sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Dicas de receitas de suco saudáveis para este carnaval

Nada como passar o feriado de carnaval esbanjando saúde. Pensando nisso selecionamos cinco receitas de suco saudáveis para você experimentar nesse prolongado. Acompanhem: 


Shank energético pré-carnaval



Benefícios: fonte de sais minerais, rico em gorduras boas, energético natural, tem baixo índice glicêmico, promove maior saciedade, é antibacteriano e antifúngico.

Como fazer:
1 fatia de melão
2 colheres sopa da polpa do coco
200 ml de água de coco
Bata no liquidificador e não coe.

Suco diurético e emagrecedor



Benefícios: reduz o inchaço ocasionado pelo calor e pela bebida alcoólica, tem baixo valor calórico (100g da fruta tem apenas 29kcal), é rico em potássio e reduz a pressão arterial.

Como fazer:
1 fatia de melão
3 rodelas de pepino
250 ml de água
¼ da folha da couve
Bata no liquidificador, não coe e consuma em seguida.

Suco bronzeador e protetor



Benefícios: potencializa o bronzeamento da pele, auxilia na proteção solar, aumenta a produção de colágeno, é rico em betacaroteno e antioxidante, garantindo um bronzeado duradouro.

Como fazer:
1 colher sopa de cenoura crua ralada
1 colher sopa de beterraba crua
1 damasco seco
1 colher sopa de semente de romã
Caldo de 1 laranja.
Complete com água para formar um copo e bata no liquidificador.

Suchá termogênico e rejuvenescedor



Benefícios: acelera o metabolismo, auxilia na queima de gordura, é diurético e anti-inflamatório, melhora o aspecto da pele e a digestão, é fonte de vitaminas do complexo B.

Como fazer:
1 rodela fina de abacaxi
1 pedaço pequeno de gengibre
Raminhos de hortelã
250 ml de chá verde frio
Gelo
Bata tudo no liquidificador e beba em seguida.

Suco antioxidante e para imunidade



Benefícios: rico em vitamina C, imunoestimulante, tem ação anticancerígena, previne o envelhecimento, mantém a elasticidade da pele, é anti-inflamatório, previne o surgimento de doenças.

Como fazer:
2 morangos
2 colheres de sopa de mirtilo ou framboesa
1 colher de sobremesa de chia
200 ml de água de coco
1 xícara de chá de hibisco
Bata no liquidificador e não coe para não perder as fibras. 


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

O Whatsapp mudou. E agora?




De todas as atualizações possíveis que o aplicativo de mensageiro instantâneo Whatsapp já passou no seu tempo de vida, o desta quinta-feira dia 22 de fevereiro foi o mais impactante. 

Entrando na onda do status que some em 24 horas, podemos afirmar que hoje o Snapchat, o Instagram e o Whatsapp estão todos iguais. E aguardem, pois o Facebook já está preparando o seu também. 

Em pouco tempo da "novidade" a rede social Twitter bombou de comentários de usuários expondo sua opinião sobre a mudança. Por falar em Twitter, levanto as mãos para o céus por ele ainda não ter sido afetado por essa nova moda que eu, particularmente, não sou 100% à favor, porém não tenho nada contra. 

Como qualquer coisa que é novidade assusta um pouco, fiquei procurando as diversas opiniões sobre o assunto para ver o que de fato mais agradou e o que foi odiado por todos. O resultado tento resumir à seguir: 

A primeira coisa que alcançou um número razoável de reclamações foi o fato da aba de contatos ter sumido, sendo necessário, para encontrá-los, fazer uma "pesquisa". Mas é algo que eu acredito que possa ainda ser acrescentado numa próxima atualização. Só colocar uma abinha de contatos e está tudo resolvido. 

As pessoas não poderão colocar aquele status sofrido no Whatsapp, nem aqueles com trechos de música, fora as indiretas básicas para o crush, agora será tudo na base das fotos e que sumirão em 24 horas. 

Tem gente que curtiu bastante, em menos de meia hora da novidade, tem gente que já atualizou esse status mais de 30 vezes, sem brincadeira nenhuma. Resta saber quem o Snapchat vai levar junto, pois esse já "morreu". O Instagram pode ser o próximo, e o Facebook quem sabe. Será que tem espaço pra tantas funções iguais em aplicativos diferentes? Pra que usar vários aplicativos se todos tem a mesma função? Resta aguardar pra ver o que isso vai dar. 

P.S - Já podem aguardar transmissões ao vivo por lá também, da mesma forma que já acontece no Instagram. 

