quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Que venha 2015!



Antes de mais nada, só tenho agradecer aos fieis leitores do blog que podem ser pouco, mas são esses poucos que fazem todos os dias essa equipe se dedicar e procurar fazer bons textos.

Sabemos que foi um ano de retomada, pois no final de 2014 o objetivo era encerrar nossos serviços. Com um pouco de força de vontade conseguimos segurar e nos mantermos firmes e fortes.

Não conseguimos prever o que nos espera em 2015, mas o que desejamos é que seja um ano de crescimento profissional e pessoal.

Obrigado a todos e que venha 2015!!! 



Equipe Blog Fala-ê


segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Retrospectiva: Os principais lançamentos dos videogames em 2014

O ano de 2014 pode ser considerado como sendo um ano ímpar para a indústria de jogos de videogame.

E para resumir como foi o ano, deixaremos para vocês um vídeo de dois minutos que mostra os principais lançamentos do ano.





Este foi um ano de celebração do trabalho e espero que de re-afirmação de que os videogames sejam algo que ainda possamos acreditar em 2015. 


sábado, 27 de dezembro de 2014

Retrospectiva: Os piores jogos de 2014

Fim de ano, hora de fazer uma revisão de tudo que aconteceu em 2014. Então começaremos a retrospectiva com os piores jogos lançados em 2014. Uma lista que inclui todas as plataformas. 






1 - Rambo: The Video Game (PS3, X360, PC)

Após muitos anos sem um novo filme ou jogo da franquia Rambo, foi no mínimo estranho quando Rambo: The Video Game foi anunciado. O título deveria reunir os melhores momentos da saga do soldado, mas apenas conseguiu trazer um dos piores jogos de tiro sobre trilhos já lançado para videogames. Este é um jogo que pode te dar traumas de guerra.




2 - Murdered: Soul Suspect (PS4, XOne, PS3, X360, PC)

O conceito de Murdered se provou muito interessante no início, um título que começa com a morte do seu personagem e sua subsequente jornada para encontrar seu assassino. A execução no entanto foi terrível e há apenas um mínimo de jogabilidade para justificar chamá-lo de “jogo” e não “filme interativo”.




3- Transformers: Rise of the Dark Spark (PS4, XOne, PS3, X360, WiiU, PC)

A franquia Transformers encontrou uma boa base nos videogames com títulos como War for Cybertron, mesmo que os jogos baseados na série de filmes não fossem muito bons. Rise of the Dark Spark deixa todas essas coisas de lado e mistura o universo dos videogames e dos filmes para criar um jogo que consegue ser pior que todos os já lançados, muito monótono e linear.




4 - Escape Dead Island (PS3, X360, PC)

Quando o Dead Island original foi lançado, muitos jogadores se decepcionaram que ele não era exatamente o que eles esperavam, mas outros encontraram qualidades nele. Escape Dead Island simplesmente perdeu todas as qualidades do original e ainda manteve vários dos defeitos, sendo um dos jogos mais defeituosos e frustrantes dos últimos tempos.




5 - Sonic Boom: Rise of Lyric (WiiU)

Os jogos do mascote Sonic the Hedgehog da Sega já vinham caindo de qualidade ultimamente, porém ainda estavam em um nível esperado para o personagem. Rise of Lyric faz um grande esforço para piorar ainda mais o que já estava ruim, com uma jogabilidade estranha, frustrante e cansativa que o torna provavelmente o pior jogo de Sonic já lançado.





6 - The Amazing Spider-Man 2 (PS4, XOne, PS3, X360, WiiU, PC)

Há muito tempo o jogo Spider-Man: The Movie 2 foi uma grande sensação nos videogames, trazendo um grande mundo aberto incrivelmente divertido. Anos depois, é surpreendente que os games do herói não consigam captar sua essência, inserindo missões para salvar pessoas que não funcionam direito e introduzindo certos elementos stealth que fazem o Homem-Aranha parecer um fã do Batman.



7- Blue Estate (PS4, XOne, PC)

Baseado em uma série de quadrinhos com muito estilo e humor, Blue Estate tinha muito potencial para dar certo nos consoles, mas acabou sendo terrivelmente desenvolvido. Imagine atirar em bandidos durante 3 ou 4 horas com piadas que deveriam ser engraçadas mas acabaram se tornando apenas ofensivas, sem saber se o texto do jogo é tão ruim assim ou se ele está tentando ser uma paródia.




