terça-feira, 31 de março de 2015

Alguns brinquedos que são mais velhos do que você pensa

Se pensamos em crianças pensamos em brinquedos, diversão e brincadeiras. O que poucos sabem é que alguns dos mais populares brinquedos da nossa época são mais velhos do que imaginamos. E não pensem você que quando eu digo velho eu me refiro a época dos nossos avós. É mais antigo do que isso. Descubra agora aqui no blog. 

Ioiô



O ioiô é um dos mais antigos brinquedos existentes. A história desse brinquedo é bem antiga e misteriosa. Não se sabe bem ao certo onde nasceu o ioiô, sendo cogitados como prováveis "berços" a Grécia, a China ou as Filipinas. Alguns ioiôs antigos foram encontrados na Grécia, datados de 2500 anos, utilizando blocos de barro ao invés dos discos.

Patins 



Para muitos, patins são sinônimos da década de 70, pois foi uma época que ele começou a ficar popular, porém os primeiros patins foram inventados na década de 1770 por um belga chamado John Joseph Merlin. Ele ficou tão impressionado com sua invenção que sentiu-se confiante então resolveu desfilar e apresentar o seu produto num baile de máscara em Londres. Porém, era conhecido como um grande inventor, mas não um bom patinador. Assim, não pode controlar seus movimentos ou direção e colidiu com um enorme espelho, causando graves ferimentos e, possivelmente, atrasando a popularização da patinação por anos.

RPG com caneta e papel 



Quando pensamos em um jogo no estilo RPG o primeiro nome que nos vem a cabeça é "Dungeons & Dragons" ( criado em 1974 por Gary Gygax e Dave Arneson). Porém ele não foi o primeiro jogo RPG criado. Mas não fiquem tristes, pois já demos muita importância a ele nessa postagem aqui
O primeiro jogo a representar táticas de guerras é conhecido pelo nome de Kriegsspiel que foi inventado em 1812 e foi usado pelo exército prussiano.

Brinquedo de controle remoto 



Geralmente dizem que os primeiros brinquedos de controle remoto foram produzidos na década de 1960, após a empresa de brinquedos italiana Elettronica Giocattoli produzir o primeiro carro de controle remoto (um modelo de escala 1:12 de uma Ferrari 250LM) em 1966.
No entanto, o primeiro brinquedo com essas características foi realmente inventado na década de 1890, mas não entrem em choque e nem fiquem espantados. Dizem que o inventor afamado Nikola Tesla fez um barco de controle remoto equipado com luzes e funcionamento de leme e uma hélice. 

The Sims 



The Sims (2000) é um jogo clássico de vídeo, onde sua única tarefa é guiar o seu personagem personalizado através de uma vida repleta de amor, mudanças de carreira, mudança de decoração, incêndios inexplicáveis e misteriosos desaparecimentos de escadas e piscinas ( kkk). 
Com exceção dos dois últimos, esse era o mesmo objetivo do jogo Little Computer People do ano de 1985. Assim como The Sims , os jogadores tinham a capacidade de personalizar as suas casas e comandar seus personagens para executar ações (como assistir TV, ler, jogar poker, etc). Você também tinha a capacidade de se comunicar com o seu personagem diretamente; por exemplo, você podia fazê-lo tocar uma música específica no piano, jogar um jogo de tabuleiro com você ou enviar-lhe mensagens.

Paintball 



O jogo de paintball que conhecemos e amamos foi inventado em 1970 por dois amigos, Charles Gaines e Bill Gurnsey, que encontraram uma alternativa legal (e dolorosa) de usar as armas de tinta que até então só havia sido usado por trabalhadores rurais, para marcação de gado.
Mas, se você tivesse vivido no início de 1900, você pode ter jogado uma forma anterior de paintball conhecido como duelo de cera: um esporte onde os homens participavam de duelos usando pistolas que dispararam balas de cera. Os concorrentes eram obrigados, entre outras coisas, a vestirem armaduras para protegê-los de lesão grave. Apesar do perigo, o esporte se tornou popular e chegou a aparecer nos Jogos Olímpicos de 1908 em Londres. 

