segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Osamu Tezuka, o pai do mangá e do anime

Aquilo que hoje conhecemos como mangá e anime não existiria, se não fosse o maior dos criadores japoneses de quadrinhos e animação. Sua grande produtividade e suas técnicas e gêneros pioneiros transformaram o mundo das histórias em quadrinho no Japão. Porém, ele não é o inventor dos mangás, ele é o autor que os popularizou.  Por isso, é lembrado por muitos no Japão como o “pai do mangá moderno”. Osamu Tezuka é o “divisor de águas” da história do mangá e do anime. 




Nascido na cidade de Osaka em 1926 , filho de uma família de classe média, ele logo revelou uma forte tendência para criar histórias e desenhar. Suas grandes influências vinham das tiras cômicas que eram publicadas nos jornais e dos desenhos animados do pioneiro Walt Disney. Aos 13 anos, ele já desenhava quadrinhos cômicos para seus colegas de escola.

Seu primeiro "best-seller" foi criado em 1946:  Shin Takarajima (A Nova Ilha do Tesouro) – uma história em quadrinhos na forma de storyboard de desenho animado, misturando pela primeira vez elementos da linguagem cinematográfica aos quadrinhos, algo que se tornou a característica do mangá moderno. 

Depois, Tezuka publicou a série Jungle Taitei (Kimba, o Leão Branco) a partir do sucesso de Kimba, pôde publicar outros sucessos sem tantas dificuldades. Foi então que surge sua obra mais famosa: Tetsuwan Atomu (Astro Boy).



Tezuka tinha o sonho de produzir animação em série no Japão nos moldes das animações de Walt Disney. Formou, então, um estúdio próprio em 1961, com o nome de Tezuka Osamu Production, depois chamado Mushi Production. Em 1963, Tezuka finalmente realizou seu sonho de produzir animação em série no Japão, com a estréia na TV da versão em anime de Tetsuwan Atomu, realizada por sua própria produtora, a Mushi Productions. 




Essa  foi uma das primeiras animações da televisão japonesa, que daria origem a uma explosão de animações (ou animes). Em 1964, Tezuka se tornou o primeiro produtor de anime a exportar uma série para o exterior, quando Tetsuwan Atomu (Astro Boy) passou a ser exibida nos Estados Unidos.




Seus mangás tinha estilos próprios como os olhos enormes, grandes e distintos, que depois passou a ser incorporada em quase todos os mangás e animes japoneses. Muitos outros artistas não japoneses também utilizaram deste estilo como em Betty Boop, por Max Fleischer e até Walt Disney, na criação do personagem Bambi e Mickey Mouse.

As produções dos trabalhos de Tezuka publicadas no Japão incluem mais de 400 volumes, com mais de 80.000 páginas, mesmo assim muito material acabou ficando de fora. Na realidade, o acervo completo de seus trabalhos inclui mais de 700 mangás, com mais de 150.000 páginas, mas a maioria deste vasto trabalho nunca chegou a ser traduzida do japonês original e assim ficou inacessível para as pessoas que não sabem ler o idioma japonês.

Já firmado e famoso como artista, Tezuka procurou divulgar os quadrinhos japoneses ao redor do mundo e aumentar as relações entre os autores de diversos países, foi assim que conheceu o francês Moebius e se tornou amigo pessoal do cartunista brasileiro Maurício de Sousa e esteve no Brasil em 1984.

Apesar da sua vasta experiência e conhecimento de mangá e anime, jamais falou mal de qualquer trabalho.

Antes de Tezuka, os personagens de mangá não tinham olhos grandes e o anime mal existia. Depois dele, a história cultural do Japão mudou para sempre.

Tezuka morreu em 1989 de câncer de estômago e até hoje os japoneses e fãs de mangá e anime no mundo inteiro se referem a ele com o título de “Mangá no Kamisamá” (o Deus do Mangá). Hoje, a obra de Tezuka permanece viva através de um museu e de sua produtora, dirigida por seu filho.





Referências:

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Como surgiram algumas coisas na internet

Você sabe quem postou a primeira foto na web? Você sabe a origem do Youtube? Sabe qual foi o primeiro site pornô? Descubra essas e outras curiosidades assistindo o vídeo a seguir.





Esse foi somente algumas curiosidades da internet. Se gostou do vídeo e tem muitas outras curiosidades sobre tudo, acesse o canal do Diario do Curioso.

