações são forjadas e irmandades surgem em meio à necessidade que muitos têm a dizer, antes da mudança dos tempos atingir a todos.

Melhor Ator Coadjuvante: Christopher Plummer - "Toda forma de amor"




Filme de 2010 que fala sobre Oliver que repentinamente é surpreendido por duas notícias. Primeiro: seu pai, Hal (Christopher Plummer) tem câncer terminal; segundo: que ele é gay e vive um relacionamento com um homem mais jovem.

Melhor direção: Michel Hazanavicius - "O artista" 


Melhor edição: "Millennium - Os homens que não amavam as mulheres"



Filme que estreou dia dia 27 de Janeiro de 2012, que conta a história de Mikael Blomkvist que é um jornalista econômico determinado a restaurar sua honra, depois de ser condenado na justiça por difamação. Contratado por um dos industriais mais ricos da Suécia, Henrik Vanger , para investigar o desaparecimento de sua sobrinha Harriet, há 36 anos, ele se muda para uma ilha remota na costa gelada da Suécia sem saber o que o aguarda. Ao mesmo tempo, Lisbeth Salander, hacker da Milton Security, é contratada para levantar a ficha e os antecedentes de Blomkvist, missão que será o ponto de partida para que ela se una a Mikael na investigação de quem matou Harriet.

Melhor Documentário: "Undefeated"



Documentário sobre um time de futebol americano, Manassas Tigers, que procura reverter sua maré de azar com a ajuda do treinador Bill Courtney.


Melhor Animação: "Rango"



Animação que estreou no dia 11 de Março de 2011 que conta a história de um camaleão com crise de identidade que, ao se ver numa cidade do Velho Oeste infestada de bandidos, transforma-se sem querer em herói e é forçado a protegê-la. Naturalmente, acaba enfrentando mais dificuldades do que poderia imaginar.

Melhor Trilha Sonora:  "O artista"




Melhor Canção Original:   "Man or Muppet", de "Os Muppets"


Filme que estreou no dia 02 de Dezembro de 2011 conta a história de Walter  o maior fã dos Muppets em todo mundo, seu irmão Gary e a namorada dele Mary, que descobrem um nefasto plano do explorador de petróleo Tex Richman  para destruir o teatro onde os bonecos se apresentavam e extrair o petróleo do subsolo. Para salvar o local, eles resolvem montar um programa de TV e arrecadar os US$ 10 milhões necessários, além de ajudar Kermit a reunir os Muppets, que tinham tomado rumos diferentes.

Melhor Roteiro Original: "Meia noite em Paris"


Filme que estreou dia 17 de Junho de 2011 e conta a história de Gil que sempre idolatrou os grandes escritores americanos e quis ser como eles. A vida lhe levou a trabalhar como roteirista em Hollywood, o que por um lado fez com que fosse muito bem remunerado, por outro lhe rendeu uma boa dose de frustração. Agora, ele está prestes a ir para Paris ao lado de sua noiva, Inez, e dos pais dela, John e Helen. John irá à cidade para fechar um grande negócio e não se preocupa nem um pouco em esconder sua desaprovação pelo futuro genro. Estar em Paris faz com que Gil volte a se questionar sobre os rumos de sua vida, desencadeando o velho sonho de se tornar um escritor reconhecido.

Melhor Roteiro Adaptado: "Os descendentes"


Filme que estreou dia 27 de Janeiro de 2012 que conta a história de Matt King um marido indiferente e pai de duas meninas, que é forçado a reexaminar seu passado e abraçar seu futuro depois que sua esposa sofre um acidente de barco em Waikiki. O trágico acontecimento acaba por aproximar Matt das filhas, o que o ajuda na difícil decisão de vender um terreno herdado da família.

Melhor Edição de Som: "A invenção de Hugo Cabret"



Filme que estreou no dia 17 de Fevereiro de 2012. Hugo Cabret é um menino de 12 anos que vive escondido em uma estação de trem na Paris dos anos 30, onde cuida da manutenção de gigantescos relógios, função anteriormente exercida por seu tio desaparecido. À noite, usando peças de brinquedos que ele furta de uma loja da estação, o menino tenta consertar um autômato, única lembrança que herdou do pai, para desvendar um enigma. Seus planos, porém, correm perigo quando ele é descoberto pelo dono da loja e pela curiosa Isabelle.