8 - Hyperdimension Neptunia: Producing Perfection (Vita)

A divertida série de RPG Hyperdimension Neptunia foi convertida em um jogo rítmico onde você precisa transformar as principais personagens em estrelas do entretenimento. O título escolhido, Producing Perfection, é uma cruel ironia para um game que consegue ter ainda menos jogabilidade do que Murdered: Soul Suspect, limitando a ação do usuário a trabalhar com ângulos de câmera com a intenção de fazê-lo admirar as personagens.





9 - The Legend of Korra (PS4, XOne, PS3, X360, PC)

Baseado na aclamada série de animação, The Legend of Korra começou a gerar grande expectativa nos jogadores quando foi anunciado que a Platinum estava a cargo da produção. Um jogo de ação desenvolvido pelos criadores de Bayonetta? Os fãs esperavam por algo épico. O produto final, no entanto, foi incrivelmente fraco, repetitivo e frustrante.




10 - Como Treinar seu Dragão 2 (PS3, X360, Wii, WiiU)

Muitos games já permitiram que jogadores montassem dragões e se sentissem poderosos fazendo isso, mas o título baseado no filme Como Treinar seu Dragão 2, não é um deles. É chocante imaginar como algo assim pode ser lançado no mercado, como uma coletânea de minigames onde a jogabilidade praticamente não funciona.




Então, concordam com a lista? Deixem nos comentários a opinião de vocês. 



sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Medina, mês passado




Nos últimos dias, resquícios de 2014, um jovem brasileiro concretizou o feito impressionante de vencer o torneio mundial de surf, e ser o mais jovem na história fazê-lo. Em poucos dias, virou celebridade nacional, e não por menos, claro. Ganhou até pagina na Wikipédia. Esse ano não foi exatamente muito bondoso com o Brasil nos esportes (cof cof, sete a um), e um mundial de tal magnitude da certo animo, e certa esperança, mas já chego lá.

Porém, alguém sabia quem era esse garoto antes do mundial? antes de GANHÁ-LO? Bem, eu não, com certeza não sou o único. Vivemos em um país onde as namoradas do Neymar são capas de revista, e os verdadeiros esportistas não ganham nem espaço no rodapé. O "país do futebol" realmente só tem espaço para o futebol, e isso soa muito errado. Sejamos sinceros, não se trata nem só do surf, que outros esportes tem espaço e incentivo por aqui? Um atleta tem que viver por si só para se manter, e se quiser participar de qualquer competição, tem que tirar do próprio bolso - enquanto um jogador de futebol pode se aposentar tranquilamente antes dos trinta.

O garoto Medina representa um grande número dos que praticam um esporte e por muito tempo não se sobressaem e não tem oportunidades. Gabriel contou com seu talento - e talvez até certa sorte - para sua conquista. Mas quantos como ele que não apreciam as mesmas circunstâncias estão espalhados por ai? Puxando um pouco a memória, nas Olimpíadas passadas, alguns participantes brasileiros tiveram que pagar até mesmo a própria passagem para ganhar uma medalha em nome da nação. Pelo menos, esse novo título pode dar uma nova cara ao esporte brasileiro. 

Especificamente ao Surf, muitos esperam que dessa forma a modalidade possa ser levada mais a sério, e ganhar mais espaço. Mas também, para as outras, traz um fio de esperança de reconhecimento futuro, e quem sabe as manchetes deixem de ser "Fulano que chuta uma bola por milhões foi visto em algum lugar enchendo a cara", e passem a olhar a outra parte, um outro grupo de atletas que também se esforça pela sua arte, seja na ginástica, na natação, no basquete, no tênis, no skate, ou qualquer outra, e dedica sua vida a isso, mas não pode viver somente por ele.



quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Os mais populares brinquedos de Natal dos anos 60, 70, 80 e 90 - Parte II

Ontem, na primeira parte da postagem exploramos os brinquedos dos anos 60 até o começo dos anos 80, mais especificamente no ano de 1982.

Nessa segunda parte viajaremos pelos anos 90 até os dias atuais. Acompanhem mais essa história dos brinquedos populares dos natais passado. Curtam mesmo, pois está tão boa quanto a primeira parte. 

