quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Não se sabe quando seremos assassinados



Muitas pessoas têm o péssimo hábito de fazer comentários inconvenientes, como por exemplo, criticar a roupa, o cabelo, ou algo que considera "imperfeito" na aparência alheia.

São pessoas que gostam de frizar o que os outros já sabem. Geralmente se dizem sinceros, mas não sabem diferenciar sinceridade de arrogância e por esse motivo acabam sendo estúpidas, muitas vezes propositalmente.

Mal sabem elas, os danos que pode causar com esses tipos de comentários. Isso ocorre principalmente entre as fases da infância e da adolescência. Jovens chegam a ter traumas pelo resto da vida por conta de frases contínuas sobre os "defeitos" vistos por outros olhos e acabam enxergando o mesmo e não querendo se enxergar do jeito que são.

Insatisfeito com sua aparência, muitos se veem obrigados a buscar novas formas de se enquadrar num padrão ou esteriótipo imposto, não só pela mídia, mas pela própria sociedade num todo. 

Quando não alcançados os objetivos, procuram outros meios que o fazem esquecer de que é exatamente aquilo que não desejava ser. São eles: a bebida, as drogas e até mesmo a morte por intermédio de suicídio e em casos extremos o assassinato.

Portanto, é aconselhável que se meça as palavras antes das mesmas serem ditas, pois cada coisa que você fala, pode afetar a vida de alguém de uma forma tão extrema, tanto para o bem quanto para o mal. Pensar antes e falar depois, pode ser o melhor, não só para quem ouve, mas principalmente para quem fala.

PS: Para você que tem a mente sanguinária, lembre-se que quem morre é quem perde a vida!

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

IDIOTS

Um vídeo super interessante e recomendado sobre o que a indústria tecnológica anda fazendo com as pessoas. O que as pessoas estão se tornando. Vale o PLAY.




Por hoje é isso. Uma postagem só para que nós possamos refletir um pouco. Abraços a todos.

domingo, 24 de novembro de 2013

O interminável Campeonato Brasileiro de 2013



O Cruzeiro é merecido o Campeão Nacional de 2013, com várias rodadas de antecedência. Isso porque na minha opinião e de muitos outros, o campeonato foi nivelado por baixo sendo o Cruzeiro o alto nível e os outros todos lutando contra o rebaixamento. Se caíssem oito times este ano não seria ruim, pois vários times não mereceram ficar na série A. De dar sono. Mas apesar de já termos um campeão, o Campeonato continua.

Mas o difícil mesmo foi ver os jogadores do Cruzeiro Dedé ( Ex Vasco) e Fábio que não quiseram enfrentar o time cruzmaltino porque o time carioca está perto da degola. Jogar pra que? Já são campeões mesmo!

Fora a polêmica frase do Júlio Baptista falando com o zagueiro Cris para que fizessem gol logo. Se não viu o famoso vídeo do "Faz logo o outro", é só clicar aqui e tirar as suas próprias conclusões.

Disseram que pegaram a frase fora do contexto e incompleta. Pra mim ficou claro. Cruzeiro beneficiou o Vasco e prejudicou os outros seis ameaçados pelo rebaixamento.

Acrescentando que o Atlético MG já não tem mais objetivos no campeonato e ganhou do Goiás com uma motivação até então não tão vista. Bom para os times que brigam pelo Libertadores. ( tom irônico)

Fora o São Paulo que já desfilou seu desinteresse contra o Fluminense na semana passada e nessa semana vai desfilar seu desinteresse contra o Fogão, ou seja, depois de interferir na degola, agora mexerá com a briga pela Libertadores. Lembrando que o tricolor não tem culpa e tem mais que pensar na decisão da Copa Sulamericana mesmo. 

Está ai mais um motivo para a volta do mata-mata, a fórmula exata para se eliminar marmeladas e introduzir emoção no Campeonato Brasileiro.

Defendi por anos o ponto corrido, até gosto ainda, pois beneficia a melhor campanha e o melhor time, mas quando chega no final perde em emoção.

Teve até uma época que as últimas rodadas eram somente de clássicos para evitar justamente as marmeladas, mas por um motivo que eu ainda não sei, para o ano de 2013 foi eliminado essa opção da tabela. 