Monopólio



O monopólio foi inspirado em um jogo de tabuleiro de 1904. Criado por Elizabeth Magie, ele era  destinado a ensinar as pessoas sobre como os proprietários na época faziam grandes fortunas às custas dos inquilinos deles, muitos dos quais já eram muito pobres. Magie esperava que todas as crianças que jogassem o jogo iria perceber a injustiça inerente deste sistema e seriam capazes de se protegerem. Magie mais tarde vendeu a patente para a Empresa Parkers Brothers, em 1934, que, obviamente, abandonou seus objetivos iniciais.

Bingo 



Dizem por ai que bingo é jogo de velho rsrs, mas antigo mesmo é a origem do jogo. Ele foi criado na Itália no século 16 como o estilo de jogo de loteria. O jogo só assumiu a sua forma moderna padronizado em 1920 quando Hugh Ward criou as regras que usamos até os dias de hoje.  


          http://listverse.com/



segunda-feira, 30 de março de 2015

Madrugada





Aqui sentado pensando, chega me espanto
Trouxe alegria pra poucos, mas já fui desgraça de tantos
A mente viaja e é só tormento
Cadê aquela pessoa pra me livrar desse sofrimento
Dessa tortura eterna que é ser eu
E por mais que eu falasse, você não iria compreender
Afinal, a mente que pesa em mim não chega nem perto de você
É uma cadeia, é uma jaula, onde a tortura nunca acaba
Tanto lugar pra eu me prender, porra mente, tinha que ser em você?
E a lembrança bate, coração apanha
As escolhas refletem nessa minha falta de esperança
Será que o carcereiro não descansa?
Até quando eu durmo os pensamentos me ganham...
O que fazer? Não tenho mais pra onde correr, cadê aquela luz? Será que é você?
Vendado por tantos erros já não consigo nem ver...
Ou tu me libertas, ou não há sentido em viver
Porra, já está na hora de amanhecer.


André Poeta



sexta-feira, 27 de março de 2015

De quem são esses cabelos?

Nesse divertido jogo você terá que descobrir quem são os donos desses penteados famosos que são ostentado por personagens da cultura pop. Eles são tão distintivos que você nem precisará ver seus rostos para reconhecê-los. 

Dê uma olhada e deixe nos comentários suas respostas. Quem acertar mais acertou. 

A

B

C

D

E

F


G

H

I

J

K

L

M




Via Design Táxi

quarta-feira, 25 de março de 2015

As dez bandas mais satânicas do rock

O pastor Jeff Godwin, constante crítico do rock n’ roll, escreveu em 1985 o livro “Devil?s Desciples” no qual cita dez bandas que segundo ele, são as mais perigosas para os jovens ouvirem.

Reproduziremos a lista agora e gostaríamos de saber se vocês concordam. 

(As citações entre aspas refletem a opinião do pastor Jeff Godwin e não necessariamente remetem a opinião dos idealizadores do blog.)

1 - AC/DC 

“Essa banda causou mais danos que qualquer outra por aí”.



AC/DC é uma banda de rock formada em Sydney, Austrália em 1973 pelos irmãos Angus e Malcolm Young. A banda é normalmente classificada como hard rock ou blues-rock e considerada uma das pioneiras do heavy metal, juntamente com bandas como Led Zeppelin, Black Sabbath, Thin Lizzy, Judas Priest e Deep Purple. No entanto, os seus membros sempre classificaram a sua música como rock and roll.

2 - Rolling Stones

“Esses drogados hedonistas e miseráveis inventaram o Rock diabólico”.



The Rolling Stones é uma banda de rock inglesa formada em 1962, e é uma das bandas mais antigas ainda em atividade. Ao lado dos Beatles, foram considerados a banda mais importante da chamada Invasão Britânica ocorrida nos anos 1960, que adicionou diversos artistas ingleses nas paradas norte-americanas e que decisivamente influenciaram na música pop e nos costumes. Atualmente, são considerados a maior banda de rock do mundo.

