sexta-feira, 31 de maio de 2013

Uma crítica ao politicamente correto

Comunidade ou favela? Cego ou deficiente visual?

Se você respondeu favela ou respondeu cego, CUIDADO! Você é um politicamente incorreto e pode receber um PROCESSO por ser assim.

Se você se comportar de acordo com seus valores e convicções sem ligar para regras e modismos da sociedade você pode ser rotulado como sendo uma pessoa politicamente incorreta. 

Essa balança de atributos morais que cuida de tudo, que muda de tempos em tempos e muda de acordo com a sociedade e a cultura, tem deixado muita gente de cabelo em pé. A causa disso tudo é justamente o contrário do politicamente incorreto. Eu me refiro as pessoas POLITICAMENTE CORRETAS.



A patrulha do politicamente correto está sempre atenta a todas as formas de comunicação e cultura sejam em sites, letras musicais, programas humorísticos e etc.

Dessa patrulha, nem o  literário Monteiro Lobato escapou de ser chamado de racista. Tudo isso por causa do livro "Caçadas de Pedrinho", publicada no século passado.

"Sim, era o único jeito – e Tia Nastácia, esquecida dos seus numerosos reumatismos, trepou que nem uma macaca de carvão pelo mastro de São Pedro acima, com tal agilidade que parecia nunca ter feito outra coisa na vida senão trepar em mastros."  - Trecho do livro "Caçadas de Pedrinho" no qual Tia Nastácia tenta fugir de uma onça.

Na atualidade, o humor que sempre tem um alvo, adora atacar a minoria e se faz rir com piadas que exacerba os defeitos de determinados grupos, encabeça a lista da patrulha do politicamente correto.

Na música muitos compositores não se preocuparam em rasgar o verbo e talvez hoje a clássica marchinha " Olha a cabeleira do Zezé" seria considerada homofóbica. Já a letra de "Lora Burra" composta por Gabriel O Pensador para muitos é preconceito com as loiras, mas  para o cantor foi apenas uma maneira de falar de mulheres bem belas, mas com pouco conhecimento cultural.

Nos últimos anos alguns termos tiveram que mudar de nome é o caso das favelas que passou a se chamar comunidade. Se for pensar bem, virou uma preocupação maior com o nome do que pensar na condição vivida com a própria moradia.

Seguindo essa cartilha do politicamente correto, até o tradicional bolo "Negra Maluca" teria que se chamar bolo afro-descendente com distúrbio neuropsiquiátrico.



Mas afinal, o que seria realmente de mal gosto? Será que hoje em dia as pessoas deixam de falar o que pensam para agradar a maioria?  

Eu, particularmente utilizo bastante as redes sociais e gosto de opinar sobre tudo e utilizo muito bem da ironia. Eu uso minha ironia para criticar famosos, religiosos, políticos e também os defeitos da democracia.

Inúmeras vezes já me deparei com críticas por causa de comentários que eu fiz nos facebook, ou até mesmo neste próprio blog. Sem falar também as inúmeras críticas que recebo por postar determinadas imagens ou fotos. É constante outras pessoas se queixando e dizendo que vão me bloquear ou simplesmente me excluir das redes sociais. Para mim, essas pessoas que dizem ter um comportamento de politicamente correto estão fazendo de certa forma uma espécie de censura, pois querem coibir minhas formas de expressões. 

Me incomoda também os falsos politicamente corretos que são aqueles que te criticam em tudo, mas que por debaixo dos panos são totalmente o oposto que dizem ser.

O politicamente correto, muitas vezes, é uma forma de lançar contra você uma imagem ou uma coisa que você não é. E hoje em dia todo mundo se ofende com qualquer coisa. 

Atualmente quando você vai expressar alguma coisa, você tem que pensar na palavra que vai falar, pensar no que o outro vai sentir com aquilo que você vai falar e no final você acaba com medo de ser perseguido e ser processado, de perder o emprego e sabe mais o que. E isso de certa forma é uma forma de censura.

Eu acho, com todas as letras, que o politicamente correto não passa de uma mentira moral que está se espalhando.

Tudo cresce na internet seja o politicamente correto ou o impoliticamente, ou seja, um comentário banal pode virar algo que tome proporções que foge do nosso alcance. 

Na internet você pode linchar, você pode ameaçar quem você quer ( entre aspas), por outro lado, já na mídia o politicamente correto prevalesse grandiosamente, mas só não domina completamente pois ainda possuem resistências.

Agora é justo uma pessoa cheia de inspiração deixar de escrever uma palavra com receio de ferir um grupo ou uma minoria?

Vale lembrar também a censura que o humorista Rafinha Bastos recebeu por fazer uma piada ( de péssimo gosto) sobre a cantora Wanessa ex Camargo. De fato foi algo inoportuno, mas eu sempre digo que o único crime que uma piada pode cometer é de ela ser sem graça. A única coisa que você pode achar de uma piada é se ela é engraçada ou não.