P.S² - Você pode ir nas configurações e escolher quem você quer que veja seus status, então corra para selecionar todo mundo da sua família, para que eles não vejam seus nudes. Lembrando claro que os prints não notificam como acontece no Snapchat e no Instagram. Tá liberado! 

Abraços a todos. 😅




sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Descubra de quem são os rostos que estampam marcas famosas

Casa do Pão de Queijo




A simpática senhora tem nome (e sobrenome): é Arthêmia Carneiro. Nascida em Monte Alegre, Minas Gerais, ela é mãe do fundador da rede de pães de queijo – e também responsável pela receita do alimento que dá nome à loja. Vovó Arthêmia, como era chamada, faleceu eu 1997, aos 92 anos.

Palitos Gina




Aqui são necessárias duas perguntas. A primeira é: quem é a moça? O nome dela é Zofia Burk. Polonesa que vive em São Paulo desde os 5 anos de idade, topou um trabalho como modelo e virou o rosto da marca de palitos de dente. Em entrevista à Veja São Paulo afirmou que não sabia que viraria logotipo, e que até pensou em processar a fábrica que usa seu rosto.

É por isso que aparece a segunda questão: Quem é a tal da Gina? No caso, esse era o apelido de Rosa Del Nero Rela, mãe dos fundadores da empresa.

KFC




Não, o homem que estampa os baldes de frango frito não tem um nome cujas iniciais são K, F e C. Na verdade, o nome da marca é uma sigla para Kentucky Fried Chicken (Frango Frito de Kentucky, estado americano onde foi aberta a primeira loja da franquia).

Mas sim, o homem do frango é o fundador da rede. Seu nome é Harland David Sanders, ou Coronel Sanders para os fãs mais apaixonados. Sanders faleceu em 1980, aos 90 anos de idade.

Ronald McDonald




O palhaço do fast food não foi inspirado em uma pessoa, mas em outro personagem, ele mesmo, o palhaço que agitou o Brasil nos anos 1980: Bozo.

Williard Scott fazia o papel do Bozo na televisão americana. O personagem, como se pode imaginar, era megapopular. Foi quando a loja de hambúrgueres entrou em contato com ele e pediu que criasse um palhaço que curtisse comer uns lanches.

O resultado foi absolutamente assustador. A primeira versão do personagem tinha uma caixa quadrada como chapéu e um copo de refrigerante no lugar do nariz. A voz também não era infantilizada. A coisa toda parece ter saído da Deep Web. Veja o primeiro comercial abaixo.




Ao longo dos anos a coisa toda foi tomando a forma que conhecemos hoje – com pelo menos 9 atores encarnando o personagem nos últimos 54 anos. 

Velho Barreiro 




O sorriso de Mona Lisa do senhor que estampa carnavais Brasil a fora não é à toa. É capaz que ele seja o próprio responsável pela obra. O rosto tem semelhanças inegáveis com o retrato de Leonardo da Vinci, pintado por Raffaello Morghen no século XVIII.



O nome também é um mistério. É possível que o tal do Velho nem fosse uma pessoa, mas um pássaro. Acredita-se que um antepassado da família Höffer, responsável pela marca, tinha um joão-de-barro apelidado de Velho Barreiro.

Postado originalmente aqui 


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Famosas empresas de games japonesas

O Japão é um dos países com mais influência no mercado de games, pois quando se fala em tecnologia logo nos lembramos dos nossos amigos da "terra do sol nascente".

O país foi responsável por vários jogos de sucesso ao longo da história e ainda hoje marcam presença no mercado com diversas franquias que todo mundo conhece. 

Pensando nisso que selecionamos algumas das maiores e mais famosas desenvolvedoras de games do Japão para apresentar para você. 

Se já conhece, amplie seu leque de conhecimento. Se ainda não, este é um bom momento para conhecer. Aperte "iniciar" e vamos lá. 

Nintendo 



É claro que eu não poderia começar esta lista diferente. A Nintendo é uma das maiores e mais conhecidas desenvolvedoras de jogos do Japão e talvez até do mundo. É uma das maiores empresas da indústria e também um dos grandes símbolos mundiais devido ao seu sucesso de venda e extenso trabalho na criação de personagens carismáticos com o público.
Tudo começou com o lançamento do jogo Donkey Kong e depois o clássico Mario Bros. De lá pra cá, choveu dinheiro e mais dinheiro na sua conta, pois o sucesso foi estrondoso. 
Franquias como Zelda e Pokémon também são da Nintendo. 