3 - Led Zeppelin

“Um grupo de caçadores de emoções ocultas, com um catálogo de negativismo, melancolia e óperas sexuais e sensacionalistas de Heavy Metal”.



Led Zeppelin foi uma banda britânica de rock, formada em Londres em 1968. A banda consistia no guitarrista Jimmy Page, o vocalista Robert Plant, o baixista e tecladista John Paul Jones e o baterista John Bonham. Devido o som pesado de guitarra enraizado no blues e na música psicodélica em seus dois primeiros álbuns, o grupo é frequentemente reconhecido como um dos progenitores do heavy metal.

4 - Mötley Crüe

“Uma quadrilha de bocas sujas e fornicadores que espalham abertamente seu estilo de vida detestável”.



A banda foi formada pelo baixista Nikki Sixx (que estava envolvido numa banda chamada London) e pelo baterista Tommy Lee, mais tarde entraram o guitarrista Mick Mars e o cantor Vince Neil. 
Freqüentemente, a banda é conhecida pelo estilo de vida de seus integrantes: Todos tem muitas passagens pela polícia, passando tempos na cadeia por conta de seus vícios em bebidas, drogas e por fugirem com mulheres.

5 - KISS

“Não contentes com os milhões de dólares já roubados de seus fãs, que são basicamente garotas de treze anos, o KISS parece longe de desaparecer na lata de lixo do Rock”.



Kiss é uma banda de hard rock dos Estados Unidos, formada em 1973 por Paul Stanley e Gene Simmons. Conhecida mundialmente por suas maquiagens, e por seus concertos muito elaborados que incluem guitarras esfumaçantes, cuspir fogo e sangue, pirotecnias e muito mais.
Constituiram um dos maiores impactos culturais da década de 1970, valendo-se de roupas e, sobretudo, maquiagens nunca antes vistas, que marcariam a história da música.


6 - Twisted Sister

“Atitude animalesca, machista, combinada com preferências sexuais estranhas e doentias. Uma das bandas mais prejudiciais da atualidade”.



Twisted Sister é uma banda de heavy metal dos Estados Unidos, formada em 1972 na cidade de Nova York. A banda tinha um estilo característico, em que a aparência e a apresentação ao vivo era tão importante quanto a música, e seus membros utilizavam batom, pó-de-arroz, sombra, rouge e roupas espalhafatosas, marcas registradas dos integrantes.

7 - Judas Priest

“Ocultismo, postura de motoqueiros nazistas, violência, violência e violência. O mundo fica ainda mais insano com esse nojento grupo de fascistas do Rock”.



Judas Priest é uma banda britânica de heavy metal criada em meados de 1969, em Birmingham. A formação clássica do grupo era composta por K. K. Downing, Glenn Tipton, Ian Hill, Rob Halford e Dave Holland, responsável pela gravação de seus álbuns de maior êxito na década de 1980.
A banda pode ser considerada uma das precursoras do heavy metal moderno, sendo um dos grupos mais influentes na história do gênero. Tratou-se da primeira banda a unir o peso e temática violenta criados pelo Black Sabbath à velocidade de alguns grupos de rock como o Deep Purple, suprimindo aos poucos a herança do blues e dando ênfase ao rock mais pesado. São creditados também pela introdução das guitarras duplas, uso de vocais operísticos, e pelas vestimentas de couro no heavy metal.

8 - Black Sabbath

“Um detestável grupo de necrófilos, adeptos da bruxaria”.



Black Sabbath é uma banda de heavy metal formada no ano de 1968 em Birmingham, Reino Unido. Sua formação original era composta por Ozzy Osbourne (vocais), Tony Iommi (guitarra), Geezer Butler (baixo) e Bill Ward (bateria). Embora às vezes sejam classificados como uma banda de hard rock (Butler definiu o estilo uma vez como sendo "um blues pesado e distorcido"), Black Sabbath é considerada uma das bandas pioneiras no heavy metal junto ao Deep Purple e o Led Zeppelin, tendo influência crucial no desenvolvimento e definição do estilo. A banda também é creditada como uma das precursoras do estilo que ficaria conhecido depois como Doom Metal.

