sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Feliz Natal!



"O milagre natalino está no desejo de cada um de ser feliz. 
Milagres existem sim, principalmente com tamanha benção de Deus, muitas glorias, conquistas e emoções podem ser realizadas, pois hoje é Natal! 
Faça seus desejos e acredite em todos eles, pois estão prestes a se concretizarem neste dia especial. 
Que seu Natal seja um verdadeiro milagre de alegrias ao lado das pessoas que ama."








segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Pausa para descanso

Estamos de férias. Vamos sumir por algum tempo. Mas não se preocupem, sempre que der, daremos uma passadinha por aqui para deixar alguma novidade para vocês. 

Desejamos a todos desde já boas festas e que ano que vem voltamos renovados. 




Férias 

Nada melhor do que boas e merecidas férias com a sensação de dever cumprido. E quando podemos viajar então, fica ainda melhor! As férias são muito importantes para podermos repor as energias, retomar o fôlego, descansar e carregar as baterias nos divertindo e relaxando para voltarmos para o trabalho com toda a força para fazer a diferença.

E quando viajamos, as férias são ainda melhores, porque sempre conhecemos coisas novas e pessoas novas pelo caminho, que trazem referências diferentes para a nossa vida e que nos enriquecerão com as suas experiências.

Quando voltarmos traremos muitas novidades para vocês. 

Até lá!


segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Somos ET's?




Até que ponto, além do raciocínio, humanos e animais são realmente diferentes? Até que ponto saímos da curva da lei da natureza, se é que realmente saímos. Se deixarmos os princípios éticos e morais de lado (o que é impraticável na sociedade hoje), assassinatos e roubos, assim como atos de coragem ou compaixão, são tão comuns no mundo animal quanto no nosso.

Além das grandes invenções pensadas por mentes brilhantes, ou dos estudos criados sobre quase tudo, ou de segredos de Estado, da Igreja, ainda assim tão diferentes, somos animais. Por trás disso ainda temos o instinto de acordar, alimentar, descansar. Três necessidades básicas encontradas - creio eu - em pelo menos 90% dos seres vivos.

Por deus, para quem acredita em algum, ou por qualquer outra coisa superior a nós, como a própria lei da natureza, foi dado a raça humana um poder incomparável. O poder de cuidar das outras espécies, do planeta em si. Só nós podemos pegar um animal doente e revigorá-lo, uma árvore fraca e fortalecê-la e até mesmo um rio, recuperá-lo, livrá-lo de obstáculos para seguir seu rumo.

Assim, resumidamente, podemos controlar o número de espécies. Um animal que dá luz a por exemplo, vinte filhotes de uma única vez, geralmente só vê apenas 1/3 ou 1/5 chegar a vida adulta. Acontece que com humanos no poder do destino, todos os filhotes chegam a vida adulta. Assim vemos pombos, cachorros, gatos, insetos... quase tudo hoje vira uma praga. Mas isso é só para entender, não é o ponto que quero chegar.

Bem como o poder de cuidar, temos o poder de destruir. Este não é preciso nem comentar. Guerras, desde os tempos medievais, caça e pesca sem freios. Tudo nas mãos do ser humano vira um grande exagero. Basta olhar hoje para as grandes metrópoles, com cada vez mais construções. CONSTRUÇÕES.

Temos o poder de inventar, cuidar, destruir e... construir. Aliado a tecnologia, inventada por essa raça incrível e única que é a nossa, já cogitamos a mudança de planeta. A indústria do cinema já aderiu a ideia e nos faz imaginar como pode ser. Já nos demos conta talvez, que o planeta será cada vez mais destruído se continuarmos nesse ritmo de desenvolvimento. Uma breve pausa no pensamento um tanto quanto maluco...

[Já existe plantação de verduras fora da órbita terrestre. Muitos astronautas passam longos períodos no espaço, se alguma vida for criada lá, já pode ser considerada extra terrestre, no sentido mais literal da palavra]

... Em termos de idade, a raça humana é um bebê na Terra. Voltando ao início do texto, e tentando fazer alguma conexão, penso as vezes que o ser humano foi criado realmente para isso, fazemos parte do ciclo natural que pode envolver inclusive a mudança de planeta. Levamos muito mais que 2.500 anos para começar a estudar a possibilidade de sair do planeta, o que me leva a crer que daqui a mais dois ou três mil anos, nós mesmos podemos ser os próprios alienígenas tanto teorizados e quem sabe o termo E.T. pode até virar E.M. (extras marcianos).