SE NÃO VIU, VEJA A PRIMEIRA PARTE AQUI

1988 - Starting Lineup 



Foi uma marca de linhas de brinquedos que produziam action figures de atletas e estrelas dos esportes como beisebol, futebol, basquete, hockey entre outros. 

1989 -Game Boy 



Este console portátil foi desenvolvido em 1986 e lançado em Abril de 1989 e já no Natal todo mundo queria ganhar um. Com um modelo que cabia no bolso e muito eficiência, pois suas pilhas duravam até 20 horas, rapidamente se popularizou e se já não bastasse, ainda era muito barato.

1990 - Tartarugas Ninjas 


Mais uma vez, o comércio se aproveitava do lançamento de uma marca e dessa vez foram as Tartarugas Ninjas. 

1991 - Super Nintendo 



O SNES foi um sucesso mundial, tornando-se o console mais vendido da época. Ele permaneceu popular por muito tempo e continua a ser popular entre os fãs, colecionadores, retro gamers e entusiastas de emulação. O sucesso de sua venda foi superior a 50 milhões de unidades por todo o mundo. 
  
1992 - Casa da Barbie 


A boneca Barbie já era uma boneca muito famosa na época, mas quando surgiu a casa dela considerada como dos sonhos, todas as meninas queriam ter uma. Enquanto os meninos queriam um videogame as meninas queriam ter a Casa da Barbie. 

1993 - Meu Primeiro Gradiente 



Meu Primeiro Gradiente era um toca-fitas, gravador e karaokê. Imagine você podendo gravar você cantando em uma fita k7 e depois mostrar para os coleguinhas. Esse é pra cair lágrimas dos olhos de saudade. 

1994 - Power Rangers 


Esse já faz parte da minha infância. Bonecos que tinha uma espécie de botão no cinto que quando você apertava fazia a cabeça girar em posição "morfada" e normal dos patrulheiros. Muito legal. 

1995 - Carrinhos de Controle Remoto 



Eles podiam ser de dois tipos: controlados por transmissão rádio ou por um fio ligando o controle e o carro. Eu lembro que eu tinha um que virava robô.

1996 - Melocoton 



Foi um personagem infantil que acompanhava a apresentadora Eliana em seu programa. O boneco fez muito sucesso entre o púbico infantil tornando-se uma das figuras mais icônicas da época. O boneco do personagem vendeu aproximadamente 250 mil unidades.

1997 - Tamagotchi ( Br: Bichinho Virtual )




Um brinquedo no qual se criava um animal de estimação como se fosse real dando-lhe carinho virtual, comida virtual, banho virtual, cuidados virtuais etc. 

1998 - Furby 



Esse bichinho feio que fala fez sucesso na década de 80 e 90. Furby vendeu 1,8 milhões de unidades em 1998, 14 milhões de unidades em 1999, e todos juntos, em seus três anos de produção original, Furby vendeu mais de 40 milhões de unidades, e as suas capacidades de fala foram traduzidos para 24 idiomas. 

1999 - Pokémon 


Esses bichinhos fizeram tanto sucesso que qualquer coisa relacionada a eles vendia igual água. 

2000 - Patinete 




É um meio de transporte, que é constituído por duas rodas em série, que sustentam uma base onde o utilizador apoia os pés, guiando-o através de um guidão que se eleva até a altura da cintura. O design mais moderno e a estrutura mais resistente que surgiu a partir dos anos 90, elevaram a patinete a um nível mais desportivo e radical, popularizando-o mundialmente.

2001 - Pogo Stick 




O Pula-Pula é um dispositivo que permite que você salte do chão na posição de pé com ajuda de uma mola. É constituída por um poste com um lugar para você segurar na parte superior, um local para apoiar os pés na parte inferior e uma mola localizada em algum ponto ao longo do mastro. 
O operador apoia seus pés se equilibrando na pole, então salta para cima ou para baixo com uma ação de flexão dos joelhos para adicionar ou subtrair energia do brinquedo. Isso faz você ficar saltando. Este processo é repetido para manter um salto periódico. 