9 - Ozzy Osbourne

“Repetidos e nojentos atos inconsequentes de depravação e vulgaridade”.



Ex vocalista do Black Sabbath é um personagem à parte que entre outras façanhas arrancou a cabeça de um morcego com os dentes. 

10 - W.A.S.P.

“Uma junção dos mais perversos elementos do Rock atual. O nome da banda significa ?We Are Sexual Perverts? (Nós somos pervertidos sexuais). E a música que fazem prova isso”.



O acrônimo "W.A.S.P." é uma das maiores polêmicas em torno da banda, que em inglês é entendido como "White Anglo-Saxon Protestant", que significa "Branco, Anglo-Saxão e Protestante", foi reinterpretado pelos membros do grupo para que significasse "We Are Sexual Perverts", que traduzindo para o português significa "Nós somos pervertidos sexuais". W.A.S.P. é célebre pelos espetáculos muito característicos, que por muitas vezes apresentam números cruentos, no mesmo estilo dos encenados por Alice Cooper, um dos pioneiros deste tipo de show. 




terça-feira, 24 de março de 2015

Os mais influentes jogos da era Arcade

Durante o final da década de 1970 os jogos de videogame tornaram-se sofisticados suficientes para oferecerem um som de boa qualidade além é claro de bons gráficos. Embora eles ainda fossem muito básicos. 

Com o resultado, as empresas tiveram que contar com uma jogabilidade simples, porém algo divertido para que tornasse os jogos de arcade algo popular. Essa ênfase na jogabilidade fez com que muitos jogos daquela época continuassem sendo apreciados até mesmo nos dias de hoje, mesmo que sua tecnologia esteja amplamente ultrapassada comparado com a computação moderna.

Separamos uma lista com alguns jogos que influenciaram e ainda hoje influenciam qualquer geração que joga videogame. Veja a lista e diga se concorda com a seleção. 

1 - PONG 



Pong é um jogo de tênis esportivo e um dos primeiros exemplos de jogo para fliperama. É certamente o primeiro jogo de arcade que conseguiu se popularizar. Esse jogo foi fabricado pela Atari e lançado no ano de 1972.
Depois de perceber o sucesso comercial da Pong, várias empresas começaram a produzir os seus próprios jogos que imitavam o estilo e a jogabilidade do Pong. Como resultado, a competição para criar um jogo mais agradável levou ao nascimento da indústria de videgames. Se não fosse o Pong, grandes jogos como Space Invaders e Pac-Man não existiriam. 

2- PAC-MAN



Pac-Man foi originalmente criado pela Namco e lançado pela primeira vez no Japão em 1980. Manteve-se extremamente popular desde seu lançamento até dias atuais e tornou-se virtualmente sinônimo de jogos de videogame em geral. 
Pac-Man também é um ícone da cultura popular dos anos 80. Numa época em que a maioria dos jogos tinham temática espaciais, Pac-Man criou um gênero totalmente novo para os games. 

3 - DONKEY KONG



Donkey Kong foi lançado pela Nintendo em 1981. Após ser mal sucedido no Japão, o jogo tomou a América do Norte como uma tempestade e também tornou-se um dos jogos com muita influência no mundo dos games. 
Donkey Kong foi alegadamente o primeiro jogo a utilizar "cut-scenes" para avançar a narrativa do jogo. Em última análise, o sucesso de Donkey Kong ajudaram a posicionar a Nintendo de forma que dominasse o mercado de videogames na década de 1980 e inicio de 1990. 