Na sociedade atual até as pessoas que defendiam a liberdade de expressão entraram no jogo do "to me sentindo ofendido", onde, uma pessoa que antes possuía enormes qualidades, dignas de elogio faz um simples comentário, acaba fazendo com que as outras pessoas esqueçam o que você é de fato e acabam querendo lhe obrigar  a pedir desculpas públicas. Um fato que teoricamente mancha a pessoa.

As pessoas que se dizem moralistas se sentem acima das demais pessoas, mas nós sabemos que não é bem assim.

Há também aquelas pessoas que se fazem de coitado, grupos ou indivíduos que reivindicam tudo. Tudo eles têm que ser indenizados, tudo eles têm que ser protegidos. Pessoas que pensam que estão em extinção e se você falar alguma coisas sobre eles você é um monstro.

Não quero dizer que não haja responsabilidade. Não é que você tenha o direito de simplesmente sair falando qualquer coisa. Mas nem tudo o que você fala tem que ser levado a um juiz moralista.

A gente tem que aprender a não fazer piada de mal gosto, como por exemplo, aquelas  determinadas  coisas que os homens falam entre si quando não tem a presença de mulheres ou vice e versa.

Eu sou do tempo em que se fazia gozações que geravam punições na escola, mas não passava disso. A vida seguia. Hoje em dia é chamado de bulliyng, ato que provoca reações muito fortes na comunidade escolar e na imprensa. Hoje em dia virou uma paranoia, mas isso sempre existiu e meio que criaram o termo bulliyng para tentar controlar algo que não é para uma pessoa  fazer, mas na realidade as gozações sempre vão continuar, o problema é como são vista na sociedade atual.

O fato é que nem sempre o caminho para se ajudar as pessoas é adotando o politicamente correto, as vezes a melhor forma é voce ajudar de uma forma mais eficaz.

Pra finalizar, tenho a certeza de que terá pessoas que vão ler este texto e vão querer virar imediatamente um politicamente incorreto, mas lhe digo: "Não sejam pessoas que se obrigam a ser politicamente incorretos o tempo todo, as vezes pelo simples fato de querer chamar atenção. Chutar o balde pega, então às vezes a pessoa utiliza desse artificio para tentar se mostrar como pregador da liberdade de expressão, mas nem sempre isso é a verdade."

Pensem sobre tudo o que falei e se tiverem alguma opinião à respeito, deixem nos comentários. E se quiserem conhecer também um pouco das besteiras que eu falo nas redes sociais, sigam meu twitter @danfurquim ou me adicione no facebook Daniel Furquim. Mas se forem me adicionar para ficarem me censurando, acho que não será uma boa ideia. 

Abraços a todos e não se esqueçam de curtir nossa página no facebook clicando no botão azul logo abaixo do painel eletrônico no canto alto a direta. Até a próxima postagem.

Texto baseado de uma entrevista vista no programa Canal Livre da Rede Band do dia 26/05/2013

terça-feira, 28 de maio de 2013

Impressoras e seus tipos

No último dia 23 eu vi uma reportagem no site globo.com falando sobre uma peça feita em uma impressora 3D que foi usada para manter as vias aéreas de um menino abertas salvando assim a sua vida. É a tecnologia sendo mais uma vez usada em pró da saúde. 

Baseando-se nessa notícia, que você pode vê-la na íntegra aqui, o blog  Fala-ê traz para você um pouco da história da evolução desse equipamento muito útil em nosso dia-a-dia. Acompanhem: 

A evolução da impressora

Sem dúvida, as impressoras são equipamentos muito importantes hoje em dia. Os mecanismos proporcionam a impressão com uma imensa rapidez e facilidade, ideia que vem desde as passadas máquinas de escrever. Com isso, é fácil entender que, de uma forma ou de outra, a impressora foi uma espécie de resultado de modernização do antigo aparelho.





São diversos modelos de impressoras, entre eles a impressora matricial, jato de tinta, laser, sublimação e agora a fantástica impressora 3D.


Impressora matricial 



A impressora matricial é um tipo de impressora de impacto (que recorre principalmente a processos mecânicos para imprimir papel – é umas das tecnologias mais antigas de impressão), cuja cabeça é composta por uma ou mais linhas verticais de agulhas, que ao colidirem com uma fita impregnada com tinta, imprimem um ponto por agulha. A definição da qualidade da impressão depende, basicamente, do número de agulhas na cabeça da impressão.  Apesar de ser considerada antiga, ainda encontram uso em aplicações, como: impressão de documentos fiscais; sistemas onde é necessário manter um custo baixo e grande volume de impressão.