Com o Mata- Mata de volta até o Bom Senso F.C seria privilegiado, pois teria times que entrariam de ferias bem antes com jogadores podendo ter até 2 meses de férias. 

Aconteceria isso com o Corinthians este ano por exemplo, pois a campanha foi pífia. Por outro lado o time que chegasse nas finais, teria um tempo menor de férias.

O campeonato Brasileiro de 2013 ficou chato, arrastado, previsível e interminável. 

Seu time não tem mais chaces, já sabemos quem será o Campeão, mas você terá que assisti-lo ainda por mais duas rodadas, até o segundo Domingo de Dezembro.

Se em 2013 foi assim, imagina na Copa.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Seleção de jogadores que ficaram fora da Copa do Mundo 2014

Com a definição das últimas vagas para a Copa do Mundo, alguns veículos de comunicação criaram uma seleção de jogadores que suas respectivas seleções não se classificaram para a Copa do Mundo aqui no Brasil em 2014. A lista está repleta de bons nomes. Acompanhe:

Cech (República Tcheca)



Petr Cech, goleiro que podemos considerar um dos melhores do mundo nas últimas temporadas, fato é que não vem mostrando o mesmo futebol apresentado na grande semi final contra o barcelona em 2012, mesmo assim, fará falta considerável no mundial do próximo ano.
 

Ivanovic (Sérvia)



Branislav Ivanovic, atualmente opção no Chelsea, fará falta no mundial, mesmo não jogando na Sérvia o que joga no Chelsea.

 
Kjaer (Dinamarca)



Simon Kjaer (se pronuncia "Kier"), sem dúvidas um ótimo zagueiro, experiente por passar pela Bundesliga, e pelo futebol italiano, sem sombra de dúvidas jogaria em qualquer time do mundo, entre tando, se a Dinamarca estivesse no mundial, dificilmente passaria para as oitavas.


Subotic (Sérvia)



Neven Subotic, faz parte de uma das melhores duplas de zaga da atualidade ao lado do alemão Hummels, um dos melhores zagueiros da atualidade, com ele a Sérvia poderia ser o "azarão" da copa, mas como não se classificou...


Alaba (Áustria)



David Alaba, velocista austríaco que não podia ficar de fora dessa copa -mas ficou-, está em ótima forma na Bundesliga, atuando como titular no poderoso Bayern de Munique.


Ramsey (País de Gales)



Aaron Ramsey, como já dizia a Wikipédia, surgiu como promessa do Cardiff City na temporada 2007/2008, e atualmente é o melhor jogador da Premier League ao lado de Luis Suárez, ou seja, um dos principais jogadores que irão fazer falta no Brasil em 2014.


Sahin (Turquia)



Nuri Sahin, um dos melhores meias de ligação do mundo na atualidade, simplesmente está "destruindo" na Bundesliga pelo Borussia Dortmund. Surgiu como destaque no próprio Borussia, mas logo chamou a atenção do Real Madrid, não vingou, agora de volta ao time alemão, com certeza fará falta na copa.



Yarmolenko (Ucrânia) 




Andriy Yarmolenko, fez ótima partida contra a França no primeiro jogo, poderia fazer o mesmo no mundial, poderia...



Bale (País de Gales)



Gareth Bale, a maior contratação da história do futebol -ou a mais cara-, apesar de jogar muito bem no Tottenham, nunca apresentou um futebol considerado bom em sua seleção, quem sabe em 2018 ao lado de Ramsey...



Ibrahimovic (Suécia) 




Zlatan Ibracadabra, vem vivendo seu melhor momento no futebol, a maior falta na copa (ao lado de Lewandowski).



Lewandowski (Polônia)



Robert Lewandowski, atacante único no futebol mundial, sabe fazer gols de todas as maneiras imagináveis. É uma pena ele não fazer esses gols na copa de 2014 aqui pertinho da gente.


Com direito a reservas de luxo 


Hamsik (Eslováquia)




Marek Hamsik, outro que vive seu melhor momento, ao lado de Callejón e Higuain, vem mostrando tudo que sabe nesse campeonato italiano. Realmente um reserva de luxo.