4 - SPACE INVADERS



Space Invaders foi fabricado e vendido pela Taito no Japão em 1978. O jogo é considerado um precursor no qual ajudou a definir o tema de atirador espacial nos jogos de arcade. Depois do seu lançamento, o jogo causou uma escassez temporária de moedas de 100 ienes no Japão e arrecadou mais de US$ 500 milhões para a produtora em seus três primeiros anos.

5 - MARIO BROS.



A Nintendo lançou Mario Bros em todo mundo, em 1983. Surpreendentemente o jogo teve somente um sucesso modesto no Japão e não foi bem recebido pela crítica. No entanto, Mario Bros definiu as bases para os futuros jogos de sucesso da Nintendo. 

6 - FROGGER 



Frogger foi introduzido pela primeira vez para arcades em 1981. Ele foi desenvolvido pela Konami e licenciados pela Sega.
Por causa de sua popularidade em todo o mundo, Frogger garantiu sua imortalidade na cultura popular; aparecendo em programas de televisão, desenhos animados e até mesmo em letras de músicas.


7 - Q*BERT



Q * Bert é um jogo de plataforma, publicado em 1982, por Gottlieb. Ele foi bem recebido nos arcades pelos críticos, que elogiaram seus gráficos, sua jogabilidade única e seu personagem principal. O sucesso resultouno uso da imagem do personagem em merchandising, como também aparições em lancheiras, brinquedos e um programa animado de televisão.

8 - GALAGA



Galaga foi criado e publicado pela Namco, em 1981. Ele provou ser extremamente bem sucedido tendo cinco sequências desenvolvidas pela Namco nos anos seguintes. A mais recente sequência é "Galaga Legions", lançado para o Xbox Live Arcade, em 2011.

9 - PHEONIX 



Pheonix foi desenvolvido por Armstar Eletrônica e lançado pela Centuri, em 1980. Após a sua liberação, o jogo tornou-se bem renomado porque ele possuía gráficos a cores, o mais novo recurso do momento. Outro aspecto notável no game é que ele foi um dos primeiros jogos a ter um batalha com um "chefe". Durante a batalha do chefe, o jogador lutava contra a "nave-mãe", o que é visível na imagem acima.

10 - ASTEROIDS 


Asteroids foi lançado em 1979 pela Atari. Teve um imenso sucesso e logo se tornou um dos jogos mais jogados da década de 1980. O jogo era tão popular que, por vezes, operadores de vídeo de arcada tiveram que instalar caixas maiores para manter o número de moedas que eram gastas pelos jogadores. Devido ao sucesso do Asteroid, uma sequência foi introduzido pela Atari, em 1980, com o nome Asteroids deluxe.


segunda-feira, 23 de março de 2015

Blog Fala-ê, 5 anos com você!


É com muito orgulho que faço essa postagem de comemoração de mais um aniversário do blog, dessa vez comemorando seu quinto aniversário. Isso mesmo, já fazem 5 anos que estamos com vocês, informando, entretendo, questionando e acima de tudo divertindo. 

A caminhada até aqui não foi fácil, mas conseguimos enfrentar os problemas e as crises juntos sempre com muita dedicação e atenção.

Tivemos que passar o bastão para novos integrantes várias vezes, uns conseguiram manter-se outros não conseguiram por diversos motivos, mas o importante é que àqueles que aqui tiveram sempre mostraram profissionalismo e buscaram oferecer o que tinham de melhor. 

Claro que assim como em todos os anos eu sempre penso em algo especial para comemorar essa data, mas por se tratar de um blog não tão grande, as ideias sempre ficam no papel e não saem de lá. Quem sabe um dia eu abra a gaveta e apresente para vocês, mas isso vai depender é claro do crescimento que o blog continuar tendo.

Hoje posso dizer que a crise passou e conseguimos manter uma média de visitas, mas foi um sufoco eu entrar todo dia nas estatísticas do blog e ver que os números estavam caindo a cada dia que passava. 