Site Oficial - nintendo.com 

Sega  



A Sega, assim como a Nintendo, existe a bastante tempo, mais especificamente desde os anos 40. A companhia tem tido sucesso tanto no mercado de arcades quanto no de consoles caseiros, apesar de estar fora desse último setor desde 2001.
Os games mais conhecidos são Alex Kidd e é claro Sonic, o ouriço mais conhecido do mundo dos videogames. 

Site Oficial - sega.com

Capcom 



Pra mim entra na lista Top 3 das mais conhecidas e por fazer jogos de maiores sucesso. Ela é conhecida por ter criado franquias multimilionárias, tais como Resident Evil, Street Fighter, Mega-Man, Devil May Cry, Dino Crisis e Onimusha. 
Essa empresa só chegou ao mercado nos anos 70, e nos anos 90 foi "sentando na janelinha" ao lançar Street Fighter II que é o jogo de luta mais famoso do mundo e depois Mega Man que todos também conhecem o seu sucesso. 

Site Oficial - capcom.com

Konami 



A Konami começou a ter muito sucesso quando começou a produzir jogos para o console da Nintendo. Podemos citar as séries Castlevania, Contra e Metal Gear. Mais tarde International Superstar Soccer e posteriormente Pro Evolution Soccer que são aclamados no mundo. Além da franquia de jogos de terror mais vendido no mundo inteiro, Silent Hill.  

Site Oficial - konami.com

Bandai Namco 



A Namco trouxe ao mundo o jogo Pac Man e logo se tornou um sucesso também, logo que, o mesmo entra na lista dos games mais vendidos no mundo. Sucesso nos anos 90, a franquia até hoje vende pra caramba. Após a união da Namco com a gigantesca Bandai o sucesso só continuou. 
Outros jogos de sucesso da empresa foram Tekken e Naruto. 

Site Oficial - Bandai 

Tecmo 



A empresa é conhecida por desenvolver o jogo de luta Dead or Alive e Ninja Gaiden. Hoje em dia ela faz parceria com a Koei e continua fabricando jogos das duas, tanto da Tecmo quanto da Koei. 

Site Oficial - Koei Tecmo America 

Taito 



Atualmente a Taito Corporation foi adquirida pela Square Enix, mas é uma empresa das antigas que desenvolveu  famosos jogos de Arcade como, por exemplo, Space Invaders. 

Square Enix 



Square Enix, é uma desenvolvedora e distribuidora de jogos eletrônicos japonesa mais conhecida por suas franquias de RPGs eletrônicos, que incluem Final Fantasy, Dragon Quest e Kingdom Hearts.

Site Oficial - Square Enix Global


Esqueci de alguma? Ajudem-nos fazendo comentários e enriquecendo essa postagem. Só assim poderemos a cada dia melhorar mais. Abraços a todos. 




segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Os momentos mais marcantes e engraçados de Silvio Santos na TV



O Silvio Santos com certeza é o maior comunicador que já passou pela televisão brasileira. Não há hoje quem não conheça esse ícone com sua marcante risada e seu tradicional bordão: "Quem quer dinheiro?"

Durante esses mais de 50 anos de televisão, Silvio já nos proporcionou diversos momentos que marcaram as nossas vidas. 

Para homenagear essa brilhante pessoa, selecionamos alguns dos momentos mais famosos e engraçados que já aconteceu com ele na frente das câmeras e que fez a gente soltar muitas risadas. Acompanhem: 

1 - Silvio Santos e o bambu 


Esse é um dos momentos mais clássicos e viralizou na internet. Da época que as imagens ainda eram em preto e braco, uma meninha muito da "espertinha" e de "boca suja" , fez o nosso comunicador cair numa das piadinhas mais clássicas do tempo de colégio. 




2 - Silvio Santos "perde a paciência" com Moisés



A famosa frase "Não consegue né Moisés!?"  Surgiu depois que um convidado que topava tudo por dinheiro teve muita dificuldade para entender o funcionamento da brincadeira. Nosso saudoso Silvio ainda tentou ajudar de todas as maneiras possíveis, mas o Moisés não conseguia.  Não tem como não rir. 




3 -  Silvio Santos e o menino fã do Raça Negra 


Essa ao mesmo tempo que é engraçado é muito fofo. Um simpático menininho que era muito fã da banda Raça Negra e sua simpatia e humildade conquistou a todos. 




4 - Silvio Santos na prova da esteira 


Havia uma famosa prova em um dos quadros do seu programa que consistia do convidado passar por uma esteira formada por um tapete vermelho que ficavam puxando de um lado por outro e a pessoa não podia cair. Um belo dia, seu Silvio resolveu provar que finalizar a brincadeira era muito simples e mostrou como fazia. O resultado é hilário. 