Impressoras em jato de tinta 






As impressoras em jato de tinta são as impressoras mais utilizadas atualmente. Esta impressora possui baixo custo e pequeno porte; alta qualidade na impressão (em papeis específicos), fácil uso e manuseio; baixo custo para pequenas tiragens e não utiliza matriz cara (chapas, telas, etc). Porém, por outro lado, a impressora não é resistente à água, impressão demorada em alta qualidade, frágil, limitação de suporte e baixo rendimento das tintas.


Impressora a laser 





A impressora a laser produz resultados de grande qualidade para quem quer desenho gráfico ou texto, utilizando a tecnologia do laser. Esta impressora utiliza o raio laser modulado para a impressão e envia a informação para um cilindro, através de raios laser. O modelo de funcionamento é muito semelhante ao das fotocopiadoras.

Impressoras de sublimação




Já as impressoras de sublimação, utilizam o calor para transferir a tinta sob a forma de gás para um papel especial, com cobertura plástica, ou para matérias como alumínio, aço inox ou tecido com no mínimo 30% de poliéster. Essas impressoras utilizam cartuchos de tinta independentes, que são como fitas. Esta tecnologia é ideal para imprimir fotografias e pinturas, porém, seu custo é bem elevado.

Impressora 3D




E por fim, a impressora 3D, que usam fios de plástico que são carregados por um tubo quente que esquenta o material até deixá-lo bem fino. Os objetos 3D são desenhados camada por camada por esse fio quase líquido. Mas neste caso, para imprimir os objetos, é necessário utilizar programas que criam desenhos tridimensionais, por exemplo, o AutoCAD.


Veja abaixo um vídeo dessa maravilha funcionando:





Vou ficando por aqui. Espero que tenham gostado e aprendido mais sobre a maravilha dessa tecnologia.

Fonte

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Obrigado por tudo, Neymar



É bem complicado vir aqui falar, como brasileiro e como Santista, que o melhor jogador que vi jogar no meu time esta de saída, mas a verdade é que só me resta agradecer.

Obrigado por errar na ação, e não na omissão. Obrigado por não desrespeitar a vergonhosa torcida nacional quando gastam centenas de reais para ir a um estádio apenas para de ofender. Obrigado por manter o seu cabelo do jeito que você queria, não se importando o que os outros pensam. Obrigado por dar shows e aulas com toda a sua habilidade. Obrigado por reconhecer que errou, e não ter repetido. Obrigado por ter reanimado a pequena torcida do meu time, que não vivia tantas alegrias desde o Robinho. Obrigado por nos ensinar que o futebol pode ainda ser bonito. Obrigado por fazer o que gosta, feliz e alegre. Obrigado por trabalhar sorrindo. 

Posso dizer que jamais verei a alegria de um jogador ao exercer a profissão como vi a sua, Neymar. Só me resta agradecer por tudo. Cale a boca daqueles "brasileiros" clubistas que tanto te criticam, mas no fundo sonhariam em te ter no time do coração. Vá em paz, mas volte um dia, para ser idolatrado novamente pela torcida que tanto te amou.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Copa das Confederações 2013

No próximo dia 16 será realizada a abertura oficial da Copa das Confederações 2013 que neste ano será realizada aqui no Brasil. O Jogo de estreia será entre os anfitriões e a seleção Japonesa de futebol.

O Blog Fala-ê trás agora para vocês a tabela completa da competição e algumas curiosidades sobre este torneio que é disputado desde 1992.

A Copa das Confederações é um torneio de futebol organizado pela FIFA entre seleções nacionais a cada quatro anos (a partir de 2005, anteriormente a cada dois anos). Os participantes são os seis campeões continentais mais o país-sede e o campeão mundial, perfazendo um total de oito países.

A primeira edição foi disputada na Arábia Saudita, em 1992 sendo chamada de Copa Rei Fahd. Percebendo o grande sucesso que a competição fez, a FIFA resolveu tomar posse das organizações. A terceira edição, também na Arábia Saudita, teve seu status incrementado, o número de países participantes aumentado para oito e o nome mudado para Copa das Confederações da FIFA.

A partir de 2001 o torneio passou a ser disputado no país sede da Copa do Mundo como forma de preparar o país para a maior competição do futebol mundial.

Acompanhe agora alguns vídeos que eu separei e algumas curiosidades das edições anteriores:

Copa Rei Fahd - Arábia Saudita - 1992

Nessa primeira edição do torneio, participaram do evento apenas a própria Arábia Saudita e outras três seleções convidadas: Costa do Marfim, Estados Unidos e Argentina – que acabou vencendo a competição.
Veja abaixo o vídeo com os gols e os melhores momentos da partida final disputada entre Arabia Saudita e Argentina.




Legal poder rever lances do eterno "El Batgol" Gabriel Batistuta e do carrasco Brasileiro na copa de 1990 Claudio Caniggia .