Melhores Efeitos Visuais: "A invenção de Hugo Cabret"




Melhor Curta-Metragem de Animação: "The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore"



O curta é uma alegoria sobre os poderes curativos da história. O estilo híbrido da animação remonta aos filmes mudos e musicais da MGM.

Melhor Curta-Metragem: "The shore"


Dois amigos da Nova Zelândia se reúnem depois de 25 anos afastados.

Melhor Filme Estrangeiro: "A separação" - Irã


Filme que estreou no dia 20 de Janeiro de 2012, conta a história de Simin que quer sair do Irã acompanhada do marido Nader e da filha Termeh. Após a esposa finalizar os preparativos, Nader desiste da viagem por conta da doença que seu pai está atravessando. Como resposta, Simin decide pedir o divórcio. Só há um problema: sua solicitação não é aceita.

Melhor Maquiagem: "A dama de ferro"


Melhor Figurino: "O artista"



Melhor Direção de Arte: "A invenção de Hugo Cabret"



Melhor Fotografia: "A invenção de Hugo Cabret"


Melhor Documentário de Curta-Metragem: "Saving Face"



Um cirurgião plástico britânico-paquistanês trabalha para ajudar mulheres que foram feridas com queimaduras profundas, enquanto seus pacientes se esforçam para chegar a um acordo sobre as seqüelas que ficam em seus corpos.

Melhor Mixagem de Som: "A invenção de Hugo Cabret"


_________________________________________________________________________________

Se você ainda não assistiu a nenhum desses filmes, agora você tem vários bons motivos para assisti-los. 
Espero que tenham gostado dos vencedores, abraços.









domingo, 26 de fevereiro de 2012

E o Oscar 2012 vai para...

Hollywood e os fãs de cinema só têm olhos para a 84ª edição do Oscar, que acontece hoje à noite em Los Angeles, na California – o canal TNT vai transmitir a cerimônia a partir das 20h30, com pré-show comandado por Sabrina Parlatore e Cássio Reis, enquanto a Globo exibirá a festa às 23h55, com Maria Beltrão e José Wilker.

O filme “A Invenção de Hugo Cabret” é o que possui maior número de indicações (11), seguido por “O Artista” (10), “Cavalo de Guerra” (6), “O Homem que Mudou o Jogo” (6) e “Os Descendentes” (5). A única esperança brasileira na festa do Oscar é a canção “Real in Rio”, do “Rio”, com música de Sergio Mendes e Carlinhos Brown e letra de Siedah Garrett, na categoria Canção Original.

Confira a lista completa de candidatos ao Oscar 2012:



Melhor filme
“A Invenção de Hugo Cabret”
“Histórias Cruzadas”
“O Artista”
“Os Descendentes”
“Meia-Noite em Paris”
“O Homem que Mudou o Jogo”
“Cavalo de Guerra”
“A Árvore da Vida”
“Tão forte e Tão perto”

Melhor direção
Woody Allen – “Meia-Noite em Paris”
Martin Scorsese – “A Invenção de Hugo Cabret”
Michel Hazanavicius – “O Artista”
Terrence Malick – “A Árvore da Vida”
Alexander Payne – “Os Descendentes”

Melhor ator
Jean Dujardin – “O Artista”
George Clooney – “Os Descendentes”
Demian Bichir – “A Better Life”
Brad Pitt – “O Homem que Mudou o Jogo”
Gary Oldman – “O Espião que Sabia Demais”

Melhor atriz
Meryl Streep – “A Dama de Ferro”
Glenn Close – “Albert Nobbs”
Viola Davis – “Histórias Cruzadas”
Michelle Williams – “Sete Dias com Marilyn”
Rooney Mara – “Millennium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres”

Melhor Ator Coadjuvante
Christopher Plummer – “Toda Forma de Amor”
Max von Sydow – “Tão Forte e Tão Perto”
Kenneth Branagh – “Sete Dias com Marilyn”
Jonah Hill – “O Homem que Mudou o Jogo”
Nick Nolte – “Guerreiro”