5 - A calça do Silvio cai no palco 


Tudo corria normalmente em seu programa, mas o inesperado acontece quando simplesmente suas calças caem devido a falta de cinto. Como um bom comunicador, ele fez questão de que não cortassem essa cena na edição e o resultado é claro que foi de altas gargalhadas. 




6 - Silvio Santos caindo do burrinho 


Silvio Santos levou um burrinho para o palco e quando tentou subir no mesmo. Pimba!




7 - Silvio Santos cai do palco 


Silvio Santos estava super concentrado durante um sorteio da Tele Sena, quando que, por um descuido, esqueceu do degrau, pisou em falso e simplesmente caiu no chão. E ainda por cima não aceitou que ninguém lhe ajudasse e continuou apresentando normalmente e sentado no chão. Espetacular kkk. 




8 -  Silvio Santos cai no tanque de água


E mais uma vez o Silvio tenta explicar como que funciona a sua atração. Dessa vez um tanque cheio de água. Se alguém achava que ele usava peruca, se enganou, pois mesmo encharcado seu cabelo continuou no lugar e seu bom humor também. 



9 - Silvio Santos "vai ali mijar"


Apesar de deselegante, num dos programas do Roda a Roda Jequiti, Silvio Santos que já não tem mais nenhum pudor, deixa a atração nas mãos de sua filha e simplesmente avisa que vai ali mijar.  Sua filha fica assustada, mas segue com o programa kkk. 



10 - Silvio Santos cai ao tentar dançar e rebolar com a convidada 


Tudo estava indo muito bem, seu Silvio tentando uns passinhos de dança com a Flor. Já estava todo pomposo achando que estava abalando, quando de repente um movimento mais forte e ele acaba indo parar no chão. De quebra ainda levou a dançarina ao chão também ao puxá-la. 



11 - Silvio Santos é hipnotizado no palco 


Silvio Santos mais uma vez preparou uma das suas ao deixar ser hipnotizado no palco. A hipnose aparentemente foi um sucesso e Silvio viu suas assistentes supostamente peladas. 



12 - Silvio Santos e a pianista sexy 


Suzi Pianista fez muito sucesso na internet ao tocar piano sem roupa. Obviamente que seu Silvio quis conhecer o talento da moça. Com muita gentileza ajudou a moça a tirar a roupa e ainda queria que ela tirasse a calcinha. Muito hilário esse Silvio "tarado". 



Bem, foram esses que eu lembrei e encontrei, mas sei que faltaram alguns outros momentos que imagino que sejam bem famosos também. Deixem nos comentários aquele que você sentiu falta e quem sabe possamos fazer uma segunda parte. 

Silvio Santos realmente é o melhor apresentador/comunicador do Brasil que nós respeitamos. 



quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Dez casos de vírus que devastaram computadores



Assim como os seres humanos, os computadores também podem contrair vírus desagradáveis que podem causar estragos em seus sistemas. Acredita-se que existam mais de 100.000 vírus de computador, embora haja especialistas que estipulam mais de um milhão. A boa notícia é que muitos dos vírus não estão em circulação e são apenas partes de outras coleções. No entanto, há alguns que foram liberados e causaram uma devastação enorme. Segue a lista dos 10 mais notórios.

10 - O "verme" de  Morris




Robert Morris Jr é filho de um famoso criptógrafo cientista americano, pioneiro na computação. Em 1988 ele era um estudante de pós-graduação em Ciência da Computação em Cornell, quando ele fez um programa experimental chamado "worm" (verme). O "worm" tinha um código de 99 linhas que possuíam a capacidade de se auto-replicar e auto-propagar.

Em 2 de novembro de 1988, Morris carregou seu programa na internet usando um computador no MIT. No entanto, cometeu um erro em sua codificação e o verme se espalhou rapidamente. Como a internet não era tão difundida como é atualmente, o vírus conseguiu infectar 10 por cento de todos os computadores da internet ( que foi cerca de 6.000 ).

O programa executou um monte de tarefas invisíveis e isso causou um caos nos computadores dos Estados Unidos. Quando Morris percebeu o que estava acontecendo, ele contatou um amigo de Harvard e encontraram uma solução. Na ocasião tentaram enviar mensagens anônimas sobre como corrigi-lo, mas já era tarde demais e as mensagens se perderam no tráfego causado pelo "worm".

Programadores em todo país trabalharam durante dias para descobrir como depurar os computadores. No total, os custos foram de aproximadamente 53 mil dólares para corrigir os computadores infectados. Depois de investigar, todas as evidências na codificação do "worm" apontavam para Morris. Ele foi condenado por violação a uma pena de três anos de liberdade condicional, 400 horas de serviços comunitários e multado em US$ 10.050.