Vou ficando por aqui. Espero que tenham gostado e continuem nos visitando. Abraços.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Luta com laser

Perambulando na internet me deparei com esse vídeo de uma apresentação com lasers. Trata-se de uma espécie de luta super bem feita onde as luzes dão o toque especial.




Sensacional não é mesmo? 
Pois bem por hoje encerro com esse show de luzes e espero que todos tenham gostado. Abraços

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Boleiragem: a maior inimiga do futebol brasileiro!

Hoje só irei reproduzir aqui no blog, uma crônica que li no Lance Activo e achei um ponto de vista muito bom e verdadeiro. O autor da crônica é Flávio Baldoni. Boa leitura...
"Segundo um popular dicionário informal da internet, boleiro "é aquele cara que acha que joga muito futebol e fica fazendo graça e firula na cara dos marcadores". Quem conhece o meio futebolístico, no entanto, sabe que a realidade extrapola essa definição, e que ser boleiro não é uma característica que se restringe às quatro linhas, mas um estilo de vida criado no Brasil.
A boleiragem requer que seu adepto assuma uma série de comportamentos dentro e fora dos gramados brasileiros: a ostentação de ouro e joias, os carrões importados, as badalações noturnas, o culto ao pagode, a exacerbação da sexualidade, tudo em decorrência dos salários pagos aos artistas do espetáculo que é o futebol no mundo contemporâneo. Mas e dentro de campo? Bem, não é mais tão comum que os boleiros deem muita importância ao que acontece nas partidas. Ter um título de nobreza como o de "Rei das Pedaladas" pode valer muito mais para um boleiro do que ser protagonista da seleção de seu país na conquista de um título importante. Mesmo assim, o legítimo boleiro não pode se furtar a prender e passar o pé em cima da bola quando de sua posse, manter-se na ignorância em relação aos esquemas táticos e repetir chavões em entrevistas para a televisão.
A boleiragem é, de certa forma, a evolução do que antes se chamava malandragem. O que acontece é que em algum momento a evolução se deu pela via errada. Um possível motivo seria o avanço da tecnologia, das mídias sociais, dos smartphones e bugigangas afins. Ao invés de usarmos a democratização do acesso ao conhecimento para evoluirmos, acabamos involuindo. Que é interessante para alguns indivíduos manter a massa na ignorância, isto é um fato. E o que é mais eficiente do que colocar os próprios jogadores na posição quase mítica de modelo comportamental para a pátria de chuteiras?
Esta não é uma crítica ao futebol, tampouco ao pagode ou à vida privada dos protagonistas deste enorme business chamado futebol. É, sim, um apelo para a evolução intelectual e comportamental de todo o meio futebolístico brasileiro. Ganhar salários astronômicos não implica seguir a cartilha do bom boleiro. É sim uma oportunidade de adquirir cultura, pensar no meio como uma classe e buscar melhorias.
Aliás, muito jogadores e treinadores quando se deparam com culturas diferentes, especialmente em países que não têm um alto índice de incidência da boleiragem, percebem que  o sucesso financeiro lhe permitem o acesso à cultura, muito embora não seja este o comportamento comum do legítimo boleiro — este acaba por arrumar uma desculpa do tipo "senti saudades do arroz com feijão e farinha" e resiste à evolução cultural.
E, como citado, o fenômeno atinge treinadores e outros profissionais do futebol, também. A ponto de a Seleção Brasileira ser dirigida por um técnico que viveu muito tempo fora do Brasil e voltou reconhecendo a boleiragem como a grande vilã que de fato é. A prevenção da boleiragem ainda pode ser reforçada pelas más recordações do coordenador técnico da Seleção, amante da cultura e das belas artes, que viu o seu quadrado mágico afundar pelo "bonde" que se formou na Copa. As evidências podem ser constatadas com as ausências na lista de convocados de nomes como Robinho e Ronaldinho Gaúcho, ícones deste movimento.
Parece um caminho sem volta. Afinal, a cultura de demitir um treinador pelos maus resultados já evidencia que a boleiragem atingiu o sistema nervoso do futebol brasileiro. Mas ainda há esperanças, a começar por você que leu este texto até o final."
Fonte: Lance Activo!

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

O que te leva ao suicídio?

Primeiramente, matar-se não é a solução. Acabar com a própria vida não solucionará os seus problemas, até porque, você morrerá, mas eles ainda sim, permanecerão vivos.