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

A história das manifestações estudantis no Brasil

Um dos primeiros movimentos que contaram com participação dos estudantes brasileiros aconteceu em plena 2ª Guerra Mundial. Em luta contra o nazi-fascismo, os estudantes pressionaram o então presidente Getúlio Vargas, pedindo posicionamento contra os regimes autoritários. As manifestações acabaram impulsionando o governo a declarar apoio aos Aliados na Grande Guerra.


Após a Guerra, a União Nacional dos Estudantes (UNE) passou a se posicionar em relação aos principais assuntos nacionais. Foi protagonista na campanha "O Petróleo é Nosso", que queria garantir que empresas estrangeiras não tivessem permissão para explorar o recurso brasileiro. A luta culminou na criação da Petrobras.


Em 1961, após a renúncia do presidente Jânio Quadros, era natural que assumisse seu vice, João Goulart. Entretanto, a pressão política ameaçava a posse de Jango, o que gerou forte mobilização estudantil. No período, a UNE chegou a transferir temporariamente sua sede para Porto Alegre, onde tiveram participação importante na Campanha da Legalidade. Quando foi empossado, Jango se tornou o primeiro presidente a visitar a sede da UNE.


A participação dos estudantes também foi marcante durante as Diretas Já, em 1984. Após sofrerem severas represálias durante a ditadura militar, o movimento voltou às ruas, lutando pela democracia com manifestações nos principais comícios populares. 


Talvez o movimento mais emblemático dos estudantes brasileiros tenha sido a campanha "Fora Collor", que conseguiu derrubar o presidente da República. Os jovens de caras pintadas foram protagonistas em mobilizações por todo o país.


A partir dos anos 2000, o movimento estudantil avançou em suas reivindicações para a educação. Conseguiram, em 2003, o fim do Provão, exame que era aplicado aos estudantes do ensino superior. Em 2004, após caravanas realizadas por todo o país, conseguiram a criação do ProUni, programa do governo federal que garante bolsas em universidades particulares para estudantes de baixa renda.


Em 2010, os estudantes conseguiram a aprovação da PEC da Juventude no Congresso Nacional, abrindo espaço para a proposição de políticas voltadas exclusivamente para jovens.


Em 2014, o movimento estudantil conquistou a aprovação do Plano Nacional de Educação, que garante 10% do PIB para o setor. Também conseguiram que 75% dos royalties do petróleo e 50% do Fundo Social do Pré-Sal fossem destinados para a educação.


Em dezembro de 2015, estudantes de São Paulo conseguiram suspender a reorganização escolar proposta pelo governador Geraldo Alckmin. A medida, que visa à divisão dos estudantes por faixa etária, prevê o fechamento de mais 90 escolas no estado. Os alunos, em protesto, ocuparam as escolas e organizaram manifestações nas ruas. Além de conseguirem fazer o governo suspender a medida para 2016, derrubaram o secretário de educação Herman Voorwald.


Vi enquanto lia o Super Interessante


terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Características e gêneros de animes

Anime é um estilo de animação que na maioria das vezes é produzida no Japão.  



Ao contrário do que muitos pensam, o anime não é um gênero, mas um meio, e no Japão produzem-se filmes animados com conteúdos variados, dentro de todos os gêneros possíveis e imagináveis (comédia, terror, drama, ficção científica, etc.).

Uma boa parte dos animes possui sua versão em mangá, os quadrinhos japoneses. Os animes e os mangás se destacam principalmente por seus olhos geralmente muito grandes, muito bem definidos, redondos ou rasgados, cheios de brilho e muitas vezes com cores chamativas, para que, desta forma, possam conferir mais emoção aos seus personagens.

Em resumo, aquele desenho japonês que você é fã, nada mais nada menos é do que um anime e ele pode ser separado por gêneros e ainda possuir muitas características peculiares. E é exatamente sobre isso que falaremos agora.

Shounen 



Esse é um gênero direcionado para o público jovem masculino. A categoria apela para uma grande faixa etária, embora seu público primário está na faixa de idade de 12 a 14 anos . Em tradução literal significa "quadrinhos para pessoa jovem" ou simplesmente "quadrinhos para meninos".

Shoujo 



É um mangá comercializados para um público feminino mais ou menos entre as idades de 12 e 18. O nome latinizado literalmente significa "pequena garota". O mangá shoujo abrange muitos assuntos em uma variedade de estilos narrativos e gráficos, desde dramas históricos a ficção científica — muitas vezes com um forte foco em relacionamentos românticos e emoções humanas.  Estritamente falando, shoujo mangá não compreende um estilo ou um gênero em si, mas sim indica uma público-alvo.