09 - A bomba-relógio da Omega





Omega Engenharia é uma empresa de Stamford que projeta e fabrica instrumentos de alta tecnologia. Na manha de 21 de julho de 1996, um funcionário do departamento de Controle Numérico de Computadores iniciou um servidor de arquivos que controlava todas as máquinas de fabricação. No entanto, o mesmo não inicializou e ao invés disso apareceu uma mensagem que dizia que o servidor estava sendo corrigido. Só que o que ocorreu foi o contrário, ao invés de corrigir, ele os apagou. Para completar, o vírus destruiu qualquer forma de encontrar o programa novamente.

O diagnóstico dizia que as linhas de códigos foram espalhadas como um punhado de areia atirado em uma praia. A empresa tinha certeza de que tinha os backups em fita e em computadores locais, mas quando foram buscá-los, não conseguiram encontrá-los.

Quando os funcionários perceberam o que tinha acontecido, a primeira pessoa que chamaram foi Tim Lloyd, um ex funcionário que supervisionou a rede de computadores. Ele tinha estado com a empresa por 10 anos, mas perdeu o emprego três semanas antes do acidente do servidor por causa de problemas comportamentais. Ao longo de um ano, a personalidade de Lloyd mudou e ele se tornou um homem irritado que atacava os colegas de trabalho.

Quando a Omega percebeu quanta informação havia perdido, chamaram a polícia que por sua vez chamou o Serviço Secreto. Quando eles investigaram, descobriram que o vírus era um código de 6 linhas que funcionavam como uma bomba-relógio. O suspeito mais óbvio era Lloyd, então o Serviço Secreto analisou o computador de sua casa e encontrou as mesmas 6 linhas de código. Eles concluíram que Lloyd já estava pensando em desistir e fez o vírus para sabotar a empresa na sua própria casa. Ele instalou o vírus durante a noite enquanto todos já haviam saído do trabalho. No entanto, antes que ele tivesse a chance de se arrepender ou corrigir, ele foi demitido.

Lloyd foi preso e condenado a três anos e meio de prisão e teve que pagar 2 milhões de restituição à empresa. Na época foi considerado como sendo o pior ato de sabotagem relacionado a um ambiente de trabalho e a Omega teve um custo de mais de US$10 milhões em negócios perdidos e US$ 2 milhões em custo de programações. Eles também tiveram que demitir 80 pessoas. Demorou muitos anos para que a empresa pudesse superar esse ataque, porém nos dias atuais eles ainda continuam oferecendo seus serviços.

08 - Melissa




O vírus Melissa começou a se espalhar em 26 de março de 1999, via email. Na linha de assunto vinha escrito "mensagem importante" mais o nome do remetente. Já no corpo vinha:"Aqui está o documento que você pediu" e um "documento do Word" rotulado como "list.doc". Quando o email era aberto, ele era automaticamente enviado para os 50 primeiros endereços do catálogo do outlook da pessoa.

O vírus se espalhou para centenas de milhares de computadores já nos primeiros dias. Em alguns casos, ele fez servidores desligarem. Até a Microsoft e a Intel foram infectadas. A Microsoft escolheu encerrar seu serviço de saída de e-mail  para interromper o spread. No total, estima-se que o vírus Melissa causou cerca de $ 400 milhões em danos .

O vírus foi rastreado até David L. Smith, um programador de rede que morava em Trenton, Nova Jersey. Smith havia invadido uma conta da America Online e lançado o vírus de seu apartamento. Ele foi preso menos de uma semana depois que o vírus foi liberado. Disse que o nome do vírus, Melissa, foi em homenagem a uma dançarina de topless da Flórida . Ele foi condenado a 20 meses de prisão federal.

07 - LoveBug também conhecido como "I Love You"




Em 4 de maio de 2000, as pessoas nas Filipinas começaram a receber emails com a linha de assunto escrito "ILOVEYOU". O corpo dizia para verificar a mensagem de amor e pedia para clicar no anexo. Como milhares de pessoas não resistiram a possibilidade de alguém lhe ter mandado uma carta de amor, tentaram abrir o que acharam que era um arquivo de texto.

Para os padrões de hoje, o vírus era bastante manso. Ele faria cópias duplicadas de arquivos de mídia e documentos. Ele também enviaria para o criador do vírus os nomes de usuários e senhas dos computadores infectados, o que lhe permitiria acessar a internet gratuitamente. No entanto, o problema real era que ele poderia enviar uma cópia de si para cada endereço de e-mail no livro de endereços do Microsoft Outlook. Na época, poucas pessoas viam a importância de ter coisas como um programa antivírus atualizado. Como resultado, de acordo com a BBC, o LoveBug (como era chamado às vezes) se espalhou para 45 milhões de computadores já nos primeiros dias.