2002 - Playstation




Desde o seu lançamento até 2006 (quando sua produção foi extinta), o PlayStation vendeu mais de 103 milhões de unidades. O PlayStation tinha como característica marcante, para o usuário, um leitor de CD-ROM, muitos jogos exclusivos e uma grande quantidade de lançamentos de jogos. Com ele era tudo diferente até mesmo no armazenamento de jogos que eram salvo em uma peça chamada de Memory Card.

2003- Robosapiens



É um brinquedo semelhante a um robô que tem seus movimentos pré programados e pode ser também controlado por um controle remoto que vem junto com o brinquedo. O brinquedo é capaz de se movimentar e andar . Ele também é capaz de segurar objetos com qualquer uma das suas mãos, e também é capaz de joga-los. Ele tem uma pequena unidade de alto-falante, que pode transmitir vários sons diferentes.

2004 - Nintendo DS 



O Nintendo DS é um console de videogame portátil desenvolvido e produzido pela Nintendo. Ele é visualmente distinto por seu design abre e fecha, e a presença de duas telas, sendo a inferior sensível ao toque. O sistema também possui um microfone embutido, e tem suporte a conexão sem-fio via Wireless Local, permitindo uma interação entre os jogadores dentro de uma pequena área. 

2005 - X-BOX 360 



Xbox 360 é um console de jogos da sétima geração de consoles de videogames produzido pela Microsoft. As características principais do Xbox 360 são o seu serviço Xbox Live que permite aos jogadores competir online, baixar jogos arcade, demos de jogos, trailers, shows de TV, música e filmes.

2006 - Playstation 3 



O PlayStation 3 (oficialmente abreviado como PS3 ) é o terceiro console de videogame produzido pela Sony Computer Entertainment e o sucessor do PlayStation 2 como parte da série PlayStation. O PlayStation 3 compete contra o Xbox 360,e o Nintendo Wii como parte da sétima geração de consoles de videogame.
O principal recurso que distingue o PlayStation 3 de seus predecessores é o seu serviço unificado de jogo online, a PlayStation Network, que contraria a política oficial da Sony de depender dos desenvolvedores de jogos para conseguir tal experiência. Outros recursos do console incluem suas robustas capacidades multimídia, sua conectividade com o PlayStation Portable e com o PlayStation Vita e a utilização de formato de disco óptico de alta-definição Blu-ray Disc como seu meio de armazenamento primário. O PlayStation 3 também foi o primeiro reprodutor de Blu-ray no mercado compatível com a especificação 2.0.

2007 - Ipod Touch 



O iPod touch é um player de mídia portátil desenhado e vendido pela Apple, Inc..Muitas vezes a Apple Inc. classifica o iPod Touch como um video game portátil por sua alta capacidade gráfica e sua diversidade de jogos superiores ao Nintendo DS, Nintendo 3DS e PSP. O iPod touch pode ser comprado com 8, 32 ou 64GB de memória flash. Também inclui Wi-Fi e uma versão do web browser da Apple, Safari. O iPod touch é a primeira geração da linha do iPod a incluir acesso Wireless à iTunes Store.2 O iPod touch também tem a capacidade de detectar a atual e as dez últimas músicas tocando nas unidades do Starbucks café, e oferecer ao usuário a oportunidade de escutar e fazer o download das faixas via iTunes Music Store.

2008- Nintendo Wii



É um videogame da sétima geração e o quinto console da Nintendo. O console destaca-se pelo seu controle sem fios, o Wii Remote, dotado de um acelerômetro capaz de detectar movimentos em três dimensões.


Vamos encerrando por aqui, pois já estamos chegando na atualidade e as características nostálgicas já estão sumindo. Espero que tenham gostado e não esqueçam de comentar qual brinquedo você gostaria muito de ter ganhado no Natal ou aquele que você mais gostou de ter ganhado. Abraços e bom Natal. 






segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Os mais populares brinquedos de Natal dos anos 60, 70, 80 e 90 - Parte I

No Natal é aquele corre-corre atrás de presentes e a cada ano sempre tem aquele brinquedo que é a maior febre entre as crianças e que está fazendo o maior sucesso. Então, você pergunta para seu filho, sobrinho ou primo o que ele deseja ganhar e mesmo você torcendo para ele responder meias, ele responde que quer justamente aquele brinquedo da moda e que geralmente custa caro.