Vidic ( Servia )



Nemanja Vidic, um dos melhores zagueiros da liga inglesa, atual pelo poderosíssimo United, e ao lado de alguns outros destaques sérvios, poderia ir longe aqui no Brasil.



Pandev ( Macedônia)




Goran Pandev, outro destaque do Napoli, vem mostrando um ótimo futebol. Mas Macedônia... não dá né amigo.


Adebayor ( Togo)



Emmanuel Adebayor, jogador que já foi considerado um dos melhores atacantes do mundo, hoje faria falta na copa, mas não o suficiente.


Stevan Jovetic (Montenegro)


Jovetic, jogador que mostrou um bom futebol na Itália, agora tenta se destacar no Manchester City, copa quem sabe em 2018.

Uma baita de uma seleção como diria o craque Neto.

*Texto: Lucas Lima

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

O que está escrito na bandeira de alguns países?

Se você, assim como eu, possui curiosidade em saber o que significa aqueles símbolos escritos na bandeira da Arábia Saudita, por exemplo, ou aquelas escrituras da bandeira do Irã, este post vai acabar com essa curiosidade sua.

O post de hoje é para justamente mostrar algumas das principais bandeiras que possuem algum tipo de inscrição e indicar as traduções e/ou significados delas. Acompanhem:

Bandeira da Arábia Saudita 




لا إلاه إلالله محمد رسول الله
La ilaha Ilullah Muhammadar Rasululah
Traduções alternativas:
-"Não há deus senão Deus, e Maomé é o seu mensageiro"
-Alá é o único deus e Maomé seu único profeta"

Bandeira do Afeganistão 




Na bandeira utilizada entre abril e novembro de 1992, pode-se se ler a frase islâmica "Allah o Akbar", extraída do Corão, que significa Alá (Deus) é grande (maior que todas as coisas). Já na faixa central está escrito: "Alá é grande e Maomé é o seu profeta". A bandeira atual mantem o brasão, mas sem os escritos.

Bandeira de Andorra 




Há um frase em latim no brasão central da bandeira: "Virtus, Unita, Fortior", que significa "Virtude, Unidade e o Mais Corajoso".

Bandeira de Belize 




Nela está escrita a expressão em latim "Sub Umbra Floreo", que quer dizer "Floresço com a sua sombra".

Bandeira do Brasil 




Está escrito Ordem e Progresso- a expressão ordem e progresso é o lema político do positivismo, e é uma forma abreviada do lema de autoria do positivista francês Augusto Comte: "O Amor por princípio e a Ordem por base; o Progresso por fim”. O positivismo possui ideais republicanos, como a busca de condições sociais básicas, através do respeito aos seres humanos, salários dignos etc., e também o melhoramento do país em termos materiais, intelectuais e, principalmente, morais .

Bandeira do Estado de Minas Gerais

Libertas quæ sera tamen
- Expressão latina que significa “Liberdade, ainda que tardia”





Bandeira do Estado da Paraíba

A palavra "Nego" nesse símbolo paraibano é uma derivação do verbo negar. Homenagem a João Pessoa, que não aceitou o sucessor indicado pelo presidente do Brasil à época, Washington Luís. Era a época da política do Café com Leite, que revezava o presidente entre os Estados de Minas Gerais e São Paulo.

Washington Luís optou por repetir um representante paulista, o que causou a revolta de outros Estados. João Pessoa não teria usado exatamente essa palavra, porém ela ficou como um símbolo da "revolta" paraibana.


Bandeira do Estado do Piauí

13 de Março de 1823
- Data em que ocorreu a Batalha do Jenipapo a qual foi decisiva para a Independência do Brasil e consolidação do território nacional brasileiro.

Bandeira de Brunei 



Na lua crescente está escrito "Servir sempre com a ajuda de Deus". Abaixo dela há uma faixa com onde se pode ler: "Brunei - Terra da Paz".

Bandeira da Espanha 




Escondidas no brasão da bandeira espanhola estão duas palavras em latim: "Plus" e "Ultra", que significam algo como "mais além", "ultrapassar os limites".