Tudo parece dar errado não é? Nada acontece como você quer. Na vida pessoal, profissional, social... As pessoas não o compreende, os problemas surgem sem que você os procure. Você está estressado, chateado, triste, magoado, com raiva. Sua vida está de pernas para o ar. Fora os problemas dos outros que, muitas vezes, passam a serem os seus. Todos apontam o dedo para te julgar, não há sequer, uma crítica construtiva. A indignação te consome e vai dando lugar à tristeza. A primeira coisa que você faz é se isolar do mundo. Sozinho, você pode sofrer porque só você se entende. Porém nem você mesmo suporta, tem vontade de fugir de si próprio, mas não consegue se livrar desse peso, desse fardo carregado em teu peito que fica cada vez mais aparente, não só física, mas psicologicamente também.

Nesses casos, alguns querem matar todo o mundo, outros preferem acabar com a própria vida. Muitos resolvem destruir a vida dos outros buscando uma satisfação de sofrimento alheio, a maioria se destrói: se droga, fica embriagado e em último caso se mata. Não vê outra alternativa, há uma influência, uma pressão muito forte. Uma sombra inexplicável que invade a mente fazendo com que o corpo responda à negatividade dos pensamentos.
Se existe dentro de ti uma alma depressiva, não significa que você deve permanecer no abismo e procurar o buraco mais fundo para afundar-se.

Ultimamente, tenho visto, vários casos de suicídio que vocês já sabem ao que me refiro. Pessoas que poderiam ser salvas, mais do que isso: salvar-se.

É óbvio que é necessário  um mínimo de melancolia para que se alcance a felicidade. Teoria essa comprovada por muitos seres humanos, que ainda desconheça.
Primeiramente seja feliz. Ao ser feliz você se torna uma pessoa acomodada, pelo fato de que você não tem tristeza. Tendo felicidade você pode alcançar a tristeza. Mas não se mate!

Existem inúmeras maneiras de você ficar triste. E existe você. Sim, você leitor que ainda está vivo, você pode mudar essa realidade. Buscar a tristeza é como buscar a escravidão, o mal, a depressão, a infelicidade. Veja sempre um lado positivo em meio a uma carga negativa.

Nunca é tarde para recomeçar. E é na tristeza que se fortalece a fé, se adquire maturidade para enfrentar os problemas da vida que vem naturalmente, sem que seja necessário buscá-los, como muitos fazem, tentando o suicídio. Se algo tem que morrer, que mate então o seu pessimismo e saiba tirar algo bom de cada momento ruim vivido por você. Mas jamais se esqueça: "Tente, levante sua mão sedenta e recomece a andar, não pense que a cabeça aguenta se você parar... Tudo passa, tudo passará"

Tente outra vez / Metal contra as nuvens - Raul Seixas e Legião Urbana. 

terça-feira, 17 de setembro de 2013

O grande campeão da "Corrida Maluca"

Em 1968, Jerry Eisenberg e Iwao Takamoto criaram para os estúdios Hanna-Barbera um novo conceito de desenho animado. Em vez de um personagem central e seus amigos e inimigos, ou um pequeno grupo de personagens principais, a série "Corrida Maluca" trouxe mais de vinte protagonistas, todos participantes de uma louca corrida onde valia tudo, menos perder.

Eram 11 competidores brigando pelo título de volante mais biruta do mundo, porém a série jamais teve um final. Ao todo teve 17 episódios tendo duas corridas em cada, totalizando, assim 34 provas, mas o grande campeão nunca foi mostrado na série.

Como não teve um final propriamente dito, muitos fãs começaram a usar como base a pontuação da fórmula 1 para indicar o verdadeiro campeão. Sendo assim:

1º lugar 25 pontos
2º lugar 18 pontos 
3º lugar 15 pontos

Baseando-se nesses números, o blog trás agora a classificação geral da "Corrida Maluca" e o grande campeão.