Por isso hoje, fiz este post para dizer um MUITO OBRIGADO, muito obrigado de coração. Obrigado por manterem este meu sonho possível. Abraços. 



sexta-feira, 20 de março de 2015

Não custa tentar



Se é ela que tu quer conquistar
Permita-me três conselhos te dar
Primeiro nunca mande um amigo no seu lugar
Segundo tenha confiança no falar
Terceiro faça pelo menos uma risada ela dar
Não importa o assunto o importante é falar
Seja simples, algo como: "Oi como você está?
É um ótimo jeito de começar
Perguntar o nome é um "meio termo" para onde você quer chegar
Pra finalizar um elogio não pode faltar
Improvise comente dos seu sorriso, cabelo ou olhar
E quando finalmente o momento chegar
Não se afobe deixe eu te explicar
Uma mão na cintura outra na nuca 
É aonde elas devem estar
E antes de eu finalizar
Deixa eu te lembrar
Você é homem, não peça permissão para tentar
E caso dê errado é só se desculpar.



André Poeta

quinta-feira, 19 de março de 2015

Documentário Kurt Cobain: Ele é necessário porque sim




Com certeza, o nome Kurt Cobain já chegou aos seus ouvidos em algum momento. Você já deve ter ouvido uma música do cara ou lido alguma frase, que seja. Sabe, aquele branquelo de cabelo loiro oleoso que é considerado o grande percursor do grunge, que tem aquele álbum do bebe pelado? Sim, aquele provou que brincar com um rifle não dá muito certo.

Falar da vida de Cobain é complicado, por que ele mesmo foi bem complicado. Sério, leia as letras do Nirvana, ou sobre sua vida pessoal, e confirme. A historia de Kurt é marcada por conturbações, pouca paz ali, o que o levou ao fim trágico - o suicídio. Em 2015 fazem 21 anos que o músico tirou sua própria vida, chocando milhares de fãs pelo mundo todo. Ah, muita controvérsia sobre isso também. Foi suicídio mesmo? Foi pelas drogas? A carta é mesmo verdadeira? (Aliás, sobre essa carta, que Kurt escreveu antes de se matar, bem, ela transmite bem o sentimento. Lê-la e não sentir o que ele fala em algum instância é impossível. Uma espécie de desespero calmo). Mas, antes de tudo o que se pode dizer sobre o vocalista da extinta banda Nirvana, ninguém nega sua genialidade.

Alguém disse um vez que um trabalho só é considerado realmente bom, se dez anos depois, ainda for relevante. Bem, é preciso falar sobre a influência do Nirvana hoje em dia (banda que durou só sete anos)? Não vê-la é ser cego. No cenário musical MUNDIAL, e principalmente no grunge, o trabalho desse trio ainda repercute, e muito.

Mas, mesmo com esses dois aspectos, genialidade e influência, ainda existem muitas questões nebulosas sobre o assunto. Principalmente envolvendo o músico. As pessoas querem entender a vida desse cara, entender sua obra com mais profundidade, entender sua cabeça e o que queria dizer. Ai que entra os livros e documentários já feitos. Mas nenhum realmente aceitável, nem bem visto. Lixo sensacionalista, no geral. Mas não acaba ai! Logo aqueles que anseiam por algo de qualidade que supra esse vazio, vão ter com o que se saciar. O documentário, 'Kurt Cobain: Montage of heck', ta pra chegar, e promete ser épico. Só o trailer já ganha o prêmio de trailer mais foda que já produzido. Olha ai:




(Todo fã tem direito a exagerar sobre isso, sim).

E disso que precisamos. É necessário, por que não pode ficar em branco, para aqueles que entendem o que o Nirvana significou e aqueles que não, e principalmente aqueles que acham que é só uma estampa de camiseta ou bolsa (sério caras, pra vocês é isso ou o limbo).


quarta-feira, 18 de março de 2015

Microsoft mudará seu navegador principal. É o adeus ao Internet Explorer




O Internet Explorer não vai mais existir como nós conhecemos. A informação foi confirmada no domingo (15) pelo diretor de marketing, Chris Capossela, durante o evento Microsoft Convergence 2015. A fabricante do sistema operacional acredita que esse seja o momento de descontinuar o famoso Internet Explorer e deixar no lugar o “Project Spartan” – que é ainda um “apelido” para o seu novo browser.