Melhor Atriz Coadjuvante
Jessica Chastain – “Histórias Cruzadas”
Melissa McCarthy – “Missão Madrinha de Casamento”
Bérénice Bejo – “O Artista”
Octavia Spencer – “Histórias Cruzadas”
Janet Mcteer – “Albert Nobbs”

Melhor Roteiro Original
“Meia-Noite em Paris” – Woody Allen
“Missão Madrinha de Casamento” – Annie Mumolo e Kristen Wiig
“O Artista” – Michel Hazavanicius
“Margin Call – O Dia Antes do Fim” – J.C. Chandor
“A Separação” – Asghar Farhadi

Melhor Roteiro Adaptado
“Os Descendentes” – Alexander Payne, Nat Faxon e Jim Rash
“A Invenção de Hugo Cabret” – John Logan
“O Homem que Mudou o Jogo” – Steven Zaillian e Aaron Sorkin
“Tudo pelo Poder” – George Clooney, Grant Heslov, Beau Willimon
“O Espião que Sabia Demais” – Bridget O’Connor e Peter Straughan

Melhor Filme Estrangeiro
“A Separação” – Asghar Farhadi (Irã)
“Bullhead” – Michael R. Roskam (Bélgica)
“Monsieur Lazhar” – Philippe Falardeau (Canadá)
“Footnote” – Joseph Cedar (Israel)
“In Darkness” – Agnieszka Holland (Polônia)

Melhor Animação
“Gato de Botas”
“Um Gato em Paris”
“Kung Fu Panda 2”
“Rango”
“Chico e Rita”

Direção de Arte
“O Artista”
“Harry Potter e as Relíquias da Morte”
“A Invenção de Hugo Cabret”
“Meia-Noite em Paris”
“Cavalo de Guerra”

Direção de Fotografia
“O Artista” – Guillaume Schiffman
“Millennium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres” – Jeff Cronenweth
“Cavalo de Guerra” – Janusz Kaminski
“A Invenção de Hugo Cabret” – Robert Richardson
“A Árvore da Vida” – Emmanuel Lubezki

Figurino
“Anonymous”
“O Artista”
“A Invenção de Hugo Cabret”
“Jane Eyre”
“W.E.”

Documentário
“Hell and Back Again” – Danfung Dennis e Mike Lerner
“If a Tree Falls: A Story of the Earth Liberation Front” – Marshall Curry e Sam Cullman
“Paradise Lost 3: Purgatory” – Charles Ferguson e Audrey Marrs
“Pina” – Wim Wenders e Gian-Piero Ringel
“Undefeated” – TJ Martin, Dan Lindsay e Richard Middlemas

Documentário Curta-Metragem
“The Barber of Birmemgham: Foot Soldier of the Civil Rights Movement” – Robem Fryday e Gail Dolgin
“God Is the Bigger Elvis” – Rebecca Cammisa e Julie Anderson
“Incident in New Baghdad” – James Spione
“Saving Face” – Daniel Junge e Sharmeen Obaid-Chemoy
“The Tsunami and the Cherry Blossom” – Lucy Walker e Kira Carstensen

Edição
“O Artista”
“Os Descendentes”
“Millennium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres”
“A Invenção de Hugo Cabret”
“O Homem que Mudou o Jogo”

Efeitos Visuais
“Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2″
“A Invenção de Hugo Cabret”
“Gigantes de Aço”
“Planeta dos Macacos: A Origem”
“Transformers: O Lado Oculto da Lua”

Trilha Sonora Original
“O Espião que Sabia Demais” – Alberto Iglesias
“As Aventuras de Tintim” – John Williams
“O Artista” – Ludovic Bource
“Cavalo de Guerra” – John Williams
“A Invenção de Hugo Cabret” – Howard Shore

Canção Original
“Man or Muppet”, de “Os Muppets” – música e letra de Bret McKenzie
“Real in Rio”, de “Rio” – música de Sergio Mendes e Carlinhos Brown e letra de Siedah Garrett

Curta de Animação
“Dimanche/Sunday”
“The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore”
“La Luna” 
”A Morning Stroll” 
”Wild Life”