Copa Rei Fahd - Arábia Saudita - 1995

Em 1995, novamente a Arábia Saudita promoveu a competição. Desta vez, seis seleções disputaram o evento – Argentina, Dinamarca, Japão, México, Nigéria e a seleção anfitriã – Arábia Saudita. A grande surpresa ficou por conta do título conquistado pela Dinamarca que bateu a Argentina na grande final por 2 a 0




A base da seleção Argentina ainda era a mesma campeã a 3 anos antes, porém foram surpreendido pela equipe dos irmãos Laudrup. Chupa Argentina.

Copa das Confederações - Arábia Saudita - 1997

Apesar de continuar a ser realizado na Arábia Saudita, o torneio já passou a contar com oito seleções representando os seis continentes. Nesta edição, a Seleção Brasileira fez a sua estreia em grande estilo, conquistando o título e ainda por cima aplicando uma goleada história na Austrália de 6 a 0. Veja abaixo o vídeo completo dos jogos da seleção no torneio.




Sem dúvida nenhuma o melhor ataque que a Seleção Brasileira já teve que eu tenha visto. Não vivi os anos 80 nem antes disso, mas um ataque com Ronaldo e Romário não é pra qualquer seleção.

Copa das Confederações - México - 1999

O torneio foi disputado no México que soube muito bem aproveitar a vantagem de jogar em casa e levou o título da competição ao derrotar a seleção canarinho na final por 4 a 3 em um jogo marcado por várias falhas individuais.




Uma seleção que parecia mais a turma dos Trapalhões. Odvan na zaga não dá nem pra comentar.

Copa das Confederações - Coreia do Sul e Japão - 2001

Foi a primeira vez que o torneio serviu de preparação para a Copa do Mundo. Quem ficou com o título dessa edição foi a França derrotando o Japão na grande final por 1 a 0. Não tenho o vídeo da final, mas postarei o vídeo da derrota da Seleção Brasileira para a Francesa.



Seleção Brasileira eterna fregues da França.

Copa das Confederações - França - 2003

Pela segunda vez seguida a equipe da França ganha o torneio vencendo na final a Seleção de Camarões por 1 a 0. Porém, a Copa das Confederações de 2003 não será lembrada apenas pelas boas jogadas dos franceses, mas também, e infelizmente, pela morte em campo do jogador camaronense, Marc- Vivien Foe.
O meia, de 28 anos, sentiu-se mal aos 27 minutos do segundo tempo da semifinal entre Camarões x Colômbia. Apesar de várias tentativas para reanimá-lo, tanto em campo como nos vestiários, Foe não reagiu e faleceu. O jogo continuou e os jogadores camaronenses só foram informados da morte do companheiro após o término da partida que culminou com a vitória de Camarões por 1 a 0. A partida final, contra a França, foi disputada sob muita comoção. Além do tradicional "um minuto de silêncio", o estádio contou com um pôster gigante de Foe com a seguinte frase – “ Um heroi nunca morre, apenas descansa”.
O vídeo abaixo é uma homenagem ao jogador que achei na internet.




Copa das Confederações - Alemanha - 2005

 A partir desta edição o evento  passaria a ser disputado de quatro em quatro anos, sempre no ano anterior ao da realização da Copa do Mundo. Essa edição foi disputada na Alemanha e o Brasil foi o grande campeão ao derrotar a seleção da Argentina por 4 a 1 na grande final.




Chupa Argentina de novo.

Copa das Confederações - Africa do Sul - 2009

Nesta edição mais uma vez o Brasil foi o grande campeão com uma vitória heroica e de virada em cima da Seleção Norte Americana por 3 a 2.



Nada como ver o Galvão Bueno narrando os jogos da seleção. Só que não.

Copa das Confederações - Brasil - 2013

Agora no Brasil como será o final? Veja abaixo a tabela da primeira fase:

GRUPO A
JogoData - HorárioLocalResultados
115/06 16:00BrasíliaBrasil
Japão
216/06 16:00Rio de JaneiroMéxico
Itália
519/06 16:00FortalezaBrasil
México
619/06 19:00RecifeItália
Japão
922/06 16:00SalvadorItália
Brasil
1022/06 16:00Belo HorizonteJapão
México

GRUPO B
JogoData - HorárioLocalResultados
316/06 19:00RecifeEspanha
Uruguai
417/06 16:00Belo HorizonteTaiti
Nigéria
720/06 16:00Rio de JaneiroEspanha
Taiti
820/06 19:00SalvadorNigéria
Uruguai
1123/06 16:00FortalezaNigéria
Espanha
1223/06 16:00RecifeUruguai
Taiti


Vou ficando por aqui, espero que tenham gostado do artigo e eu espero vocês aqui no blog para falarmos do Campeão da edição 2013. Abraços


Referência
FIFA