Ficamos meio bravo por dentro, mas depois nos lembramos que na nossa época as coisas não eram diferentes. Por vezes nossos pais não podiam comprar aquele presente e o sentimento de frustração era enorme. Ainda mais quando todos os seus amigos tinham, exceto você. No final você acaba que fazendo a vontade da criança e faz um esforcinho para atender o desejo dele.

Como este blog adora um momento de nostalgia, selecionamos um total de 50 brinquedos que foram muito populares na época de Natal em cada década e trouxemos tudo para você nesse especial em duas partes. Espero que gostem. 


1963 - Forninho Easy Bake Oven 


Esse é um forninho elétrico de brinquedo que fazia receitas de verdade. O brinquedo original usava uma lâmpada incandescente comum como fonte de calor, mas as versões atuais utilizam elementos de aquecimento de verdade. O forno vinha com pequenos pacotes de mistura para bolo além de panelinhas redondas e as criançadas adoravam. Sentiam-se verdadeiros mestre-cuca. 

1964 - G.I Joe ( Br: Comandos em Ação )


G.I Joe é uma franquia de bonecos action figures que no Brasil ficou conhecido pelo nome de Comandos em Ação. Quem nunca quis ter um bonequinho do Falcon? E nos anos 60 não era muito diferente disso. 

1965 - Operação 


Este joguinho testava a habilidade dos participantes que tinham que extrair partes bobas do corpo de um paciente. No decorrer do jogo você adquiria cartões que ditavam o que você tinha que fazer e remover. Você usava um conjunto de pinças que estavam ligadas por um fio e qualquer descuido  e movimento errado o paciente "gritava" de dor. Extrações com sucesso lhe rendia o dinheiro do jogo e quem terminasse com mais era o vencedor.   

1966 - Twister 


Um jogo que testa as habilidades dos participantes através de um tapete de plástico que obriga você fazer várias combinações de cores e movimentos com as mãos e com os pés. 

1967 - Batalha Naval 


A adaptação do jogo que inicialmente era jogado com com lápis e papel fez muito sucesso no Natal de 1967.

1968 - Hot Wheels


Hot Wheels é uma marca de carros de brinquedo americana da categoria die-cast, que engloba modelos em miniatura feitos de metal injetado. O ano de 1968 foi o ano de introdução da marca e hoje, é a mais famosa fabricante de carros de brinquedos do mundo. 

1969 - Kit de Química 


O Kit continha tudo para você criar um laboratório científico abrangente. Você podia explorar o emocionante mundo da química com 11 produtos e era possível fazer mais de 90 experiências seguras através do uso de uma cartilha detalhada que dava uma explicação completa de cada experimento. 

1970 - Lite-Bright 


Um brinquedo que permite que criemos desenhos brilhantes através de uma caixa de luz composta por pequenos pinos de plástico e colorido que se encaixam em uma matriz com buracos que acendia e criavam uma imagem iluminada. Usando os pinos coloridos as crianças criavam qualquer coisa que surgia da imaginação delas. Se eu fosse nascido nessa época, com certeza iria querer ganhar um desses no Natal. 

1971 - Bola pula pula 


Uma bola de borracha com alças que permite que você se sente sobre elas sem cair e o objetivo é simplesmente ficar pulando com ele e usando suas propriedades para andar. Divertido. 

1972 - Uno 


Um dos jogos de cartas mais vendidos no mundo começou a ser produzido no ano de 1971 e no ano seguinte era o preferido para se ganhar no Natal. Um baralho composto por cartas de quatro cores: verde, amarelo, vermelho e azul enumerados de 0 a 9 além de cartas especiais com ações que variam entre pular, pescar duas ou inverter a jogada que quando combinadas eram entretenimento garantido para toda a família. 

1973 - Walkie Talkie 


É um comunicador de mão portátil que foi desenvolvido para ser usado durante a Segunda Guerra Mundial, mas que acabou virando um divertido acessório para as crianças.

1974 - Caminhão de brinquedo Tonka 



Um caminhãozinho de brinquedo com uma caçamba grande para poder carregar o que você quisesse. Ainda hoje faz muito sucesso entre os meninos. 