Quando os programadores olharam para o código, encontraram um endereço de email nele embutido e fazendo o rastreio, chegaram até um estudante de 24 anos chamado Onel Guzman.

Depois que o vírus foi liberado, Guzman ficou escondido até que dias depois apareceu e foi preso junto com um de seus amigos, Reomel Ramones. No entanto não havia leis sobre malware nas Filipinas e nenhum dos dois foram acusados ou processados. De Guzman assumiu que o vírus "provavelmente" era uma criação sua e que ele pode ter "acidentalmente" deixado escapar.

O LoveBug tornou-se o primeiro vírus a se espalhar com sucesso usando engenharia social , mas certamente não seria o último.

6 - Agent.btz




No outono de 2008, a rede de computadores dos militares dos EUA foi atingida por uma variação de um worm SillyFDC. Na época, o verme SillyFDC era um verme bastante benigno; Antes do ataque, o vírus foi listado como "Nível de risco 1: muito baixo". Uma razão que o verme não foi super eficaz é que não foi transferido através de algo como e-mail. Em vez disso, ele foi transferido através de dispositivos de armazenamento.

No entanto, uma nova variação do worm, chamado Agent.btz, infectou um laptop militar em uma base no Oriente Médio quando alguém inseriu uma unidade flash infectada. O laptop foi conectado ao Comando Central dos EUA e o vírus foi enviado para a rede. A partir daí, o vírus se espalhou sem ser detectado através de sistemas classificados e não classificados. Uma vez que o vírus estava no ar, os dados poderiam ser secretamente transferidos para diferentes servidores estrangeiros.

Em um processo chamado "Operação Buckshot Yankee", fez com que os militares levassem 14 meses para finalmente esvaziar o vírus e levou à formação de uma nova unidade chamada o Comando Cibernético dos Estados Unidos.

A principal teoria é que o vírus foi um ataque de espionagem por um país estrangeiro, provavelmente da Rússia .

5- Flashback




Há muito tempo que a Apple diz que seus Macs são muito mais seguros do que os Pcs, pois segundo ela mesma, eles são menos propensos a contrair vírus ou malware. Existem duas razões para isso. A primeira é que a Windows da Microsoft é usado na maioria dos computadores e em segundo lugar é que é muito mais difícil fazer alterações para o sistema operacional do Mac, pois existem áreas que são fechadas e você precisa de privilégio administrativo para alterá-lo, o que significa que seu sistema operacional tem uma quantidade limitada de pontos de intrusão. 

No entanto, isso não significa que os Macs são invencíveis contra os vírus. O mais famoso dele foi descoberto em setembro de 2011. Ele só conseguiu trabalhar porque estava disfarçado como um instalador do Adobe Flash e só barrou a "segurança" porque havia uma vulnerabilidade não corrigida em Java. O resultado foi que 650.000 Macs, cerca de 1,5 por cento de todos os Macs na época, foram infectados. 

O vírus Cavalo de Tróia fez duas coisas. A primeira foi que ele criou um backdoor no sistema para que dados, como senhas, pudessem ser roubados. Ele também tomou o controle dos computadores, tornando-os um botnet, que é quando um computador central controla uma coleção de computadores zumbis.

4 - Sasser e Netsky-AC 




O vírus Sasser foi detectado pela primeira vez em 30 de abril de 2004. Ele era diferente de outros vírus na época, porque com os outros, os usuários precisavam fazer uma tarefa para infectar seu computador, como abrir um arquivo. Em vez disso, o vírus Sasser passou pelo Serviço de Subsistema de Autoridade de Segurança Local (LSASS). Ele verificaria computadores aleatórios até encontrar um sistema vulnerável e, em seguida, ele se copiaria como um arquivo executável. Quando o computador fosse inicializado, o vírus poderia se instalar. 

A Microsoft sabia sobre a vulnerabilidade e emitiu um patch para ele em 13 de abril, 17 dias antes do vírus ser detectado pela primeira vez. No entanto, nem todos os computadores tinham atualizado o patch e isso os deixaram expostos.

O que tornou o Sasser exclusivo, é que além do próprio vírus, alguns dias depois um email começou a circular com um arquivo que supostamente corrigiria ele. Em vez disso, era outro vírus chamado Netsky-AC. 