1º Lugar -  Irmãos Rocha




CARRO 1: Carro de Pedra

1ª posição: 3 vezes

2ª posição: 8 vezes

3ª posição: 3 vezes

PONTUAÇÃO TOTAL: 264


2º Lugar - Rufus Lenhador




CARRO 10 : Carro-Tronco

1ª posição: 3 vezes

2ª posição: 6 vezes

3ª posição: 4 vezes

PONTUAÇÃO TOTAL: 243


3º Lugar - Quadrilha da Morte



CARRO 7: Carro à Prova de Balas

1ª posição: 4 vezes

2ª posição: 5 vezes

3ª posição: 2 vezes

PONTUAÇÃO TOTAL: 220


4º Lugar - Irmãos Pavor




CARRO 2: Cupê Mal-Assombrado

1ª posição: 3 vezes

2ª posição: 3 vezes

3ª posição: 6 vezes

PONTUAÇÃO TOTAL: 219


5º Lugar - Penélope Charmosa



CARRO 5: Carrinho pra Frente

1ª posição: 4 vezes

2ª posição: 2 vezes

3ª posição: 5 vezes

PONTUAÇÃO TOTAL:211


6º Lugar - Barão Vermelho




CARRO 4: Lata Voadora

1ª posição: 3 vezes

2ª posição: 4 vezes

3ª posição: 3 vezes

PONTUAÇÃO TOTAL: 192


7º Lugar - Professor Aéreo



CARRO 3: Carro Cheio-de-Truques

1ª posição: 3 vezes

2ª posição: 2 vezes

3ª posição: 5 vezes

PONTUAÇÃO TOTAL: 186


8º Lugar - Tio Tomás e Urso Chorão




CARRO 8: Carroça a Vapor

1ª posição: 4 vezes

2ª posição: 1 vezes

3ª posição: 4 vezes

PONTUAÇÃO TOTAL: 178


9º Lugar - Peter Perfeito





CARRO 9: Carrão Aerodinâmico

1ª posição: 4 vezes

2ª posição: 2 vezes

3ª posição: 2 vezes

PONTUAÇÃO TOTAL: 166


10º Lugar - Sargento Bombarda




CARRO 6 : Carro Tanque

1ª posição: 3 vezes

2ª posição: 1 vez

3ª posição: Nenhuma vez

PONTUAÇÃO TOTAL: 93



11º Lugar - Dick Vigarista





CARRO 00 :  Máquina do Mal 

1ª posição: Nenhuma vez

2ª posição: Nenhuma vez

3ª posição: Nenhuma vez

PONTUAÇÃO TOTAL: 0

Por ironia, a Máquina do Mal era aparentemente o carro mais veloz e mais bem equipado do desenho e mesmo assim Dick Vigarista jamais chegou a vencer a corrida!

Na realidade ele chega a vencer uma corrida, mas é desclassificado pelos juízes por ter trapaceado na chegada. Teve também a corrida que ele está na frente na reta final, mas abre mão da vitória só para "dar um autógrafo" para Muttley seu cachorro "fiel".

É isso pessoal. O post termina aqui e parabéns para os Irmãos Rocha. Abraços a todos.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Postagem 1000!

Passaram-se 3 anos e 6 meses desde a primeira postagem aqui no blog. De lá pra cá falamos de muitas coisas e hoje, respectivamente 16 de Setembro de 2013, chegamos a marca de 1000 postagens. E para marcar essa data, nada melhor do que uma postagem especial com o que de melhor passou por aqui e foi publicado.

Antes de mais nada, vamos destacar as pessoas que contribuíram para que essa marca fosse alcançada.

Desde a primeira postagem até a data de hoje, já passaram por aqui 14 escritores. Foram eles: Matheus Silva, Everton Gomes, Vinicius Lima, Alan John, Luan Hunzicker, Rochelly Diniz, Daniela Pereira, Jonas Furquim Jr , Elma C. Lopes, Glauciele Alves, Ronny Souza, Sylanne Chrystinne, Paulo Giannini e Daniel Furquim. Sem contar os escritores convidados, como a Daiane Gama, o Guilherme Mariano, o Glaucides Alves, a Joyce Correia e o Rafael Ferreira.

Então, reunimos alguns dos principais escritores que já passaram por aqui para que eles escolhessem a sua postagem especial. Não precisava ser a melhor postagem dele, ou a mais popular e sim aquela que fosse importante e pedimos também para que cada um explicasse o porquê da escolha. Veja o resultado:


Bem, já foram mais de 3 anos de postagens. Umas que me enchem de orgulho, outras me sinto bem pelo reconhecimento, algumas, me arrependo. Mas do que não me arrependo é fazer parte desse blog, mesmo que momento possuindo a distância gerada pela Fuvest. E que essa seja o marco de uma transição do blog. 1000 Postagens, espero que sejam os primeiros 1000, de verdade.






Não consegui ver meus posts mais antigos para poder relembrar bem, mas os meus três mais favoritos são o do Aniversário do centenário do Corinthians, o post sobre os Super heróis negros e o Phonema.






Os posts que mais gostei foram, Séries de TV de Maior Sucesso, Franquias de Jogos de Maior Sucesso e As franquias do cinema de maior sucesso. Porque são os assuntos de entretenimento que eu  mais me interesso. Eu adoro filmes, amo séries e games. Essas são uma das minhas paixões então eu me orgulho de ter escrito esses posts. Foi bem cansativo, pois todos eles têm mais de uma parte, foi trabalhoso, porém divertido de fazer.