Melhor Curta-Metragem
“Pentecost” – Peter McDonald e Eimear O’Kane
“Raju” – Max Zähle e Stefan Gieren
“The Shore” – Terry George e Oorlagh George
“Time Freak” – Andrew Bowler e Gigi Causey
“Tuba Atlantic” – Hallvar Witzø

Edição de Som
“Drive” 
”Millennium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres”
“A Invenção de Hugo Cabret”
“Transformers: O Lado Oculto da Lua”
“Cavalo de Guerra”

Mixagem de Som
“Millennium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres”
“A Invenção de Hugo Cabret”
“O Homem que Mudou o Jogo”
“Transformers: O Lado Oculto da Lua”
“Cavalo de Guerra”

Maquiagem
”Albert Nobbs”
”Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2″
”A Dama de Ferro”

Matéria: M de Mulher

sábado, 25 de fevereiro de 2012

O melhor presente de todos

Aqui está a história mais bonita de amizade que vi em tempos.

Nachu tem câncer terminal, e pode morrer até junho (calma, não é uma história triste). E o autor preferido de Nachu chama-se Harry Turtledove, famoso por suas séries de livros de história modificada.

Perguntado sobre o que gostaria de fazer antes de morrer, uma das respostas de Nachu foi “terminar de ler a série The War That Came Early (“A Guerra que Chegou Mais Cedo”)”, de Turtledove, uma visão alterada da Segunda Guerra Mundial. O problema é que os dois últimos livros da série ainda estavam na primeira versão do autor, direto do manuscrito, e só seriam todas lançadas em um ano, no mínimo.

Um amigo de Nachu resolveu agir e fez uma pergunta no site Reedit, sobre como seria possível conseguir as cópias antes, para que o amigo pudesse lê-las. O pedido continha uma carta com o apelo ao autor. Tudo em inglês.

Abaixo, o resultado da campanha, na forma de um presente de aniversário. O vídeo está em inglês, mas algumas coisas na vida nem precisam de palavras.






Resultado visto acima: Com a permissão de Harry Turtledove, a editora do autor, Del Rey Books, enviou uma cópia de avaliação da próxima história da série, a ser lançada em julho apenas, e em apenas um dia. Amigo, autor, editora, turma do Reedit… eis uma lição de vida coletiva.



Texto: Rafael Pereira, blog Bombou na Web




Pra mim, esse cara ganhou o melhor presente que ele podia ter ganho. E eu não falo do livro.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

O que podemos esperar do Playstation 4?




A nova geração já está aí? Não de acordo com Microsoft e Sony, que afirmam ainda apostar todas as fichas no Xbox 360 e PlayStation 3. Afinal de contas, a chegada recente de controles de movimento para os dois consoles bem como as grandes franquias que ainda estão por vir deixam os aparelhos ainda em foco.


A chegada do Wii U, marcada para o final de 2012, porém, já faz com que os gamers voltem seus olhos para a próxima geração de video games. Por mais que as fabricantes ainda não tenham nada a anunciar — pelo menos em um futuro próximo —, o trabalho em novas plataformas está acontecendo enquanto você lê este artigo.


No ano passado, fizemos nossas apostas sobre o próximo Xbox. Agora, é hora de analisar o outro lado da moeda e pensar no que a Sony pode estar preparando para sua próxima geração de consoles de mesa.


Células poderosas - Melhorias no que já existe
Processador Cell, o pequeno notável do PlayStation 3.


Com o PlayStation 3, a Sony foi capaz de agradar a gregos e troianos. Ao mesmo tempo em que ofereceu uma arquitetura acessível para a criação de jogos multiplataforma, também deu plenos poderes aos desenvolvedores exclusivos com o Cell, um microprocessador refinado e extremamente poderoso.


No PlayStation 4, essa tendência deve continuar, mas de forma aprimorada. A Sony deve atender às reclamações de seus parceiros quanto à complexidade do console e desenvolver, ao lado da Toshiba, uma versão mais amigável e extremamente poderosa do Cell. A expectativa é de, pelo menos, 4,0 GHz, contra 3,2 do PS3, e o uso da mesma base PowerPC do antecessor, só que com um maior número de núcleos.