Lançado em 1995, o navegador padrão de todas as versões do Windows até aqui, teve uma relação difícil com os milhões de usuários que clicaram no seu ícone. Amado por poucos e odiado por muitos, o IE enfrentou dura concorrência no mercado depois que Chrome e Firefox passaram a se popularizar.

O navegador tinha uma imagem muito ruim perante ao público que alegava como sendo algo que havia parado no tempo, além de ser muito pesado e travava muito.

Mas, ao menos inicialmente, o Internet Explorer ainda vai dividir espaço no Windows 10 com o Spartan, provavelmente por incompatibilidades do browser estreante com sistemas empresariais. O Spartan será destinado a usuários finais, enquanto o IE continuará disponível para quem precisar rodar web apps e programas que necessitem do navegador. A dupla vai rodar em paralelo, até que tudo esteja integrado.

Ainda não está claro quando a troca definitiva será feita, nem quando o nome do agora navegador principal do Windows 10 será anunciado. Mas uma coisa já sabemos, a aposentadoria do velho IE é inevitável. 


terça-feira, 17 de março de 2015

A manifestação dos selfies



Primeiramente antes de qualquer coisa quero deixar claro que eu sou a favor sim das manifestações, pois acho bem digno o povo demonstrar que não é bobo e querer participar destacando sua insatisfação referente a situação politica atual do país. Quem sabe não sirva de alerta para esses políticos que vivem tentando tirar proveito de tudo e de todos perceberem que estão sendo vigiados por muitas ou algumas pessoas. 

Apesar da boa vontade, algumas situações me incomodaram nesse dia, ao começar pelo fato de parecer que algumas pessoas não sabiam a real importância do "evento". 

Quando eu observava a cobertura televisiva sobre o acontecimento a impressão que me dava era que muitas pessoas estavam ali simplesmente tratando o dia como se fosse um dia normal de passeio. Era possível notar a todo momento as pessoas tirando selfies ou querendo chamar atenção. Pareciam que estavam em um show informal ao invés de lutando por alguma causa. 

Pessoas que levaram seu cachorrinho ou pessoas que só se preocupavam em divulgar que estava presente publicando fotos em alguma rede social, alias graças a internet que foi possível alcançar a proporção que chegou. Parecia que o casal de namorados havia transformado tudo em um simples programinha de domingo. Eu mesmo recebi inúmeras fotos pelo whatsapp de pessoas querendo mostrar que estava lá, mesmo que sem saber porque. 

Outro ponto nem vou alongar muito, mas penso ter visto alguém pedindo intervenção militar no país. O único recado que dou a essas pessoas é que se os militares tomarem o país, a primeira coisa que eles vão fazer é proibir o funk que vocês escutam. Soou meio preconceituoso, mas infelizmente o reflexo da importância que a sociedade não tem dado a educação, está representado pelos mc's que dão falsas imagens da realidade da vida e fazem com que as crianças não prestem atenção nessa aula tão importante de história. 

Por fim, eu achei meio apelativo brasileiros que moram em outros países quererem aparecer dizendo que se importam com o que anda acontecendo. Talvez até se importem, mas não vi a necessidade da exposição de pessoas que nem estão sentindo na pele a situação do pais. Aliás nem se compara com o sentimento de quem ainda mora no Brasil. 

No exterior eles não usam nossa moeda, não pagam caro pela gasolina, o dinheiro que manda para seus familiares são em dólares que hoje vale muito mais do que o real e querendo ou não só por viverem lá, já demonstram que são da "elite branca" que as pessoas tanto criticam. 

Vamos agir como se não estivéssemos brincando, vamos demonstrar que a coisa é séria, porque sair de casa pra "fazer média" ou só pra ficar tirando fotinha não "rola". 