Bandeira da Guatemala




Dentro do brasão, bem pequenino, está escrito "Libertad 15 de Septiembre de 1821". No dia 15 de setembro de 1821 a Guatemala conseguiu sua independência.

Bandeira do Irã 




Nas bordas das faixas vermelha e verde está escrita a frase islâmica "Allah o Akbar" ("Deus é grande (maior que todas as coisas"), que é repetida 22 vezes, 11 vezes em cada faixa. O número 22 foi escolhido porque a Revolução Islâmica de 1979 derrubou o antigo regime no 22º dia do 11º mês do calendário islâmico, que começa no dia 21 de março do calendário ocidental.

Bandeira do Iraque 



Na atual bandeira do Iraque adotada em 2008 está escrito " Alláh u Akbar" Que significa "Deus é maior"

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Parabéns Mickey Mouse

Faz esta segunda-feira 85 anos que um rato chamado Mickey embarcava num pequeno barco a vapor para fazer a viagem que o levaria ao lugar cimeiro das personagens animadas mais queridas e reconhecidas de todo o mundo. 

O dia 18 de novembro de 1928 marcou a ante-estreia de «Steaming Boat Willie», um dos primeiros filmes com som sincronizado com a animação feitos a partir dos esboços de Walt Disney. Mickey, o rato que esteve para se chamar Mortimer, era o protagonista.

Batizado inicialmente como Mortimer, foi ideia da esposa de Walt Disney, Lilly, mudar o nome do camundongo para Mickey. Em 1932, a Academia de Hollywood premiou Disney com um Oscar honorífico (destinados a premiar circunstâncias particulares que, segundo a Academia, não poderiam ser recompensadas com os troféus tradicionais) por sua criação.

Com os anos, Mickey Mouse se tornou fonte de inspiração para muitos artistas - Andy Warhol, maior nome do movimento de pop art, lhe dedicou uma série de quadros em 1981 - e desde 1978 o roedor conta com sua própria estrela na Calçada da Fama.

«Steaming Boat Willie» tem sete minutos e nele entram também a famosa namorada de Mickey, Minnie, e o vilão Bafo de Onça. Alguns pormenores, como a lingerie de Minnie ou a ordenha da vaca tornou este pequeno filme bastante polêmico nos anos 20 do século passado.


Primeiro filme do Mickey estreou há 85 anos



sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Será que o mundo ainda tem jeito?

Veja o que uma criança pensa sobre o futuro do mundo. Espero que este texto possa fazer-nos refletir bastante sobre o que estamos deixando para as pessoas no futuro.

Será que o mundo ainda tem jeito?




Ultimamente as pessoas estão tão individualistas.Vejo isso direto no meu dia a dia. Ninguém está nem ai pra ninguém. Quando alguém está se sentido mal as outras pessoas nem ligam. 

Por exemplo, hoje na escola havia uma menina que estava reclamando que estava com muita dor de cabeça e os outros alunos da sala nem ligaram. Mesmo com professor pedindo colaboração e silêncio.

Uma menina da turma ainda questionou o fato de que não iria ficar em silêncio hoje porque no dia anterior ela estava com a cabeça explodindo e ninguém colaborou com ela.

Temos que tirar de uma vez este nosso hábito feio de pensar somente em nós mesmos, pensar somente no nosso próprio umbigo. 

Com pequenos atos nós podemos mudar muito o mundo, ajudar as pessoas sem querer nada em troca estender as mão para as pessoas necessitadas, ajudar o próximo e fazer muitas outras coisas mais.

Com esses pequenos atos que, para os olhos de muitos, não servem para nada nós estamos plantando uma sementinha para mudar o nosso futuro.

Nas escolas as crianças não estão dando a mínima importância para a desigualdade. Como o mundo vai terminar?

Devemos pensar bem antes de falar de alguém que não esta se sentindo bem. Vamos acabar com este negócio de que os pais não podem corrigir os filhos, porque apenas conversar não está dando muito certo e todos nós vamos pagar futuramente; Vamos ver bem se nós vamos conseguir viver num mudo com tanta desigualdade.

Lembre-se disso: "Com pequenos atos podemos mudar o mundo!"