As resoluções mais altas do mundo?
Gráficos para ninguém botar defeito
Demo/Trailer do Jogo Smaritan


Apesar de o processador ser o componente mais importante de qualquer equipamento, é no hardware gráfico que reside grande parte do potencial dos consoles. Com o PlayStation 4, a Sony deve mais uma vez investir em visuais de última geração, apresentando a seus fãs uma experiência nunca antes vista em um video game.


A demo Samaritan, divulgada pela Epic Games, pode ser considerada como uma pequena amostra dos gráficos que estão por vir na próxima geração de jogos:


Nesse campo, certas apostas são certeiras. O PlayStation 4 não deve aceitar nada abaixo de 1080p, uma resolução que, infelizmente, ainda não é um padrão na indústria de jogos. O 3D estereoscópico também deve ser parte integrante, com cada vez mais jogos sendo capazes de funcionar com a tecnologia.


Quando o assunto é a placa de vídeo do aparelho, especialistas e especuladores concordam: a parceria da Sony com a NVIDIA deve continuar. Há controvérsias, porém, quanto ao componente que será utilizado. Enquanto alguns afirmam que a empresa produzirá uma GPU exclusiva para o aparelho, outros apostam na adaptação de componentes da mais recente geração para atender a todas as necessidades do console.


A GTX 560, da NVIDIA.


Entre os que apostam na segunda opção, a GTX 560 parece ser uma unanimidade. A utilização de uma placa gráfica já existente no mercado e amplamente utilizada pelo mercado de PCs também seria um auxílio a mais no desenvolvimento de jogos multiplataforma, descartando a necessidade de um desenvolvimento específico para o PlayStation 4.


Por outro lado, há quem acredite que o PlayStation 4 queira alcançar voos mais altos e um tanto absurdos. Declarações recentes de Masaaki Tsuruta, chefe de tecnologia da Sony, dão conta que o novo console poderia chegar até mesmo à altíssima resolução 8k, com impressionantes 4096x3112 pixels e taxa de 300 quadros por segundo. Nesse caso, é melhor preparar um bom sistema de resfriamento.


Quando se fala em performance, a RAM também é um fator a ser levado em conta. No mundo dos consoles, não existem números exorbitantes nesse quesito, e o PlayStation 4 deve contar com apenas 4 GB de memória DDR6. Mais do que isso não seria realmente necessário, a não ser que as afirmações Tsuruta realmente se tornem realidade e o novo console destrua todas as barreiras em termos de resolução.


Foco na distribuição digital
E o espaço necessário para armazenar tudo
Logotipo da PSN - Playstation Network


O sucesso das plataformas Steam, PlayStation Network e Xbox LIVE são uma indicação inegável de que o futuro é cada vez mais digital. De forma a embarcar nessa onda, a Sony deve investir em consoles com HDs bem espaçosos, para acomodar todas as instalações de jogos físicos e os grandes títulos que, cada vez mais, estarão disponíveis apenas online.


Em um mundo de alta resolução e belíssimos gráficos, um disco rígido de no mínimo 160 GB pode ser esperado. Com o tempo, é possível esperar edições do PlayStation 4 com até 500 GB de armazenamento, permitindo que qualquer um baixe o que quiser à vontade, sem precisar ficar controlando espaço ou deletando títulos que não são mais jogados.


O mundo digital, porém, não deve substituir completamente a mídia física. A Sony já comentou que o PlayStation 4 ainda deve ter o Blu-ray como mídia de escolha para rodar seus jogos, mantendo também seu status de centro de entretenimento integrado.


Games conectados
As redes sociais vão chegar com tudo
PlayStation Home, a "rede social" do PS3.


Com o PlayStation 3, a Sony já mostrou sua intenção de ser mais do que um mero video game, entregando um ótimo player de Blu-ray e diversas opções de conteúdo no mesmo pacote. Com o Vita, o foco em funções que vão além dos jogos foi ainda mais intensificado, com integração direta a redes sociais, jogos que estão plenamente conectados e uso da conexão 3G, para competir com smartphones.