Os vírus não causaram nenhum dano permanente. No entanto, ele causou várias falhas nos computadores ao realizar sua inicialização. No total, centenas de milhares de computadores foram infectados. 

3 - SQL Slammer 




A mais rápida disseminação worm de computador na história, foi o vírus SQL Slammer que também era conhecido como w2.SQLSlammer.worm, Safira, w32.SQLexp.worm e Helkern. O worm começou a se espalhar às 12:30  em 25 de janeiro de 2003. O vírus varreu toda a Internet por endereços de IP aleatórios à procura de servidores Microsoft SQL 2000 vulneráveis. O número de computadores infectados dobravam a cada 8,5 segundos e dentro de 10 minutos, 75.000 hosts, foram infectados.

O vírus não só prejudicou computadores domésticos . Além vez disso, causou falhas de rede, abrandou o serviço de internet e negou acesso de alguns hosts à internet. Isto efetou vôos de linhas aéreas, interferiu com eletrônica, e causou falhas ATM. Estima-se que o vírus custou U$ 1000000000 em perda de receita.

Mesmo com as investigações, o responsável nunca foi identificado e encontrado. 


2 - Storm Worm 




Em 19 de janeiro de 2007, computadores nos Estados Unidos e na Europa começaram a receber emails com a linha de assunto que dizia: "230 mortos na tempestade que  abateu a Europa", e junto vinha um anexo chamado video.exe. Naturalmente, o anexo não era um vídeo; Era um vírus de cavalo de Tróia. Depois de infectar o computador, ele criava um backdoor que o autor poderia usar mais tarde para obter dados, além de adicionar o computador para a botnet. O botnet era então usado para postar o spam .

Uma das razões para que o vírus fosse bem sucedido, foi o fato de que no momento em que ele foi enviado, realmente havia tempestades afetando a Europa. Mais tarde, o assunto foi alterado para mais de duas dezenas de títulos diferentes , incluindo "Um assassino de 11 anos, que estará livre aos 21 e ...", "míssil chinês abatendo aviões dos EUA", e "o presidente da Rússia, Putin foi morto", só para citar alguns .

De acordo com a IBM, até Fevereiro de 2008, o worm tinha tomado o controle de computadores suficientes para executar ataques de spam de modo que estavam fazendo os criadores ganharem $ 2 milhões por dia . Quanto a sua origem, acredita-se que tenha se originado na Rússia, mas não se sabe nada mais além disso. 

1 - Código Vermelho




A primeira versão do worm "Código Vermelho",  foi descoberto em 12 de julho de 2001, por vários funcionários da eEye Digital Security. Eles passaram a noite inteira analisando o verme e enquanto trabalhavam nisso, bebiam Mountain Dew Code Red. Então, eles chamaram o vírus deCódigo Vermelho. (sic) 

A primeira variação do "Código Vermelho" não se espalhou rapidamente e não causou muitos danos. Alguns sites foram desfigurados e neles apareciam a mensagem  "Bem-vindo à China http://www.worm.com! Hacked by Chinese! "No entanto, no dia 20 de julho, o vírus parou de tentar infectar outros servidores e um ataque foi lançado na página da web da Casa Branca . Felizmente, a Casa Branca conseguiu parar o ataque mudando os endereços IP.

Por outro lado, a segunda versão do "Código Vermelho" foi muito mais problemático. Na época, foi o vírus de computador que se movimentava mais rapidamente. Foi descoberto às 5 da tarde em 19 de julho de 2001, e dentro de 14 horas, mais de 359.000 computadores foram infectados. No total, acredita-se que o verme infectou 1 milhão de 5,9 milhões de servidores web. Isso causou um tráfego lento na Internet, mas não causava dano aos próprios servidores.

"Código Vermelho" versão 2, também foi um dos vírus mais caros. Em Julho e Agosto, estima-se um valor de  $2.600.000.000 em danos. Acredita-se que o vírus possa ter sido originado em uma universidade na China . No entanto, nada nunca foi confirmado. 


quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Os carros mais caros do mundo em 2017

O ano de 2017 mal começou e a conceituada revista de negócios Forbes listou os carros mais caros à venda no mundo. Todos são exclusivos, da potência que entregam à produção limitada a poucas unidades. Tamanha raridade cobra caro. E muito caro. Mas nem todos já estão à venda. Há modelos que ainda não foram lançados e, por isso, seus preços são estimados. Pelo mesmo motivo, alguns dados de motorização e desempenho podem variar. 