Caio Fillipe, 10 anos.

Quis manter a originalidade do texto, espero que não reparem na forma da escrita, mas o texto é muito bem escrito por um garoto de 10 anos. Sempre que possível divulgarei outros textos de visão de mundo pelo olhar de uma criança. Acho importante este tipo de pensamento aqui no blog também. Obrigado a todos e até a próxima.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Comer ovo é um aborto?



Consumir ovo é um aborto. A cada ovo que você come, uma vida que você tira. Muitos me denominam louca por achar isso, mas não tem argumentos suficientes para me provar o contrário.

Partindo do princípio: a partir do momento em que uma mãe (humana) recebe a notícia de que está grávida, isso significa que o espermatozoide do homem foi fecundado. Sendo assim, ela já tem o filho na barriga. Ok. Se essa criança é retirada de seu ventre antes que ela nasça, isso não é aborto? Pois bem! E com a galinha coitada? É praticamente o mesmo processo! Ocorre a fecundação e depois disso ela choca o seu ovo se ele é retirado, ou seja, consumindo antes que o pintinho nasça também não é um aborto? Até porque se esse ovo não fosse retirado e ela permanecesse a chocá-lo, consequentemente uma vida seria gerada, não é mesmo?

Como uma galinha não se sente quando um filho seu é retirado de sua presença? Quando um humano se aproxima e pega seus ovos, ela logo se altera. Porque então fazer distinções entre ambas relações?

A dor de uma galinha deve ser comparada a de um ser humano? Bom, essas perguntas eu não sei responder, porque eu não sou uma galinha. 
Por tanto, ao comermos ovos estamos participando indireta ou até mesmo diretamente de um aborto. Muitos dizem: " Ah, mas não foi eu que tirei o ovo!" Respondo a essa pergunta com outra: " Se uma mãe quer abortar o filho um médico vai lá e o tira, de quem é a culpa? Da mãe que quis tirar o filho ou do médico que realizou todo o processo?

Fica a seu critério caríssimo leitor, interpretar a essa teoria da forma que achar mais conveniente. 

Mas antes, quero deixar bem claro que eu consumo ovo. É como se diz aquele velho ditado: " Não faça o que digo nem faça o que faço".

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Os impostos absurdos dos games no Brasil

Finalmente foi anunciado que o  Wii U  vai chegar oficialmente  no Brasil. Já sabemos que ele já foi lançado lá fora já faz um tempão, mas só agora ele chega no Brasil.

Mas não é esse atraso que mais nos assusta. O que mais nos assusta é o preço que ele vai custar. O console vai custar  R$ 1.899,00. Caro né?

Você pode pensar que, apesar dos pesares, ele é mais barato do que o Xbox One que vai custar aqui no Brasil, R$ 2.199,00. De fato é mais barato mesmo só que de contra partida é o videogame Wii U mais caro de todo mundo.

De acordo com a pesquisa feita pelo site Uou jogos, o Brasil está na primeira posição, ou seja, você pode viajar pelo mundo todo, que o preço mais caro sempre será o do Brasil.




Mas  por que será que no Brasil estão esses preços absurdos? Dizem que é por causa  dos impostos. Impostos esses que atrasam nosso desenvolvimento no mercado de games. Os valores dos impostos  já estão passando dos limites, estão virando algo realmente fora dos padrões. Os impostos são realmente altos, mas isso ainda não justifica o preço do Playstation 4, por exemplo.

Vamos analisar, pois acho que tem alguma coisa errada com a conta que a Sony fez, pois lá fora o Wii U custa um pouco mais de 300 dólares enquanto que o PS4 vai custar 400 dólares.



De acordo com a conversão feita para o Brasil, como que o Wii U sai por R$ 1.899  menos da metade dos 4 mil Reais do PS4? E se for pensar que a comparação com o Xbox One está errado, pois a Microsoft monta e pega as peças de fora e monta o videogame aqui no Brasil e por isso tem menos impostos, a comparação com a Nintendo está extremamente certa porque a Nintendo também importa as peças do videogame. Ela não fabrica o videogame aqui. E como eles conseguem um preço metade do valor do PS4?