Bishoujo



Bishojo é um termo japonês usado para referir-se a garotas jovens e bonitas , geralmente abaixo da idade universitária. Personagens bishoujo são vistas em quase todos os gêneros de anime e mangá e embora bishoujo não seja um gênero propriamente dito, mas sim um estilo de personagens, séries que contêm personagens predominantemente deste estilo, como as do chamado gênero harém, são por vezes informalmente chamadas de séries bishoujo. Uma vez que um dos principais atrativos dessas séries são geralmente a arte e as atraentes personagens femininas, o termo é por vezes entendido como um "gênero" que vive exclusivamente em função da comercialização de suas belas personagens em vez de seu conteúdo ou enredo.

Seinen 



Seu significado é  "homem jovem" no Japão, e é voltado para o público masculino entre os 18 a 40 anos. A grande diferença entre Shounen e Seinen está nos temas e no conteúdo maduro. Algumas histórias de Seinen possuem personagens em idade típica de Shounen, como personagens em idade escolar, mas os temas são mais maduros, geralmente contendo sexo e violência, que não são adequados em revistas infanto-juvenis. 
Os personagens dos Seinen geralmente estão em torno dos 20 aos 40 anos e passam por problemas típicos de sua faixa etária, tendo muitas histórias se aprofundando em temas como negócios e política - que podem ser maçantes para os jovens - passando até por complexas histórias de ficção científica que exigem conhecimento universitário para se compreender.
Os Seinen no Japão são tão populares quanto os Shounen, apesar de terem poucos títulos conhecidos no Ocidente.

Josei



É a definição dada aos mangás normalmente voltados para o público feminino adulto. Enquanto revistas para meninas são chamadas de shoujo, para meninos são chamadas de shounen, e para homens Seinen. O Josei é um amadurecimento do shoujo.
São geralmente histórias da vida adulta com foco no cotidiano feminino, mostrados de forma mais realista, enquanto os mangás shojo apresentam romances idealizados. O estilo do traço usado geralmente é mais sóbrio. Suas histórias tendem a ser menos fantasiosas tanto o shojo quanto o seinen, sendo que o uso de fantasia e ficção científica é raro nos Josei.
Outra característica dos Josei é a liberdade para se criar as histórias, pois não existem restrições. Pode-se colocar cenas explícitas de sexo em histórias Josei sem que sejam consideradas pornográficas. Uma vertente crescente é a abordagem da homossexualidade nos últimos anos, pois a cultura japonesa considera romântico o amor proibido entre duas pessoas do mesmo sexo.

Kodomo 



É um gênero de mangá voltado para o público infantil. Em geral os mangás kodomo possuem atividades como páginas para colorir, labirintos e jogos. Kodomo possuem histórias fechadas ou com arcos muito curtos, pois crianças pequenas tem dificuldade para acompanhar histórias seriadas. Também possuem desenho e narrativa simples, sem muitas sangrias e retículas.

Gekiga 

Imagem comparativa entre um personagem desenhado no estilo mangá estilizado e um no estilo gekigá

É o termo em japonês usado para definir um tipo mais adulto de mangá, voltado para públicos amadurecidos, sendo um estilo que pode retratar tanto temas reais quanto fictícios. Com um traço pesado, é um estilo não muito difícil de ser identificado: tramas psicológicas, busca de lei e ou vingança, armas (de fogo, espadas, adagas e tonfas), sangue, mortes etc..

Ecchi 



No Ocidente, o termo é associado principalmente com animes, mangás, ou jogos que apresentem a sensualidade como principal tema, em contraste com o termo hentai, usado para aqueles que apresentam sexo explícito.
Animes ecchi geralmente têm censura mas alguns não têm, porém, sem censura, desde que não haja relação sexual explícita, se torna ecchi.
A censura pode ter vários feitios . Desde uma fumacinha que aparece do nada, até quadrados negros e mosaicos.

Mahou Shoujo 



É um sub-gênero de anime e mangá shoujo que possuem um tipo de personagem feminina jovem e com poderes mágicos.
As histórias mais famosas de mahou shoujo apresentam jovens meninas com capacidades sobre-humanas e que são forçadas a lutar contra o mal.

Mahou Shounen 



Esse segue as mesmas características do sub-gênero anterior, porém apresenta meninos jovens com poderes mágicos. 