Nota final: Não sou à favor do impeachment, por várias razões, mas uma delas refere-se ao fato de que quem bagunçou que se vire para consertar. 



segunda-feira, 16 de março de 2015

A imagem do cruzeiro resplandece






Eu imagino que, nem que uma pessoa tenha ido passar os dias em Nárnia conseguiu ficar por fora dos protestos desse último dia 15,  uma série de manifestações que vinham sendo organizadas a meses, dividindo opinião de muita gente. E dividindo muita gente, também.

Sabe, aquela de "elite branca, coxinhas, golpistas, anti democracia, mimimi". Tinha quem não dava nada por isso. E, vejam só, mais de um milhão de pessoas na ruas no país todo! A coisa nasceu como um movimento pró impeachment da sra presidente, mas convenhamos, virou mais do que isso. Com tudo que vem acontecendo - inflação, dólar alto, casos de corrupção aparecendo a torto e a direito, e sem receber o merecido cuidado - essa gente toda estava mais demonstrando sua indignação do que qualquer coisa.

Claro, tem todo o negócio... A mulher foi reeleita fazem nem seis meses. Impeachment é a saída? E aquela de intervenção militar? E a tal da reforma politica? Mas e as coisas das promessas? Bem, tem sido isso que dividiu nossa querida internet nos últimos tempos. Com razão, claro. São questões importantes, de um povo que finalmente saiu da inércia politica e percebeu que ser cidadão é mais que pagar impostos. Certo, precisaram roubar todo o dinheiro desses impostos pro pessoal perceber, mas vá la...

Voltando um pouquinho, todo mundo se lembra (até tu, Narniano) do que rolou em 2013. Foi quando toda essa efervescência realmente tomou forma. Foi a primeira vez, em muito, muito tempo, que o povo brasileiro tomou as ruas em busca de seus direitos. Mas era o que falavam na época, era um grande movimento sem direção, sem uma real causa (não era por 20 centavos, mas não sabiam bem por que era também). Bem, vimos um avanço agora nesse sentido. Não é mais uma coisa tão descontrolada, e ainda assim maior. Mas tem a questão das causas... Tem umas estabelecidas, mas o bom-senso indica não apoiar nenhuma. Mas vamos indo.

Pelas contagens, mais de um milhão de pessoas estavam fora de casa vestidas de verde amarelo na ruas, e isso só em São Paulo. Isso não aconteceu nem na Copa, e como isso é bom! Estamos falando de um povo - isso falando massivamente - que fugia quando o assunto era política da mesma forma que a FIFA quando falam de impostos. Falando de novo sobre 2013, é aquela, o povo acordou. Só que ainda não tomou café, ta meio rabugento e com fome.



Como disse, essa efervescência corresponde a esse momento de "despertar". Nisso, vemos essas várias correntes de pensamento, são pessoas racionalizando politicamente e tendo consciência pela primeira vez (sim, isso é exagero, mas nem tanto). É por isso que tem aquele cara pedindo o impeachment, o outro pedindo reforma e o idiota pedindo intervenção. Sério amiguinho da intervenção, não tenho paciência contigo, senta no banquinho, ta de castigo por falar merda.

Entretanto, a coisa não acabou na paulista. Coisas grandes estão vindo por ai, estamos vendo a historia se desenrolar! Sério, no mínimo o filhos dessa geração verão as imagens dos protestos nos livros de historia - só resta descobrir sobre que contexto. Pessoalmente, não sou a favor de nenhuma dessas causas. Elas sugerem mudanças radicais de cenário que não são possíveis, ou dariam tremendamente errado (sim, eu to falando com você, Sr Intervenão!), mas como brasileiro não consigo olhar pra essas fotos, de milhares de pessoas que levantaram a bunda do computador e tiraram os olhos do celular pra fazer ALGUMA COISA sobre tudo isso, e não sentir orgulho. 

Nosso governo é um bela bosta, nossos impostos estuprantes, mas o povo não pode mais ser taxado de imbecil - em parte. Sério, cara da intervenção, o que você tem na cabeça?