Não há motivos para que essa tendência não apenas continue, como também se torne ainda mais forte na próxima geração do PlayStation. A PSN, cada vez mais, deve se unir a sites de relacionamento como o Facebook e o Twitter, permitindo que o jogador compartilhe suas conquistas, jogos e interesses com todos os amigos e seguidores.


A criação de partidas também deve ser otimizada desta maneira, com uma única lista de contatos unificada. Nada de ficar pedindo IDs da PlayStation Network para seus amigos do Facebook: o próprio console será capaz de identificar quais de seus colegas também possuem um PS4.


Ainda, jogos poderiam levar em conta interesses e atividades do jogador para criar desafios e situações exclusivas. Assim, cada vez mais, a barreira entre games e realidade seria quebrada e ações no “mundo real” também contariam para a experiência.


Mas quando?
Uma revolução que ainda não tem data para chegar


Você está com os olhos brilhando depois de ler todas as perspectivas apontadas neste artigo? Saiba que, infelizmente, todo esse mundo de novidades ainda não tem uma data certa para chegar ao mercado. Como o PlayStation 3 foi o último console da sétima geração a ser lançado, é bem provável que a história se repita com o seu sucessor.


De acordo com a Sony, não veremos o PS4 pelo menos até a E3 2012, que acontece em julho. A partir daí, há uma incógnita com relação a datas, mas as expectativas mais otimistas indicam que veremos o novo console ainda neste ano. O lançamento, porém, estaria previsto para o Natal de 2013.


O que você espera do PlayStation 4? Concorda com as nossas expectativas? Deixe sua opinião nos comentários!




Fontes: Wikipédia, Tecmundo.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Guitarras, guitarras e guitarras

O nome guitarra refere-se a uma série de instrumentos de cordas, que possuem geralmente de 6 a 12 cordas e possuem um corpo com formato aproximado de um 8 (embora também existam em diversos outros formatos), além de um braço, sobre o qual as cordas passam, permitindo ao executante controlar a altura da nota produzida. Existem versões acústicas e elétricas.

Primeiro, vou explicar quais são as partes básicas da guitarra, e suas funções:



1- Headstock ou Mão;
2- Tarraxas: serve segurar as cordas e afinar a guitarra;
3- Trastes: separam as casas da escala. Cada casa em cada corda representa uma nota diferente;
4- Braço. A parte da frente, visível na foto, é a escala;
5- Escudo;
6- Captadores: é por onde o som passa, para então sair no amplificador.
Existem dois tipos:
-SINGLE-COIL: “simples”, tem som mais limpo, estridente.
-HUMBUCKER: duplos, com som mais cheio, mais pesado do que o single-coil;
7- Ponte: onde as cordas ficam presas.
Três tipos:
-FIXAS: ficam totalmente presas ao corpo da guitarra.
-FLUTUANTES: têm alavanca, é mais solta.
-TRÊMULOS: é o meio termo entre fixas e flutuantes, pode-se apenas dar pequenas alavancadas;
8- Corpo.

Agora que já sabem um pouquinho sobre a guitarra aqui vão alguns dos modelos que existem:


STRATOCASTER


A Stratocaster (ou apenas Strato) é o modelo mais famoso entre as guitarras, foi criada originalmente em 1954, por Leo Fender (criador da marca de guitarras fender) e outros amigos dele. Portanto nem precisa dizer, que as primeiras stratos eram da Fender. Hoje em dia praticamente qualquer marca de guitarra tem uma linha de stratos. As stratos comumente tem 3 captadores “singles” , mas alguns modelos tem 2 captadore “singles” e 1 “humbucker” perto da ponte, geralmente ela tem pontes flutuantes, mais pode encontra-las com trêmulos. O timbre da Strato é agudo, devido a madeira. As originais da Fender são feitas de Alder, mas podem ser fabricadas com freijó, mogno, swam ash e marupa, sendo que cada madeira tem um timbre diferente.
Um dos guitarristas mais conhecido que usava uma strato era o Jimi Hendrix e um guitarrista nacional que a usa bastante também é o Edgard Scandurra que era da banda Ira!.