Hmmm...foi difícil, pois gosto muito do post inútil, por ter sido o primeiro e por ter retratado exatamente aquilo que eu sentia de uma maneira da qual me identifiquei profundamente, por ter sido tão íntimo e verdadeiro. Por outro lado, o Summa Daemoniaca foi algo que eu gostei de escrever, pois foi um livro no qual eu esclareci minhas dúvidas e explicando de uma forma clara e objetiva as minhas curiosidades. Então escolho os dois.





Eu gostei mais de escrever sobre os Truques escondidos do google, porque era uma curiosidade minha e pensei que seria de outras pessoas também.  Além é claro de ser algo bem divertido e legal. 





O Complexo futebol americano, é a minha postagem mais importante por um motivo bem simples. Foi a que eu mais gostei de escrever por trata de um assunto que eu gosto e acompanho. Mais do que isso, acho que ela foi uma postagem útil para quem leu, pois em vez de se tratar de curiosidades ou fatos que necessariamente não mudam o dia de ninguém, esse texto ensina bem as regras de um esporte que não é tão simples de entender. Para quem leu e realmente passou a acompanhar o futebol americano, tenho certeza de que o post foi de grande ajuda.





Meu post favorito seria outro, mas como já vou falar dele logo mais abaixo, no tópico da postagem mais vista do blog, escolhi a crítica ao politicamente correto. Acredito que foi meu artigo mais bem escrito e foi uma espécie de desabafo em forma de protesto.



Relembre agora outras pessoas que já deixaram seu texto aqui:


Seu textos tiveram bastante importância para o blog e um deles nos rendeu até ameaça de processo. Tivemos que tirar o texto do ar, mas valeu a pena o desabafo.





Se destacou muitas vezes por seus desenhos. Este desenho feito por ele dos componentes do blog, desencadeou muitas outras imagens de sucesso.





A queridinha do blog foi por muito tempo a única mulher a escrever para o blog. Seus textos deu o toque feminino que este blog precisava.






Pediram para que ele escrevesse um texto sério para o blog e o resultado foi esse. Em outra oportunidade ele escreveu um artigo sobre algo que ele gostava muito e o sucesso foi absoluto.





Tinha uma visão interessante de mundo. Escreveu pouco para o blog, mas em sua curta passagem deixou uma mensagem para um mundo sem discriminação.






Essa tinha um perfil excêntrico, mas tinha coerência no que falava. Pena que ficou pouco tempo. 




Veja agora algumas curiosidades:



Postagem com maior número de comentários ( foi também a primeira postagem que obteve algum sucesso no blog)


Pois bem, vamos ficando por aqui nessa postagem especial. Espero de coração que tenham gostado, pois eu gostei muito de relembrar. Obrigado àqueles que acompanham ao blog. E aguardem mais mil postagens. Abraços.

sábado, 14 de setembro de 2013

Músicas ilustradas

Já pensou na sua música preferida representada por desenhos? Pois é justamente isso que o Tumblr do logomusica faz.

A página em questão pega o trecho de uma música e simplesmente faz uma ilustração baseada nela. O resultado é muito legal.








Para você ver essas e muitas outras músicas ilustradas basta clicar aqui. Abraços a todos e bom final de semana.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Futebol, esporte ou diversão de magnatas?

Pelo menos 50 clubes estão nas mãos de magnatas que só procuram popularidade e lucro. Sequer eram sócios desses times e jamais foram vistos nas arquibancadas.

Quero apresentar meu repúdio aos magnatas e bilionários que fazem do esporte uma brincadeira. É assim com os Brooklyn Nets na NBA e em outras modalidades também, mas no futebol já virou literalmente uma diversão, sem duplo sentido. Hoje mais parece que estamos diante de um tabuleiro de Banco Imobiliário do que sobre um mercado de profissionais, afinal, muitas vezes esquecem que jogadores são profissionais, HUMANOS, mas parecem produtos e pinos do famoso jogo que simula o mercado de imóveis.

Começamos aqui do Brasil mesmo, inicialmente parecia que não daria muito certo, afinal, a Parmalat quando se foi, deixou o Palmeiras da fama de campeão do século a rebaixado, assim também foi com a MSI e o Corinthians e se seguir o protocolo, quando a Unimed decidir abandonar seus investimentos no Fluminense, pode ser que o time carioca tenha o mesmo destino. Mas aqui pelo menos são “parcerias”, nos outros continentes não, os times europeus, americanos, árabes e até asiáticos são literalmente COMPRADOS, tornam-se particulares, e geralmente os donos são bilionários russos e sheiks árabes em sua maioria.