10. Apollo Arrow - US$ 1.100.000



A marca alemã Apollo Automobil revelou o Arrow no Salão de Genebra de 2016, com produção de apenas 100 unidades. Ele é equipado com um motor 4.2 V8 da Audi capaz de render 1.000 cv de potência e de fazer o superesportivo ir de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos

9. Mazzanti Evantra Millecavali - US$ 1.200.000



Serão feitas somente 25 unidades desse superesportivo italiano, equipado com um 7.0 V8 biturbo de 1.000 cv. Segundo a fabricante, sua aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 2,7 segundos, com velocidade máxima de 402 km/h.

8. Ferrari LaFerrari Aperta - US$ 1.400.000



Depois do sucesso da LaFerrari cupê, a versão conversível do modelo híbrido deverá ter apenas 200 unidades produzidas. Ela é movida por um 6.2 V12 a gasolina de 800 cv e outro propulsor elétrico de 12 kW (ou 163 cv), entregando juntos 963 cv. Isso é capaz de fazer o modelo ir de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos. Revelada no Salão de Paris de 2016, todas as unidades, infelizmente, já foram vendidas, destinadas exlcusivamente a clientes da marca e colecionadores.

7. Arash AF10 Hybrid - US$ 1.500.000



Mais um híbrido na lista, esse superesportivo inglês traz um 6.2 V8 de 912 cv atuando em conjunto com mais quatro motores elétricos de 1.196 cv. O total? 2.108 cv de potência e aceleração 0-100 km/h em 2,8 segundos. 

6. Zenvo TS1 - US$ 1.800.000



Revelado no ano passado no Salão de Genebram o sucessor do ST1 traz um 5.9 V8 com potência estimada em 1.100 cv. Sua produção é limitada a apenas 15 unidades. A tração é traseira e a velocidade máxima é de 375 km/h, limitada eletronicamente.

5. Koenigsegg Regera - US$ 1.900.000



Com um motor 5.0 V8 de 1.100 cv e mais três propulsores elétricos de 700 cv (um em cada roda traseira e um no virabrequim), o Regera entrega uma potência combinada de 1.500 cv. A produção terá somente 80 unidades. Segundo a fabricante sueca, usando apenas eletricidade, sua autonomia é de 50 km.

4. Bugatti Chiron - US$ 2.700.000



Depois do sucesso do Veyron, a Bugatti aposta agora no Chiron. Seu motor 8.0 W16 entrega incríveis 1.500 cv e fazem o superesportivo ir de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos. Fabricado em Molsheim, na França, o Chiron terá somente 500 unidades produzidas.

3. Pagani Huayra BC - US$ 2.800.0000



Versão melhorada do Huayra, ele traz motor 6.0 V12 da Mercedes-AMG capaz de render 750 cv. São esperadas somente 20 unidades desse modelo. Ele também estreou no Salão de Genebra no ano passado e seu nome BC vem das iniciais de Benny Caiola, uma pessoa que inspirou o criador da empresa Horacio Pagani e que se tornou o primeiro comprador de um Pagani na história da empresa. 

2. Lykan Hypersport - US$ 3.400.000



Criado por uma empresa de Dubai, ele deve ter apenas sete unidades produzidas. E a primeira já foi entregue à polícia de Abu Dhabi. Ele desenvolve 780 cv. E para melhorar a exclusividade, vem equipado com faróis de LED com 220 diamantes em cada lado, ou seja, são ao todo 440 diamantes.

1. Aston Martin MA-RB 00 - US$ 3.900.000



Desenvolvido em parceria com a Red Bull Racing, o modelo de corrida também habilitado para as ruas terá produção limitada entre 99 e 150 unidades de rua e mais 25 exclusivas para as pistas. As primeiras unidades devem ser entregues no começo de 2018, equipadas com um motor V12. Não foram reveladas as demais especificações ainda. 


quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Nova heroína da Marvel é negra, lésbica, latina e inspirada em Beyoncé


A Marvel Comics lançará HQ com uma nova heroína: America Chavez. A personagem é negra, homossexual, latina e tem estilo inspirado na cantora Beyoncé. É o que revelou Joe Quinones, ilustrador do novo projeto. O artista divulgou em seu perfil no Twitter uma ilustração de America Chavez junto a um trecho da letra de Formation, música de Beyoncé que fala sobre racismo e orgulho negro.

A personagem reforça a iniciativa da Marvel de apostar na diversidade em suas obras. Em 2018, deverá ser lançado um novo filme do Homem-Aranha, agora protagonizado por um ator negro. O tradicional Peter Park dará lugar a Miles Morales.

America Chavez integra o HQ Jovens vingadores. O livro é escrito por Gabby Rivera e deve chegar ao mercado em março de 2017.