LES PAUL



Criada no começo dos anos 50, com uma parceria entre o presidente de marca de guitarras “Gibson” e o guitarrista de jazz Les Paul (nome artístico de Lester William Poulfus). Por tanto as primeiras Les Paul eram da marca Gidson. Hoje em dia também praticamente qualquer marca de guitarra tem sua linha Le Paul.
Normalmente as Les Paul tem 2 captadores “humbuckers”, cobertos por uma proteção metálica, mas existem modelos com 3 “humbuckers” também. Já a ponte é, normalmente fixa, sem alavancas.
Um dos guitarristas mais famoso por usar um Les Paul é o Slash ex-Guns N’ Roses (que tem uma coleção da mesma) tentei lembrar um guitarrista nacional que usa geralmente uma Les Paul mais não me lembrei de ninguém (se alguém lembrar refresque minha memória).

TELECASTER

                                        

Também um dos primeiros modelos de guitarra criados. Também criada por Leo Fender, essa guitarra, na verdade, veio antes da strato. Normalmente tem 2 captadores “singles”, um na ponte e um no braço. Mas tem diferentes. A ponte é sempre fixa. Ela não é tão conhecida popularmente, mas é uma das mais importantes por ser uma das primeiras guitarras elétricas (Guitarra acústica é mesma coisa que violão), antecessora a lês Paul ou da Strato. Assim como essas duas foi copiada e é produzida praticamente por qualquer marca.
Um dos guitarristas mais conhecido por usar uma Telecaster é o Pepeu Gomes que é um dos melhores guitarristas do Brasil.
FLAYING V / EXPLORER
                                                  
                                              
(obs: não foi encontrada nenhuma gata tocando uma explorer então vai a foto da guita).

São basicamente a mesma guitarra. Os modelos não tão famosos, criados pela Gibson, apesar de ser sim conhecido não são tanto quanto os anteriores. Os modelos foram criados em 1958, mas não vingou, e só depois quando guitarristas (como Hendrix) começaram a usar as guitarras em busca de um visual diferente as guitarras foram relançadas (1967)!.
Assim como os outros modelos varias marcas copiaram o desenho dela. Geralmente usa captadores Humbuckers, na ponte e um no braço.
Jimi Hendrix foi um dos que ajudou a “vingar” a guitarra já que ele usava um Flaying V. Também é bastante vista nas mãos do James Hetfield guitarrista e vocalista da banda Metallica ele usa bastantante tanto a Flaying v quanto a Explorer.

SEMI-ACÚSTICAS

(obs: uma de minhas guitarras é bem parecida com essa de Elvis).


Basicamente é o que acontece se você “fundir” uma guitarra com um violão em um instrumento que tenha a característica dos dois.
Normalmente a captação segue os padrões da Les Paul; nunca vi diferente, costuma ter dois humbuckers e ponte fixa são maiores que as guitarras normais e tem um som natural (sem Amplificação) bem mais forte.
O rei do Blues B.B King é o melhor que utiliza a semi-acústica.

RG OU SUPER STRAT

Surgiram como um modo de “copiar, mas diferenciar” as Stratos, e obtiveram sucesso com isso, se tornando bem populares, variadas e copiadas. Duas marcas muito populares por esse tipo de guitarra é a Ibanez e a Jackson.
Elas se parecem com a Strato no formato do corpo, mas normalmente são mais pontudas e tem o braço mais fino. Podem ter ou não o escudo. A captação varia muito, 2 hambuckers e 1 single no meio, ou 1 hambucker na ponte e 2 singles. Esse tipo de modelo também inclui guitarras de 7 cordas, coisa que nunca vi em nenhum outro modelo.
Um guitarrista que utiliza muito esse tipo de guitarra é o Eddie Van Halen, da banda Van Halen fora as guitarras fabricadas por ele mesmo.

SG


Abreviatura de Solid-guitar, surgiu nos anos 60 foi feita quando a Gibson cansou do design da Les Paul decidiu mudar o formato colocando “2 Cutaway que são aquelas curvinhas” de encaixe na mão – para competir com a Telecaster da Fender.
O guitarrista mais conhecido por usar uma SG é o Angus Young do ACDC como pode ser visto na foto que poupa qualquer comentário.
Existem muitos outros modelos mas estes foram os principais na minha opinião, espero que tenham gostado do post... Abraço e até mais!!!