Apesar das vantagens de resultado imediato, com contratações cada vez mais astronômicas e títulos importantes nas primeiras temporadas, raras exceções funcionam perfeitamente a longo prazo, de 3 ou 4 anos para mais. Muitos não deslancham, mas acabam se mantendo sempre entre os 5 ou 10 melhores de seu país, e raramente vemos algo “bacana”, como a compra de um clube para salvá-lo da falência.
Bom, acho que não tem “nada” de ilegal nessas parcerias e compras, e mesmo montando times muitas vezes apelões, graças a Deus o futebol é um esporte onde o improvável é provável. Não tendo time imbatível e contendo muita paixão dos torcedores, por mais dinheiro que haja por enquanto não conseguiram matar a essência de um dos esportes mais praticados no mundo (e espero que nunca consigam).

Tentei pesquisar e resumir uma lista (algumas informações vão faltar pois não achei) de times que se deram bem - ou não - depois de serem comprados ou terem parceria fechada com um único objetivo... FINANCEIRO. Confira:


Palmeiras - Parmalat




A parceria entre a Sociedade Esportiva Palmeiras e a empresa italiana Parmalat durou 8 anos (1992-2000). Foi tempo suficiente para o clube conquistar 24 títulos. Os mais importantes foram os 2 campeonatos brasileiros, a copa do Brasil, a taça libertadores da américa e a copa dos campeões, além de campeonatos paulistas, torneios rio-são paulo e copas em diferentes países. O clube ainda quebrou diversos recordes, revelou e contratou grandes jogadores que depois brilharam na seleção ou em outros clubes e foi considerado o Campeão do Século 21. 

Como nem tudo é perfeito, após o término da parceria em dezembro de 2000, o clube afundou em crise, foi rebaixado para a segunda divisão do futebol nacional, acumulou muitas dívidas e até hoje não se reergueu 100%.

Fonte: esporte UOL


Corinthians - MSI




Essa é uma curta, porém longa história. O Sport Clube Corinthians Paulista, firmou acordo com a Media Sports Investmentes (MSI) em agosto de 2004. A MSI era representada no Brasil pelo iraniano Kia Joorabchian, que de acordo com os interesses da empresa, em troca de administrar o futebol do Corinthians por 10 anos e ter controle sobre as contratações e lucros dos jogadores, ia trazer um elenco com jogadores renomados mundialmente, criar um canal de TV por assinatura exclusivo e construir um estádio para o clube.

Logo no primeiro ano, a empresa investiu R$115 mi no time e trouxe jogadores como: Tevez, Mascherano, Carlos Alberto, Nilmar e o mito Roger chinelinho (aquele do pênalti de craque contra o Figueirense). Toda a grana rendeu ao Corinthians o título de Campeão Brasileiro em 2005.

Com todo esse investimento era óbvio, na cabeça dos fiéis, que de 2006 não passaria o sonho de levantar a taça Libertadores... só que passou. Após derrota para o River Plate em pleno Pacaembu, a torcida se revoltou, a MSI entrou mais ainda em crise e a origem do dinheiro da empresa começou a ser investigada. A Polícia Federal acusou o presidente do Corinthians Alberto Dualib, o empresário Kia Joorabchian e Nesi Curi (vice-presidente do clube) de lavagem de dinheiro, sonegação fiscal, formação de quadrilha e evasão de dívidas.

Se você achava que estava ruim, continue lendo porque só piora. Foi descoberto que o magnata russo Boris Berezoski era o cabeça da MSI. Berezoski é famoso por envolvimento com a máfia russa, e foi especulado na época que R$ 61 mi investidos no Corinthians vinham de fonte desconhecida.

Com os escândalos, a MSI deixou os seus escritórios abandonados no Brasil e largou o Corinthians com uma divida de R$ 90 mi. O contrato foi rompido em junho de 2007 e assim como o fim da Parmalat no Palmeiras, o Corinthians foi rebaixado a segunda divisão do campeonato brasileiro no ano em que a MSI o deixou. 

Hoje o clube vive em plena alegria, foi campeão brasileiro em 2011 e tornou o sonho realidade em 2012, quando venceu a Libertadores da América e o Mundial de Clubes da FIFA.