Eu tento fazer a minha parte comprando os produtos originais para incentivar o mercado, mas o governo não faz a dele. E parece que não há algo que possamos fazer para mudar essa situação. Enquanto isso quem sofre somos nós.

Isso leva uma discussão longa, mas em resumo consegui mostrar o que queria, que alguma coisa anda errada aqui no Brasil. Vou ficando por aqui, deixem suas opiniões nos comentários também. Abraço a todos.

sábado, 9 de novembro de 2013

Dança dos dedos

Encontrei este vídeo na internet muito legal. Este rapaz faz uma dança com os dedos com uma sensibilidade incrível. Nem tentei fazer, pois tenho certeza que embolaria todos os meus dedos.




É possível encontrar outros vídeos dele no youtube no canal Status Silver. Abraços e bom final de semana.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Otakus e suas "otakices"

Estava na internet fazendo as minhas pesquisas para fazer uma postagem sobre os otakus. Saber um pouco mais sobre eles e explicar sua origens e etc e também para que eu pudesse mais ou menos explicar o que penso sobre isso.  Então encontrei este o vídeo no qual o idealizador demonstra ter bastante conhecimento sobre o assunto e expõe sua opinião. Muito do que ele falou eu concordo então resolvi compartilhar. O vídeo é longo, mas vale cada segundo. E como no vídeo mesmo diz, se você for colocar meu nome no Death Notes é melhor nem assisti-lo. 




 Não seja você também um "Otaku" babaca.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

A injustiça do ENEM



Uma criança entra na escola com aproximadamente com 6 anos. Desde a primeira série até o 3º ano do Ensino Médio são 11 anos de estudos.

Durante o período que o aluno está na escola, milhares de coisas passam por ele, centena de professores, inúmeros métodos de ensino, enfim, tudo muda conforme o tempo passa. E geralmente a maioria estuda para fazer o ENEM e quem sabe prestar uma faculdade pública.

Porém, será que é justo a fórmula de aplicação ou os métodos da prova do ENEM? Será que é justo aplicar uma prova contendo todas as disciplinas que você estudou a sua vida inteira em apenas dois dias?!

Fato é que na prova do ENEM caem conteúdos que nunca foram vistos por alunos de escolas públicas. Tanto pela falta de material, quanto pela escassez de professores ou algum outro motivo qualquer que envolve nosso ensino público.

Essa forma avaliativa, ao meu ver, é tão absurda e injusta. Coisa do governo.

A maneira mais justa, ao meu entender, seria uma prova anual. Uma parte baseada no conteúdo estudado durante o ano, ou seja, baseada na série correspondente de cada aluno.

Sendo assim, passando-se esses 11 anos, faz-se uma somatória de todas as suas notas, verificando se atingiu ou não a meta para entrar numa faculdade pública.

Obviamente, a redação não seria realizada anualmente e sim no último ano do Ensino Médio.

Creio que essa seja a fórmula mais adequada, pois não seria tão cansativa e serviria como mais um incentivo para que o estudante se empenhasse mais durante o ano, pois sabendo disso, ele veria cada prova ao final do ano como algo parecido com o ENEM e uma oportunidade a mais para progredir a cada avaliação.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Ano de formatura




No começo deste ano eu estava pensando: "Ah, esse ano será apenas mais um ano como qualquer outro!" Mas vai chegando Novembro, Dezembro e você vai percebendo que toda a nossa história vai se acabando.

E pensei: " Por que fiz isso? Por que briguei por aquilo?"

Ao invés de eu aproveitar o ano, passei a metade do ano brigando. Por que será que foi assim?

Então conclui: "Vou começar a fazer a diferença, vou viver como se não houvesse amanhã. Porque a formatura esta aí, vou aproveitar e vou viver um dia de cada vez.Esquecer o que meus amigos me fizeram. Perdoa-los porque o que vou ganhar se no dia da formatura eu estiver brigado com a pessoa que mais gosto e que me apoiou o ano todo?

Vou aproveitar os últimos dias nessa escola e de preferência com os meus amigos.

Caio Felipe, 10 anos.



Que depois da formatura, seja o primeiro dia do resto de sua vida ...