Mecha 



Um mecha é um robô gigante geralmente caracterizados como máquina de guerra ou combate com pernas, cujos principais oponentes são monstros gigantes ou outros mechas. Geralmente são construídos em formato antropomórfico (de ser humano) ou de animais.
Nos animes os mechas e seus pilotos são os principais personagens. 

Harém 



É um gênero de anime e mangá que apresenta um personagem masculino ou feminino, que vive rodeado por várias personagens do sexo oposto que geralmente o acompanham e em alguns casos coabitam com ele, isso é quando a intimidade é quase habitual. Normalmente, são comédias românticas, mas podem se tratar de outros tipos. 

Yaoi 



É um gênero de publicação que tem o foco em relações homossexuais entre dois homens.

Yuri 



É um gênero de mangá e anime que descreve relações românticas entre mulheres. O termo Yuri também é conhecido pelo termo shoujo-ai, que é um termo mais usado para conteúdo mais leve sem nada explícito ou pornográfico. Porém, há também o termo yuri orange, que é usado para descrever um conteúdo que há cenas explícitas e pornográficas, referente ao amor de duas garotas.

Shotacon 



É um termo japonês para um complexo relativo à sexualidade onde um adulto homem ou mulher sente-se atraído por um garoto mais novo e vice-versa. No mundo ocidental, este termo é usado para referir-se especificamente ao anime ou mangá que mostra garotos na puberdade ou na pré-puberdade ao lado de personagens mais velhos que tenham atração por crianças.

Lolicon 



Esse é basicamente o contrário do termo anterior, ou seja, complexo por lolitas, onde retratam meninas menores de idade em situações sexuais ou de nudez. 

Hentai 



É uma palavra japonesa que, nos países ocidentais, é usado para se referir, em especial, à pornografia nos estilos japoneses de desenho (anime e mangá). Ou seja, são animes pornográficos e eu nem preciso dar mais detalhes. 



Então é isso pessoal, espero que eu tenha sido sucinto no assunto e que não tenha ficado uma leitura cansativa. 

Não esqueçam de deixar nos comentários a opinião de vocês. Podem acrescentar também, animes famosos de seu gênero favorito para indicar para outros leitores. 

Uma ótima semana a todos e até a próxima postagem. 

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Vencedores "The Game Awards 2015"

Nessa sexta-feira (04/12) foi realizada a premiação do Game Awards edição 2015. Para quem não sabe essa é a premiação dos melhores jogos de videogame do ano. 

Sem mais delongas confira qual foi o grande campeão na categoria melhor jogo e os vencedores das outras categorias. 

Jogo do Ano

The Witcher 3 Wild Hunt 



Estúdio do Ano

CD Projekt RED 



Jogo Indie

Rocket League 



 Jogo Mobile

Lara Croft GO



Melhor Narrativa

Her Story

Direção de Arte

Ori and the Blind Forest



Trilha Sonora

Metal Gear Solid 5 The Phantom Pain



Melhor dublagem e performance

Her Story 

Prêmio Games for Change

Life is Strange



Jogo de Tiro

Splatoon



Ação/Aventura

Metal Gear Solid 5 The Phantom Pain



RPG

The Witcher 3 Wild Hunt



Jogo de Luta

Mortal Kombat X 



Jogo Família

Super Mario Maker



Jogo de Esporte ou Corrida

Rocket League



Melhor Multiplayer

Splatoon



Jogo mais Aguardado de 2016

No Man’s Sky



Jogador de eSports do Ano

Kenny “KennyS” Schrub (CS: Global Offensive/Team EnVyUs)

Time de eSports do Ano 

Optic Gaming

Jogo de eSports

Counter-Strike Global Offensive 



Personalidade do Ano

Greg Miller

Melhor Criação de Fãs

Portal Stories: Mel

E aí, concordam com os prêmios? Deixem nos comentários. 


quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Jogos de tabuleiro on line

Se você é fã dos famosos jogos de tabuleiro, mas não tem acesso a eles. Fique sabendo que agora você pode jogá-los com qualquer pessoa a qualquer momento sem precisar de muito esforço. Isso é possível graças a este site aqui


Se você clicar na imagem terá acesso aos mais diversos jogos de tabuleiro que ainda fazem sucesso nas casas das famílias brasileira e do mundo, por que não?

Nele você poderá jogar gratuitamente partidas de War, Perfil e Imagem e Ação, bastando cadastrar o seu email. 






O que vocês estão esperando? Bora lá jogar!