Fonte: Meu Timão


Fluminense - Unimed



A parceria entre o carioca Fluminense Football Club e a maior cooperativa de serviços médicos no mundo, a Unimed, já é bastante duradoura. Em 1998, a Unimed tinha "apenas" 200 mil clientes e estava atrás de fortalecer sua marca. Fizeram uma pesquisa que apontou o futebol como o melhor meio de visibilidade e, com uma ação genial de marketing, em 1999, a Unimed escolheu o Fluminense para alavancar a marca. Eu disse genial, porque o Fluminense estava emergido em crise, caiu para a TERCEIRA divisão do futebol nacional, mas era um time de tradição, forte, estava óbvio que não ficaria ali por muito tempo.

Dito e feito, o Fluminense alavancou em pouco tempo retornou forte a divisão de elite e a Unimed alavancou junto. Atualmente, o Fluminense vem de um bom momento mas não vive um bom momento. Isso porque o time foi campeão brasileiro em 2010 e voltou a ser campeão em 2012. Mas, até agora em 2013, vivencia uma mini crise, com riscos de ser rebaixado no campeonato nacional, além de uma especulação, que aponta uma possível NÃO renovação no contrato da Unimed para 2014. Será que o Fluzão terá o mesmo fim de Palmeiras da Parmalat e Corinthians da MSI ?

Fonte: Unimed


Chelsea - Abramovich




O nome do time deveria ser mudado em 2003 para Romam Abramovich. Esse é o nome do magnata russo que comprou o time inglês em 2003, pela bagatela de 210 milhões de euros. Foi Abramovich quem iniciou uma revolução e quebrou um tabu no futebol Europeu, ele foi o primeiro milionário a comprar um clube de futebol e prometeu tornar o Chelsea em uma potência futebolística no futebol mundial. No início, até por desconfiança, todos duvidavam de que seria capaz desse feito. 

Roman gastou do seu próprio bolso e chegou a acumular um prejuízo de aproximadamente 350 milhões. Em um clube comum, isso seria a falência e o time estaria sendo leiloado, mas para Abramovich, isso não foi nada perto da sua fortuna de 10 BILHÕES de dólares.

A partir de 2004, com a chegada de José Mourinho (The Special One), o clube começou a se agigantar e foi bicampeão inglês (campeonato que não ganhava desde 1955), vencendo o campeonato em 2005 e 2006. Mas a frustração veio com a eliminação da Liga dos Campeões da Europa, o maior objeto de desejo dos clubes europeus.

O Chelsea se manteve na ponta durante todos esses anos, vencendo título depois de título. Em 2012, a sonhada Orelhuda (forma carinhosa como é chamada a Taça da Liga dos Campeões) caiu nos braços de Abramovich. Com o bilionário russo o Chelsea já conquistou 13 títulos: 3 Campeonatos Ingleses, 4 Copas da Inglaterra, 2 Copas da Liga, 2 Supercopas da Inglaterra, 1 Liga Europa e 1 Liga dos Campeões. 


Paris Saint Germain - Al-Khelaifi



Nasser Al-Khelaifi, é um príncipe do Catar e presidente da empresa Qatar Sports Investiments (QSI), esperamos que não a única semelhança com a MSI seja no nome. Ele, através da empresa QSI, anunciou em 30 de junho de 2011, a compra de mais da metade (70% exatamente) do clube francês por 50 milhões de euros. 

Al-Khelaifi esperava uma temporada 2011-12 brilhante após gastar mais de 130 milhões de euros em contratações, mas o time foi eliminado na Liga dos Campeões e na Copa da França. Já na temporada 2012-13 o time conquistou somente o título do Campeonato Francês e fracassou novamente na Liga dos Campeões e na Copa da França. 

Fontes: Soccerex e Wikipedia


AS Monaco - Rybolovlev




Dmitry Rybolovlev (conhecido por seu nome fácil de ler). Esse é o nome da fera russa que comprou 66,6% do Mônaco e adivinha o objetivo? Fazer do time recém saído da segunda divisão francesa, uma potência mundial do futebol (acho que já vimos esse tipo de sonho de verão antes). 

Bom, o clube do AS Monaco já foi chamado de time um dia. Sete vezes campeão francês, finalista da Liga dos Campeões em 2004. Mas veio a crise, o rebaixamento e agora, depois que o russo comprou o clube, a volta a primeira divisão francesa e a promessa do renascimento de um gigante.


Para a temporada 2013-2014, o Monaco já fez oito contratações e promete uma grande campanha. Entre os contratados estão o ex-Barcelona, Abidal, o português Moutinho, a promessa colombiana James Rodriguez e o craque Falcão Garcia.