1975 - Pet Rock 


Uma caixa com o bichinho de estimação perfeito: uma pedra! Um colecionável que não tinha a necessidade de ser alimentado, nem de levar para passear, nem dar banho. Além do mais não morria, não ficava doente e não era desobediente. A caixa ainda vinha com um manual de instruções de como cuidar de uma pedra de estimação. (wtf?). Na versão original, a pedra não tinha olhos e a moda durou por cercas de 6 meses nos EUA terminando após um breve aumento nas vendas durante o Natal de 1975. Mesmo assim essa brincadeira tornou o seu produtor milionário. É mole?

1976 - Quatro em Linha


Um jogo para jogar em dupla. Os jogadores revezam soltando discos coloridos dentro das grades e a peça desliza diretamente para baixo até ocupar o espaço disponível dentro da coluna. O objetivo do jogo é conectar quatro de suas peças uma ao lado da outra sendo em horizontal, vertical ou diagonal antes do seu oponente. Só que o jogo tinha um leve probleminha, o participante que começasse o jogo poderia sempre ganhar se fizesse os movimentos certos.

1977 - Miniaturas do Star Wars 



Com o sucesso do filme, nada mais justo do que ganhar um pouco de dinheiro, não é mesmo?

1978 - Simon (Br: Genius) 



O brinquedo buscava estimular a memorização de cores e sons. Com um formato semelhante a um OVNI, possuía botões coloridos que emitiam sons harmônicos e se iluminavam em seqüência. Cabia aos jogadores repetir o processo sem errar.

1979 - Atari 


O videogame mais popular da década fez um enorme sucesso e foi considerado um simbolo cultural sendo um fenômeno de vendas. Seus jogos permanecem na memória de todos que viveram naquela época. 

1980 - Cubo de Rubik ( Cubo Mágico )


Esse quebra-cabeça tridimensional tornou-se um ícone da década de 80, sendo a época que foi mais difundido. 
Atualmente, é considerado um dos brinquedos mais populares do mundo, atingindo um total de 900 milhões de unidades vendidas, bem como suas diferentes imitações.

1981- Trenzinho da Lego 


 O sistema era simples, partes que se encaixam permitindo inúmeras combinações. Esse era o Lego que em 1981 fez muito sucesso com o seu trem. 

1982 - Bicicletas BMX 


Naquela época as bicicletas tinham um design ultrapassado então quando surgiu a BMX foi sucesso absoluto. 

1983 - Boneca Cabbage Patch 


Era uma linha de bonecas feitas de pano que passou a se tornar um dos brinquedos de mais modismo da década 80.

1984 -Miniaturas Transformers 


Transformers são robôs alienígenas fictícios de uma franquia popular que são capazes de transformar seus corpos em objetos inócuos como veículos. A franquia surgiu em 1984, quando a Hasbro resolveu adaptar uma linha de brinquedos da japonesa Takara, e para dar suporte a essa nova linha, foram encomendados uma série em quadrinhos da Marvel Comics e desenhos animados. O desenho chegou ao Brasil em 1987. O sucesso levou a mais brinquedos e continuações.

1985 - Nintendo 


O NES/Famicom foi o videogame de maior sucesso comercial na sua época, ajudou a indústria de videogames a se recuperar da crise de 1983 e estabeleceu novos padrões que seriam seguidos pela indústria. Também foi o primeiro console a ser produzido por terceiros, o que ajudou a divulgar o sistema em todo o mundo.

1986 - Laser Tag 


Uma arma para simular combates que continha um sensor que avisava quando o alvo era atingido. Ainda hoje é muito popular entre os adultos. Comparado ao Paintball, o laser tag é indolor, pois não usa projéteis físicos. Por serem mais seguros foram comercializados para as crianças. 

1987 - Jenga 


Em Jenga, os jogadores se revezam para remover blocos de uma torre, equilibrando-os em cima, criando uma estrutura cada vez maior e mais instável à medida que o jogo progride. Uma vez que a torre tenha sido construída, o construtor deve iniciar o jogo. Uma jogada consiste em retirar um e apenas um bloco de qualquer andar que não esteja logo abaixo do andar incompleto mais alto. O bloco retirado deve ser posto no topo da torre, de modo que os blocos formem novos andares.

Vamos dando uma pausa por aqui e amanhã na segunda parte da matéria viajaremos para os anos 90 e 2000. Não percam!