Fontes: atdigital e Diário de Notícias




Shakhtar Donetsk - Rinat




A julgar pela foto, eu só acho que o clube ucraniano Shakthar Donetsk adora o outro ucraniano, o Sr. Rinat Akhmetov (também conhecido por A ka ga metov). O pobre ucraniano tem apenas 15 bilhões e 400 milhões de dólares na sua conta. É o homem mais rico da Ucrânia, dono e presidente do Shakthar desde 1996 e também dono do estádio onde o clube manda os jogos, a Donbass Arena, essa coisa horrível aqui reformada em 2006 e finalizada em 2009. 

Apesar do clube não ter deslanchado internacionalmente em termos de título, nos últimos 13 anos o Shakthar venceu o campeonato ucraniano 7 vezes.


Deportivo La Coruña - Amancio Ortega



Aqui está uma prova de que milionário + futebol, nem sempre é sucesso. Sabe por quê? Porque o clube espanhol Deportivo La Coruña tem como respectivo dono o terceiro homem mais rico do mundo, com uma fortuna de 57 bilhões de dólares e dono da loja Zara, o espanhol Amancio Ortega. Um cara, que tem uma loja com roupas fabricadas por escravo não pode merecer sucesso profissional, muito menos no futebol, o esporte das massas populares.

O clube ja ganhou alguns títulos nacionais importantes no início dos anos 2000, mas não vive uma boa fase. Seu último trunfo foi o campeonato da segunda divisão espanhola na temporada 2011-12.


Los Angeles Galaxy - Anschutz




Não sei porque bilionários possuem nomes estranhos, até aqui no Brasil, Eike Batista... Eike não é um nome comum. Enfim, o penúltimo exemplo de time/magnata nessa postagem é o clube estadounidense Los Angeles Galaxy, carinhosamente chamado de LA Galaxy ou, para os nativos, "É LEI" Galaxy. Philip Anschutz (como eu disse, mais um nome difícil) e sua fortuna de 10 bi de dólares. O tal do Philip aí é um dos fundadores da gigante Microsoft.

Não consegui achar a data de quando ele comprou o clube - deixem nos comentários quem souber - mas o clube existe desde 1995 e disputa a Major League Soccer (a liga de futebol nos EUA) vencendo-a sete vezes, a última em 2011.

Um dos maiores feitos do clube com Philip no comando, foi a contratação do astro David Beckham em 2007.

Fonte:Wikipedia



Pachuca - Slim

Não poderia falar de bilionários, magnatas e tudo o mais sem falar dele... Carlos Slim, o mexicano e homem mais rico do mundo. Fortuna avaliada em torno de 73 bilhões de dólares. O homem é o verdadeiro urso do pelo dourado com a garra prata e usando o sombrero feito de bronze no meio da cidade do méxico recebendo exportações de barris de petróleo. O cara tira uma pestana em cima do dinheiro, você acha que ele não iria por um dedinho no futebol?

Slim, por meio de sua empresa de telefonia América Móvil (AMX), comprou "apenas" 30% do Pachuca Club de Fútbol em 2012. O clube é tradicional no México e tem em sua história 11 títulos de destaque: 5 campeonatos mexicanos, 4 liga dos campeões da CONCACAF, 1 superliga e 1 copa sul-americana.
Quem sabe com o poderoso Carlos Slim o time não alavanca daqui alguns anos? É esperar para ver.

Fontes: WikipediaCNN expansion e Época negócios

Bom, a lista ainda segue com o Dubai Club, o russo Makakala, o italiano Milan, o espanhol Malaga, o americano New York Red Bulls, muitos times chineses e principalmente os seguintes ingleses: Manchester City, Manchester United, Tottenham, Liverpool, Queens Park Rangers, Arsenal e Fulham. 

Poderíamos ficar falando disso por mais um ano e ainda teria times para citar, sendo que a maior parte das agremiações inglesas são particulares. Talvez por isso a Premiere League seja uma das, se não for A, liga mais disputada do mundo. Os ingleses inventaram a maravilha que é o futebol e vamos torcer para que eles mesmos não acabem com a essência do esporte. 


Apesar de todos os grandes clubes ingleses serem particulares, o futebol nunca perderá sua emoção, seja no Brasil ou na China, na Ásia ou na Europa. É isso pessoal, mais uma vez me alonguei no post, até demais, espero que tenham curtido. Até a próxima-ê!


Fontes dos textos em geral: Estadão e Forbes Brasil